terça-feira, 23 de abril de 2019

VW CAMINHÕES E ÔNIBUS LEVA A FAMÍLIA DELIVERY PARA A CONVENÇÃO ABAD 2019


A Volkswagen Caminhões e Ônibus participa da 39ª Convenção Anual do Canal Indireto – ABAD 2019 - Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores. O evento será realizado até 25 de abril no Bourbon Convention Resort Atibaia em Atibaia (SP)


A empresa tem boas razões a celebrar no encontro: com portfólio de leves a extrapesados, a VW Caminhões e Ônibus tem destaque nas vendas aos associados à ABAD, principalmente na distribuição de alimentos, gás e materiais de construção. E para a Convenção, a empresa leva os caminhões VW Delivery Express e o Delivery 9.170. Ambos estão dentre os mais vendidos da VW aos associados ABAD.

“A convenção é um momento muito especial para estarmos com os clientes, debatermos sobre o setor de distribuição no Brasil, a retomada da economia e, ainda mais que isso, fortalecer nossa parceria que já alcança quase 25 anos”, comenta Glauco Juliato, consultor comercial da VW Caminhões e Ônibus.

A VW Caminhões e Ônibus foi a primeira montadora a investir no relacionamento com a ABAD, iniciativa que já responde por mais de 20 mil veículos vendidos em condições comerciais especiais.

A ABAD promove o desenvolvimento e o aprimoramento do comércio atacadista distribuidor e da cadeia de abastecimento em todo o território nacional, incentivando o intercâmbio entre as indústrias e as empresas do setor. A entidade representa empresas atacadistas e distribuidores que comercializam itens como alimentos industrializados, bebidas, produtos de higiene pessoal, limpeza doméstica, produtos farmacêuticos, de perfumaria, papelaria e material de construção.

Destaques da VWCO na Convenção ABAD 2018


Delivery Express – Sob medida para entregas urbanas, combina a agilidade dos automóveis em manobras rápidas à robustez dos caminhões. Pode ser guiado por motoristas com carteira de habilitação categoria B e trafegar em áreas onde a circulação de caminhões é restrita, característica dos grandes centros urbanos. O rodado simples na traseira traz o benefício da cobrança de pedágio no valor de um automóvel. Tem motor Cummins ISF de 2,8 litros com tecnologia de pós-tratamento de gases EGR, dispensando o Arla 32. Alcança 150 cv e um torque máximo de 360 Nm numa ampla faixa de rotações para garantir retomadas rápidas e agilidade nas entregas urbanas, com a melhor potência e torque da categoria. Para este modelo, a Engenharia da VW Caminhões e Ônibus desenvolveu um set de airbags tanto para o motorista como para os passageiros. O airbag dos passageiros é o maior da América Latina, com 160 litros, e associado a cintos de segurança com pré-tensionadores, entrega alto padrão de segurança aos ocupantes.

Delivery 9.170 – Cada componente do novo Delivery 9.170 foi desenvolvido com os mais inovadores materiais e o resultado é um modelo altamente sustentável, com redução de peso da ordem de 10% na comparação com seu antecessor e, consequentemente, mais economia de combustível, menos emissões e maior capacidade de carga. Seu motor é o Cummins ISF de 3,8 litros e tecnologia SCR, com robustez ideal para cada aplicação, torque máximo de 600 Nm e 165 cv de potência.

Volkswagen Caminhões e Ônibus

ANFAVEA E SINFAVEA EMPOSSAM NOVA DIRETORIA

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e o Sindicato Nacional da Indústria de Tratores, Caminhões, Automóveis e Veículos Similares (Sinfavea) anunciaram hoje suas novas diretorias para a gestão 2019-2022.


Luiz Carlos Moraes, à direita, tomou posse como novo presidente das entidades, e Fabricio Biondo, à esquerda, assumiu como 1º vice-presidente

O novo presidente avalia que a gestão de seu antecessor, Antonio Megale, teve o mérito de garantir previsibilidade a todo o setor, por meio do Rota 2030, e que agora a palavra de ordem é competitividade. “Todos os esforços da Anfavea serão voltados para tornar nossa indústria mais competitiva, o que implica em novos ciclos de investimento de nossa parte, e de contrapartidas do governo no sentido de eliminar entraves, simplificar a tributação, aprimorar a logística e reduzir o chamado Custo Brasil”, afirma Luiz Carlos Moraes.

Luiz Carlos Moraes é economista e atua como vice-presidente da Anfavea desde 2012. Ingressou no setor automotivo em 1978 e iniciou sua carreira na Mercedes-Benz do Brasil na área de contabilidade, passando por diversas setores da empresa, como relações
governamentais e comunicação corporativa. É graduado pela Fundação Santo André e possui pós-graduação na FGV, MBA no IBMEC e pós-graduação no INSEAD/França.

Fabricio Biondo é graduado em engenharia de produção e pós-graduado em marketing. Possui ainda cursos de extensão na Fundação Getúlio Vargas e na Universidade da Califórnia. O executivo atua há mais de 22 anos no setor automotivo com passagens por grandes empresas e pelas áreas de vendas e marketing. Atualmente é vice-presidente de comunicação, relações externas e digital da América Latina do Grupo PSA.

Diretorias da Anfavea e do Sinfavea

Anfavea

Presidente: Luiz Carlos Moraes
1º Vice-Presidente: Fabricio Biondo
Vice-Presidente Tesoureiro: Marco Antonio Saltini
Vice-Presidente Secretário: Gleide Mercia Souza Patrizi

Vice-Presidentes
Adriano Leite de Barros
Alexandre Bernardes de Miranda
Alfredo Miguel Neto
Ana Helena Correa de Andrade
Andrea Zámolyi Park
Antonio Megale
Antonio Sergio Martins Mello
Carlos Eduardo Cruz de Souza Lemos
Carlos Eduardo do Nascimento Ogliari
Edson Orikassa
Francisco Nelson Satkunas
Gustavo Rodrigo Bonini
Hugo Domingos Zattera
Jeferson Olivete Biaggi
João Alecrim Pereira
Marcelo de Oliveira Elias
Marcelo Morais Teixeira
Márcio de Lima Leite
Marcos Munhoz
Marcus Vinicius Aguiar
Maria da Glória de Amaral Merendi
Paulo Shuiti Takeuchi
Pedro Bentancourt
Ricardo Augusto Martins
Ricardo Machado Bastos
Roberto Matarazzo Braun
Rogelio Golfarb
Sarah Oliveira Bonadio
Ulisses Lyrio Chaves

Sinfavea

Efetivos                                                   
Presidente: Luiz Carlos Moraes                            
1º Vice-Presidente: Fabricio Biondo                        
Vice-Presidente Tesoureiro: Marco Antonio Saltini          
Vice-Presidente Secretário: Gleide Mercia Souza Patrizi    
João Alecrim Pereira                                       
Paulo Shuiti Takeuchi                                      
Antonio Megale

Suplentes
Antonio Sergio Martins Mello
Marcos Munhoz
Andrea Zámolyi Park
Alexandre Bernardes de Miranda
Gustavo Rodrigo Bonini
Ana Helena Correa de Andrade
Pedro Bentancourt

Vice-presidentes                                           
Adriano Leite de Barros                                    
Alfredo Miguel Neto                                        
Carlos Eduardo Cruz de Souza Lemos                         
Carlos Eduardo do Nascimento Ogliari                       
Edson Orikassa                                             
Francisco Nelson Satkunas                                 
Hugo Domingos Zattera                                      
Jeferson Olivete Biaggi                                    
Marcelo de Oliveira Elias                                  
Marcelo Morais Teixeira

Suplentes
Márcio de Lima Leite
Marcus Vinicius Aguiar
Maria da Glória de Amaral Merendi
Ricardo Augusto Martins
Ricardo Machado Bastos
Roberto Matarazzo Braun
Rogelio Golfarb
Sarah Oliveira Bonadio

CONVERSA DE PISTA.
Por Wagner Gonzalez*

F1: FERRARI MONOPOLIZA MANCHETES DE BAKU



Início de temporada abaixo do esperado agita a Scuderia de Maranello


Nenhuma equipe da F-1 concentra tradição, paixão e tertúlias em doses nada homeopáticas como a Ferrari, única marca presente em todas as edições do Campeonato Mundial de F-1, certame que surgiu em 1950. Com orçamento a altura de sua legião de fãs, poder político inigualável e pilotos de primeira linha, a Scuderia mais famosa do esporte e uma das marcas mais valiosas do planeta ainda não mostrou as consequências que todos esperavam após a recente troca de comando: na entressafra das temporadas 2018/2019 o italiano Maurizio Arrivabene – oriundo do mundo do marketing -, foi substituído por Mattia Binotto, um engenheiro oriundo do cantão italiano da Suíça.

Quatro vezes campeão mundial, Vettel é o primeiro piloto da equipe mas sofre pressão de Leclerc. Foto: Ferrari.

A mídia especializada europeia não poupa espaço para tentar entender e explicar as causas dos resultados abaixo do esperado apresentado pelo veterano Sebastian Vettel e o novato Charles Leclerc. Desde a preferência velada a favor do alemão, passando pela falha no carro do monegasco que o impediu de vencer o GP do Bahrain e chegando à atuação centralizadora do suíço Binotto, não há falta de cenários analisados para justificar algo muito mais comum do que muitos imaginam.

O Ferrari 312 e John Surtees eram favoritos ao título de 1966. Essa parceria acabou após a vitória em Spa. Foto: Ferrari.

Entender a Ferrari demanda conhecer um pouco da cultura latina, onde as lutas pelo poder são embaladas em papel marcado pelos vincos do orgulho e amarrados, algumas vezes em laços de presente, mais frequentemente atados por um nó cego. No começo era Enzo Ferrari quem comandava, pessoalmente ou através de prepostos, situação que ficou clara em 1966, ano em que o regulamento da categoria foi alterado para permitir motores de 3.000 cm3. O modelo 312 usava o motor V-12 dos famosos protótipos 330-P com a cilindrada reduzida em 0,3 litro e instalado em um chassi de alumínio semi-monocoque, técnica que ganhava o espaço anteriormente exclusivo dos chassis tubulares.

Nas mãos de John Surtees o modelo 312 venceu os GPs de Siracusa (extra-campeonato) e o da Bélgica, e tudo parecia ir muito bem rumo a um novo título do piloto inglês a  bordo de uma máquina de Maranello até que... Nos treinos para as 24 Horas de Le Mans de 1966 Surtees e o então direttore sportivo Eugenio Dragoni se desentenderam e tudo foi por água abaixo: o campeão mundial pela Ferrari em 1964 e apareceu no GP da França, a terceira etapa da temporada de F1, a bordo de um Cooper equipado com motor...Maserati. A Ferrari respondeu com pole position de Lorenzo Bandini e o segundo lugar de Mike Parkes e ainda fez dobradinha em Monza, com Ludovico Scarfiotti liderando Parkes, mas Surtees venceu no México e terminou o ano como vice-campeão, com 28 pontos, 14 atrás de Jack Brabham.  Era o início de uma era de maus resultados para a casa italiana.

Mauro Forghieri, John Surtees e Eugenio Dragoni em tempos de bons amigos. Foto: Italia Passion.

sinos da igreja matriz de Modena só voltariam a dobrar em 1975, quando o austríaco Niki Lauda impôs certa dose de comportamento teutônico. Ele voltou a vencer e 1977 e só não chegou ao tricampeonato por causa do seu histórico acidente no GP da Alemanha de 1976 e a decisão de abandonar o GP do Japão quando correu ainda exibindo as sequelas das muitas queimaduras que sofreu em Nürburgring. O título de Jody Sheckter, em 1979, selou o fim desse período de bons resultados. Em 1982 as chances eram boas, mas acidentes com Gilles Villeneuve e Didier Pironi impediram que o campeonato terminassem com vitória.

Jody Scheckter encerrou uma época de ouro da Ferrari ao conquistar o título de 1979. Foto: Ferrari.

Um novo título só viria acontecer em 2000, quando a estrutura da equipe era dominada por imigrantes: o poder maior estava nas mãos do francês Jean Todt, o inglês Ross Brawn coordenava a operação esportiva, o sul-africano Rory Byrne desenhava os carros e o alemão Michael Schumacher iniciava uma série de cinco títulos consecutivos, alguns deles com a colaboração de Rubens Barrichello. A partir de então a estrutura multinacional e vitoriosa foi sendo desmontada e o título de Kimi Räikkönen, em 2007, foi o último conquistado pela Ferrari desde então. Felipe Massa ficou a uma curva do título de 2008 e a chegada de Fernando Alonso não ajudou a por fim em tal seca de resultados.

Os cinco títulos de Michael Schumahcer o fazem o maior vencedor da equipe de Maranello. Foto: Ferrari.

Este ano Mattia Binotto, de formação essencialmente técnica, concentra as decisões, Sebastian Vettel ainda não recuperou o esplendor que lhe garantiu quatro títulos consecutivos pela Red Bull (2010/11/12/14) e Charles Leclerc exibe uma sede que só será aplacada quando for autorizado a defender sua posição frente ao seu companheiro de equipe.  Não seria nada mal que isso acontecesse a partir do próximo fim de semana, quando o campeonato prossegue nas ruas de Baku, a capital do Azerbaijão.


* Wagner Gonzalez é jornalista especializado em automobilismo de competição, acompanhou mais de 350 grandes prêmios de F-1 em quase duas décadas vivendo na Europa. Lá, trabalhou para a BBC World Service, O Estado de S. Paulo, Sport Nippon, Telefe TV, Zero Hora, além de ter atuado na Comissão de Imprensa da FIA. Atualmente é diretor de redação do site Motores ClássicosTwitter: @motclassicosFale com o Wagner Gonzalez: wagner@beepress.com.br.


HARLEY-DAVIDSON E ENVISION VIRGIN RACING ANUNCIAM PARCERIA DE LONGO PRAZO

Sam Bird aplica o novo logotipo da Harley-Davidson no carro da Envision Virgin Racing

A equipe Envision Virgin Racing, da Fórmula E, anuncia que a Harley-Davidson, uma das marcas de motocicletas mais icônicas do mundo, firmou um patrocínio de longo prazo com a equipe. Esse patrocínio reflete o compromisso e o entusiasmo da Harley-Davidson em liderar o espaço de mobilidade de veículos elétricos (VE), em rápida evolução, e o entusiasmo em compartilhar, com um público global crescente, experiências novas e grandiosas de performance utilizando a energia elétrica.

A Envision Virgin Racing é uma das equipes fundadoras e de maior sucesso na Fórmula E – a primeira competição de corrida totalmente elétrica do mundo e uma das que mais crescem no automobilismo. Durante seu tempo no campeonato, a equipe conquistou mais de 700 pontos, oito vitórias impressionantes e 23 pódios, e, recentemente, se tornou o primeiro time a ter registrado vitórias em todas as cinco temporadas até o momento. No próximo fim de semana, a equipe embarca em sua próxima corrida em Paris, onde está atualmente em segundo lugar no campeonato de equipes.

Na primavera de 2019, a primeira motocicleta elétrica da Harley-Davidson, a LiveWire®, estará disponível para venda em alguns mercados internacionais. É o primeiro de um amplo portfólio de veículos elétricos da empresa; e é uma prova positiva do compromisso declarado da Harley-Davidson de liderar a eletrificação do motociclismo, oferecendo uma linha completa de  veículos elétricos de duas rodas para o mais jovem dos pilotos, até o piloto que está procurando por uma experiência premium e de alta performance com uma moto elétrica.

Marc McAllister, vice-presidente de Planejamento de Produto e Portfólio da Harley-Davidson, disse: “Os veículos elétricos estão na vanguarda das futuras conversas de mobilidade em todo o mundo, e esse futuro está acontecendo agora. Estamos muito entusiasmados com a parceria com a Envision Virgin Racing, um dos principais proponentes da Fórmula E – a mais alta forma de automobilismo de propulsão elétrica. A paixão, o profissionalismo e o comprometimento da equipe com a emoção dos veículos elétricos combinam com os nossos e será um momento incrivelmente emocionante trabalhar com eles”.

Sylvain Filippi, diretor administrativo da Envision Virgin Racing, disse: “Estamos muito satisfeitos em receber uma marca tão icônica como a Harley-Davidson em nosso portfólio de parceiros. Como nós, a Harley-Davidson compartilha nossa paixão pelo desenvolvimento de tecnologia de ponta e mobilidade sustentável, e entre nós podemos agora ajudar a mostrar isso em duas e quatro rodas”.

Ele ainda acrescentou: “A Harley-Davidson também é a quarta grande parceria para a equipe nos últimos 12 meses após o anúncio da Stanley Black & Decker no Paris E-Prix no ano passado, Audi Sport no outono e Genpact em dezembro.”


Envision Virgin Racing - A equipe de Fórmula E Envision Virgin Racing é uma das fundadoras e líderes no ABB FIA Formula E Championship – a competição de corridas de rua elétricas e a primeira categoria internacional de monopostos totalmente elétrica do mundo.

Lançada em 2014, a equipe fez parte da corrida inaugural da competição realizada em Pequim (China) e passou a competir em todas as 52 corridas até o momento. Durante esse tempo, a equipe marcou mais de 700 pontos – incluindo oito vitórias e 23 pódios – tornando-se uma das maiores pontuadoras de todos os tempos e uma das duas únicas equipes a ter registrado vitórias em todas as temporadas de Fórmula E.

Agora com o novo proprietário majoritário Envision Group a bordo, juntamente com o apoio contínuo do fundador da Virgin, Sir Richard Branson, e do Virgin Group, a sede comercial da equipe está localizada em Londres, enquanto seu braço operacional é centrado nas novas instalações em Silverstone Park.

A missão da Envision é "resolver os desafios para um futuro sustentável", e a equipe fornece uma plataforma global para que essa mensagem e a tecnologia sejam compartilhadas.

Supervisionando as operações da equipe está o diretor administrativo Sylvain Filippi, que está no time desde o primeiro dia. Sua formação de pilotos para a quinta temporada inclui o piloto britânico Sam Bird e o holandês Robin Frijns.

Agora, depois de quatro temporadas de sucesso, a equipe embarca na quinta temporada da Fórmula E, que verá um novo carro, juntamente com novas pistas de corrida.

Envision GroupDedicado à missão de "Resolver os Desafios para um Futuro Sustentável", a Envision está comprometida em criar um mundo de energia maravilhosa.

A Envision é uma empresa líder mundial em energia digital e uma companhia inteligente de turbinas eólicas que desenvolveu o EnOS™, o maior sistema operacional de Internet das Coisas (IoT, do inglês "Internet of Things") do mundo. Sob o amparo do Envision Group, estão a Envision Energy, a Envision Digital, a Envision Ventures e outras unidades de negócios, com linhas de produtos abrangendo EnOS™, turbinas eólicas inteligentes e parques eólicos, Apollo Photovoltaic, Smart Buildings e Smart Energy Storage.

A Envision Energy reúne a força da inovação em energia renovável e tecnologia de energia inteligente. Através de tecnologia e design criativos com foco em energia eólica inteligente, a Envision Energy pretende usar a tecnologia de energia para melhorar a vida das pessoas, fornecendo-lhes um suprimento suficiente de energia limpa, segura e acessível.

A Envision Digital construiu um sistema operacional de energia IoT de energia (EnOS™) que conecta mais de 100 GW de terminais de energia e 50 milhões de dispositivos inteligentes em todo o mundo. Através do fornecimento de soluções de software inteligentes e serviços para geração de energia, edifícios, parques, transportes, cidades e assim por diante, a Envision Digital tem como objetivo reduzir o custo da produção e consumo de energia.

Através da Envision Ventures, a Envision pretende construir um ecossistema de energia inteligente, investindo nos Estados Unidos, Europa e China. Centrada no EnOS™, a Envision Ventures investe em empresas que fazem uso de big data, cobrança, armazenamento de energia, segurança de IoT e gerenciamento de energia renovável. Até agora, tem estrategicamente cultivado pioneiros da inovação tecnológica no setor de energia como Sonnen, ChargePoint, Protectwise e AutoGrid.

Com capacidade global de produtos e serviços, a Envision conseguiu estender seus negócios para os Estados Unidos, Europa, América do Sul, Austrália, Sudeste Asiático, China e outros países e regiões. Juntando as mãos com clientes globais de alta qualidade, a Envision pretende criar um mundo melhor através da energia.

A Envision também possui força de P&D de nível mundial e estabeleceu centros de pesquisa e desenvolvimento e inovação nos Estados Unidos, Alemanha, Dinamarca, Cingapura e outros países.

O ABB FIA Formula E Championship - é a primeira competição de corridas de monopostos totalmente elétrica do mundo, competindo nas ruas contra o pano de fundo de algumas das cidades mais emblemáticas. O campeonato representa uma visão para o futuro da indústria automobilística, servindo como uma plataforma para mostrar as mais recentes inovações em tecnologia de veículos elétricos e soluções alternativas de energia.

As temporadas futuras permitirão que os regulamentos se abram ainda mais, possibilitando que os fabricantes se concentrem no desenvolvimento dos componentes do motor e da bateria, que, por sua vez, migrarão para os veículos elétricos cotidianos e rodoviários contemporâneos.


segunda-feira, 22 de abril de 2019

LEXUS UX 250H, PRIMEIRO CROSSOVER COMPACTO DE LUXO DA MARCA, CHEGA ÀS CONCESSIONÁRIAS BRASILEIRAS

Lexus UX 250h Dynamic

A Lexus do Brasil, marca de luxo da Toyota, anuncia a chegada às concessionárias do País do primeiro crossover compacto da marca, o UX 250h. Com design inovador, itens de luxo e recursos segurança e um sistema híbrido ultra eficiente, para muitos clientes o UX não será apenas seu primeiro Lexus, também será seu primeiro veículo de luxo.

O nome UX descreve o conceito de desenvolvimento do veículo: Urbano + Crossover (X-over) = UX.

Carregado de atitude dinâmica, o Lexus UX foi projetado para proporcionar uma condução rápida e envolvente com um comportamento suave da Lexus, tornando-o um representante único no segmento crossover compacto de luxo.

O UX é o primeiro Lexus desenvolvido sobre a nova plataforma de Arquitetura Global Compacta (GA-C: Global Arquitecture - Compact). Uma estrutura leve, porém, super-rígida, com baixo centro de gravidade e um ajuste refinado da suspensão, proporcionando ao UX uma agilidade e conforto ao dirigir únicos, além de uma personalidade distinta em design.

No Brasil, o modelo está disponível com motorização exclusivamente híbrida em todas as versões, como parte de estratégia da marca de contar com um portfólio exclusivamente híbrido no País. A quarta geração do sistema Lexus Hybrid Drive (LHD), desenvolvido especificamente para a nova plataforma GA-C combina a eficiência do motor a gasolina 2.0L a um motor elétrico. 

O modelo 2019 já pode ser encomendado na rede de concessionárias Lexus de todo o País, nas versões Dynamic, Luxury e F-SPORT a preços que variam de R$ 169.990,00 a R$ 209.990,00, já com pintura metálica inclusa.

Uma estrutura resistente


A Lexus introduziu no UX uma excelente combinação de agilidade de condução e conforto que os clientes urbanos certamente gostarão. O segredo para atingir esse equilíbrio foi desenvolver a experiência do usuário em torno da plataforma de arquitetura global GA-C de alta resistência. O extenso uso de aço e adesivos de alta resistência e Solda a Laser (LSW) resulta em uma estrutura altamente rígida, uma base essencial para atingir a direção esportiva e uma dirigibilidade dinâmica.

Usando alumínio nas portas, nos para-lamas dianteiros e no capô e uma construção composta de painéis internos e externos de polímero sobre uma estrutura de alumínio para a porta traseira, o UX tem um centro de gravidade muito baixo, de apenas 595 mm. Consequentemente, o UX oferece uma sensação segura e ágil normalmente associada à hatches esportivos.

A suspensão dianteira independente do tipo MacPherson e a suspensão traseira independente multilink com braços transversais, ambos montados em subestruturas, são ajustados especialmente para proporcionar uma combinação de agilidade e conforto em superfícies de vias urbanas bem desgastadas. Detalhes cuidadosamente refinados, como a qualidade do óleo do amortecedor e controle de atrito nos amortecedores de impacto causam uma impressão positiva considerável na qualidade da condução.

Uma barra de suporte superior aumenta a rigidez à torção do compartimento do motor e a cremalheira da direção se encaixa diretamente na subestrutura, sem buchas de borracha, para uma sensação de direção mais direta.

O Assistente de Curvas Ativo (ACA), uma função integrada ao Controle de Estabilidade Veicular (VSC), ajuda a traçar a linha desejada pelo condutor em uma curva acionando o freio nas rodas, diminuindo a possibilidade de perda da direção. Desse modo, o UX realiza curvas com maior precisão e mantém a estabilidade.

Design e aerodinâmica


Lexus UX 250h F-SPORT

O Lexus UX representa um avanço no segmento crossover compacto de luxo. Os designers da Lexus criaram um tema de design geral inspirado por um visual seguro e robusto combinado a postura de um cupê esportivo.

A grade dianteira Spindle Grille, embora compartilhe sua forma básica com outros modelos Lexus, tem design exclusivo. Ela apresenta um novo padrão de malha em blocos com elementos individuais que mudam de forma gradual à medida que são radiados do emblema central da Lexus. A grade cria uma aparência tridimensional intrigante que muda conforme o ângulo de visão. 

O desenho dos faróis conclui a aparência dianteira do UX, fornecendo um olhar determinado e confiante. As luzes diurnas de LED, dispostas em um formato de ponta de flecha acima dos faróis de LED de três projetores (versões Luxury e F-SPORT), complementam a iluminação característica em forma de L da Lexus. 

As lanternas traseiras de forte personalidade projetam uma aparência noturna distinta formada por uma sequência de 120 LEDs afunilados em direção ao centro, com apenas 3 mm de espessura em seu ponto mais estreito no centro.

A forma básica do veículo flui a partir das linhas da grade dianteira. Superfícies proeminentes esculpidas e nítidas, como nos para-lamas dianteiros e traseiros, manifestam sua inspiração robusta, ao passo em que um perfil aerodinâmico, acompanhado das rodas de liga leve de 18” concebem uma postura ágil e esportiva.

Os Takumis (expressão em japonês para "mestre-artesão"), representados por especialistas Lexus com mais de 25 anos de experiência, trabalharam com as áreas de design e engenharia para desenvolver todas as superfícies externas do UX. Esse trabalho foi fundamental para refinar as superfícies até o nível de 0,01 mm, ultrapassando os limites da produção de estampagem de carrocerias.

Junto com as coberturas planas da carroceria que contribuem para o aspecto silencioso e a eficiência de combustível do veículo, as molduras dos arcos das rodas ajudam na proteção e também usam o fluxo de ar sobre suas bordas para reduzir a turbulência e a sustentação, colaborando para a estabilidade do veículo.

Uma contribuição semelhante é feita pelas lâmpadas traseiras. As luzes aero estabilizadoras exclusivas começam na parte superior do para-lamas e abrangem toda a parte traseira do veículo. Ao orientar o fluxo de ar ao redor da parte de trás do UX, esse design também reduz a turbulência, contribuindo para a estabilidade do veículo em curvas e na condução contra o vento. Um aerofólio integrado na borda traseira do teto reduz o arrasto.

Em mais uma novidade mundial, as rodas aerodinâmicas de liga leve de 18 polegadas com cinco raios foram projetadas para reduzir a resistência ao vento e aumentar o fluxo de ar para resfriar os freios a disco. Esse design puxa o ar do interior da roda, enquanto o fluxo de ar no lado externo é regulado para seguir a superfície da roda.

Design interno luxuoso e dinâmico


Lexus UX 250h F-SPORT

A Lexus projetou a cabine do UX para invocar uma sensação de carro de luxo, entretanto, com uma posição de assento mais alta e a versatilidade de um crossover. Os materiais e o acabamento são característicos da Lexus, combinando as tradições japonesas em artesanato e hospitalidade com técnicas de produção inovadoras.

O design interior do UX cria uma sensação de segurança sugerida pela inspiração do exterior. Um exemplo disso é a forma dos arcos internos da porta, que representa uma estrutura robusta e transmite uma sensação de segurança dentro do veículo.

Os responsáveis pelo projeto criaram uma sensação de continuidade incessante dentro do UX. A partir do assento do condutor, a aparência do plano superior do painel de instrumentos estende-se além do para-brisa, chegando ao capô e aos para-lamas, proporcionando um campo de visão excelente e uma noção clara das dimensões do veículo e da posição dos pneus. Quando observado de fora, o capô parece estar diretamente ligado ao painel de instrumentos pelo para-brisa, fundindo os limites entre o interior e o exterior.

Entrar e sair do UX é muito fácil devido ao posicionamento ideal e a modelagem exclusiva da almofada do assento. A abordagem pensada no condutor é exibida claramente no design baixo e discreto do painel de instrumentos e nas molduras finas da coluna A, produzidas para melhorar a visibilidade. Mesmo com uma posição de assento mais alta em relação a um carro padrão, a redução da distância entre o quadril e pontos dos calcanhares fornece ao condutor do UX uma sensação de estar mais próximo à estrada do que em um SUV convencional.

Como habitual nos veículos Lexus, o UX oferece uma experiência de condução muito silenciosa devido à estrutura de alta resistência e aos materiais isolantes aplicados em toda a carroceria. Também como característica dos veículos Lexus, os engenheiros rastrearam os ruídos externos para mantê-los fora da cabine. Até mesmo o som da água sendo projetada pelos pneus foi reduzido.

Conceito “Seat-in-Control”


O UX faz com que o motorista sinta um contato maior com a estrada devido ao conceito “Seat-in-Control”. As funções essenciais do veículo são agrupadas na região próxima ao condutor no interior da cabine e o formato do encosto do banco permite  uma operação segura e intuitiva enquanto permanece em uma postura natural e confortável.

Em todas as versões, o UX oferece bancos dianteiros com ajuste elétrico de 10 modos para o banco do motorista e oito para o passageiro dianteiro, além de sistema de aquecimento. A versão intermediária Luxury ainda apresenta sistema de ar condicionado nos bancos dianteiros -  item exclusivo entre os principais concorrentes do segmento. As almofadas do assento dianteiro usam molas e espuma especialmente projetadas para envolver os ocupantes enquanto dispersam a pressão de maneira uniforme sob a região ciática do ocupante.

O luxo Lexus pode ser encontrado em todas as partes da cabine do UX. O volante de três raios e o relógio analógico foram primeiramente incorporadosno emblemático sedã da marca Lexus LS. A renomada atenção aos detalhes da Lexus também fica evidente em um design de revestimento do teto que elimina as sombras que causam distração na parte superior do para-brisa, assim como os botões de controle característicos da Lexus.

Novos acabamentos luxuosos


Desde o princípio, a Lexus baseou-se nas tradições japonesas de artesanato e hospitalidade para desenvolver seus veículos com uma sensação única de luxo contemporâneo. A marca adaptou esta abordagem ao UX para atrair especialmente os clientes mais jovens que estão vivenciando a experiência de ter o seu primeiro veículo de luxo.

Um exemplo disso é um estofamento de couro inspirado na costura sashiko, uma técnica de acolchoamento japonesa usada também na confecção de uniformes de judô e kendo. Ela é combinada com um padrão de perfuração de "arte calculada" na parte inferior do assento, derivado de curvas matemáticas e gradações em perfeito alinhamento.

O Lexus UX oferece combinações de cores interiores, em que cada uma transmite uma sensação específica e acentua o design premium. Na versão Luxury os bancos são revestidos em couro e couro ecológico premium (sintético), sendo este último disponível para as demais configurações. Enquanto a versão Dynamic possui acabamento interno na cor preta, os clientes que optarem pelas versões Luxury e F-SPORT podem escolher três cores internas diferentes: Bege, Preto e Caramelo na Luxury e Preto, Branco/Preto e Granada/Preto na F-SPORT.

Inédito em um Lexus, o UX 250h Dynamic fornece exclusivamente um novo acabamento no painel inspirado no grão de papel japonês, conhecido como washi. Ele é comum em casas japonesas tradicionais e transmite uma sensação de conforto e tranquilidade. 

Controles intuitivos


O design do painel de instrumentos do UX combina características exclusivas da Lexus e uma tecnologia intuitiva. O computador de bordo com visor LCD em TFT de 7”, disponível nas versões Dynamic e Luxury, cria digitalmente medidores realistas e analógicos em um espaço tridimensional.

 A versão F-SPORT vem com visor LCD em TFT de 8”, além de um visor head-up display que projeta uma “tela” colorida virtual no rodapé do vidro pára-brisas (na linha de visão do motorista, evitando desviar o olhar da estrada) informações sobre o veículo, como velocidade, navegação GPS e áudio.

O controle touchpad, localizado no console central, para operação do sistema Multimídia Lexus, foi projetado para ser tão familiar quanto o uso de um smartphone, utilizando operações intuitivas, como dois toques, pressão para ampliação e deslizar dedos, imitando gestos comuns feitos em um aparelho celular. O touchpad pode reconhecer letras maiúsculas romanas quando se digita um nome para pesquisa. As vibrações táteis da superfície do touchpad indicam movimentação do cursor ao usuário, facilitando o alinhamento deste com o botão de função desejado. A construção sem moldura elimina bordas e um revestimento especial na superfície do touchpad permite que os dedos deslizem facilmente, minimizando a ocorrência de impressões digitais.

Um interruptor na base do touchpad pode acessar uma tela de operação com funções relacionadas, como ar-condicionado e navegação, facilitando o acesso sem passar pelos menus. 

Tecnologia imaginativa


Os projetistas da Lexus criaram uma atmosfera exclusiva para a cabine, com uma qualidade que será especialmente evidente para aqueles que compram um veículo de luxo pela primeira vez. A iluminação de LED é um exemplo; LEDs brancos iluminam os espaços para os pés, o porta-luvas e os interruptores do console e servem também como luz de teto, luzes de mapa e luz da área de carga.

Como outro exemplo, cada uma das saídas de ar usa um novo botão de controle único para direção e volume do fluxo de ar. Combinando as duas funções em um único controle, as passagens de ar de cada local de ventilação podem ser aumentadas, melhorando o fluxo e reduzindo os ruídos.

Os modelos da versão Luxury apresentam controles de ventilação iluminados com fontes de luz LED alimentado sem fio por ressonância eletromagnética. Os LEDs de controle de ventilação usam a óptica de espelho no mesmo princípio de design dos faróis traseiros do Lexus LC para criar o efeito de luzes flutuantes profundas, embora o elemento de iluminação tenha apenas 3 mm de espessura.

Todas as versões apresentam ar condicionado Dual zone com sistema S-Flow, que direciona automaticamente o fluxo de ar apenas para os bancos dianteiros com ocupantes (o banco do passageiro dianteiro possui sensor de ocupação), otimizando a eficiência energética do veículo, e sistema de ignição do motor por botão, e sistema Smart Entry – trava e destrava das portas dianteiras e porta-malas por sensor localizado na porta do motorista.

Versatilidade em um pacote único


O Lexus UX oferece o luxo e o conforto renomados da marca em um pacote ideal para facilitar a exploração urbana em cidades de todo o mundo. Uma distância entre eixos de 2.640 mm contribui para uma direção suave e estável e para o espaço da cabine. Camera de ré e os sensores dianteiros e traseiros em todas as versões fazem com que o Lexus UX seja fácil de manobrar e conveniente para estacionar. 

Nas versões Luxury e F-SPORT, o porta-malas possui abertura interna e fechamento elétricos, além do sistema de abertura “hands free” -  por sensor de movimento embaixo do pára-choque, tornando o carregamento do UX mais conveniente.

Para mais praticidade, o carregador de celular sem fio está disponível nas versões Luxury e F-SPORT, assim como o ajuste elétrico em altura e profundidade para a coluna de direção para mais conveniência e conforto. 

Os pneus run-flat são silenciosos, confortáveis e resistentes, permitindo a condução com o pneu “furado” a velocidades de até 80 km/h (após utilização do kit de reparo), não sendo necessária a troca de pneu por até 160 km de distância. Além disso, todas as versões do UX vêm com indicador de pressão dos pneus.

Tecnologia imersiva ao seu alcance


 A versão Dynamic conta com um visor EMV (Electro Multi Vision) de 7”, e as versões Luxury e F-SPORT apresentam um visor EMV de 10,3” com o Lexus Navigation System (Sistema Multimídia Lexus) com TV digital, DVD player, sistema de navegação GPS, além da câmera de ré. 

O sistema de navegação apresenta a interface gráfica mais recente da marca para maior facilidade de uso e acesso a recursos. O Sistema de Som Premium padrão da Lexus pode reproduzir os formatos de áudio digital de maior resolução (WAV, FLAC, ALAC e OGG Orbis) de um dispositivo USB, transmitindo mais dados musicais do que um CD. Entradas USB duplas no assento traseiro permitem que os passageiros usem e recarreguem seus smartphones ou tablets.

O sistema de seis alto-falantes para a versão Dynamic e de oito alto-falantes para as versões Luxury e F-SPORT usam diafragmas de alto-falante de carvão de bambu para reduzir a massa e fornecer vozes de sonoridade natural e o melhor som de médio alcance. Ambos os sistemas criam um ambiente sonoro mais realista usando tweeters montados nas laterais do painel de instrumentos, refletindo o som do para-brisa. O sistema de oito alto-falantes adiciona um tweeter central, um subwoofer montado na área do bagageiro e um amplificador mais potente.

UX 250h: Nova geração de condução híbrida Lexus


Lexus UX 250h F-SPORT

A Lexus, líder mundial em veículos híbridos de luxo, usou sua larga experiência em motorização híbrida com o desenvolvimento da quarta geração do sistema Lexus Hybrid Drive. Com 181 cv de potência combinada, o UX 250h alia alta eficiência energética a desempenho. Este híbrido proporciona uma condução arrojada com alta velocidade de resposta e uma sensação de aceleração suave e natural. O UX 250h está disponível com tração dianteira.

Este sistema híbrido combina o novo motor a gasolina de quatro cilindros de 2.0L acoplado a um motor elétrico em um transeixo híbrido de nova geração mais compacto, mais leve e com menos atrito interno do que os sistemas híbridos anteriores da Lexus. Comparada ao híbrido Lexus de tamanho similar, a unidade de controle de potência do UX é mais poderosa e, ainda assim, 20% menor e 10% mais leve. 

O novo transeixo possibilitou a montagem de componentes do sistema híbrido em eixos separados, não em linha. O conjunto menor e mais leve reduz as perdas por atrito em 25% em comparação com os híbridos anteriores da Lexus. 

A otimização do nível de assistência do motor elétrico e das rotações do propulsor a combustão produz uma sensação de aceleração contínua sem que o conjunto tenha que operar em altas rotações. A velocidade do propulsor é sincronizada com a velocidade do veículo para criar uma sensação de aceleração imediata e contínua.

A transmissão Hybrid Transaxle oferece força de frenagem responsiva do motor em seis estágios com uma sensação de troca semelhante à transmissão manual, usando os paddle shifts - alavancas de troca de marchas no volante (versão F-SPORT) ou a posição S na alavanca de troca.

A localização da nova bateria leve e compacta de níquel-hidreto metálico (NiMH) e do sistema de resfriamento compacto abaixo do assento traseiro ajuda a maximizar os espaços da cabine e da área de carga e dá suporte ao baixo centro de gravidade do veículo.

Estilo F-SPORT


O pacote F-SPORT está disponível para o UX 250h. O sistema exclusivo de suspensão adaptativa variável (AVS) para o modo de condução Sport S+ aumenta a força de amortecimento para minimizar o rolamento em curvas ou mudanças de faixa, além de reduzir a força de amortecimento em linha reta para preservar a qualidade da direção. Inclui ainda molas específicas e barras estabilizadoras e um amortecedor de desempenho traseiro para uma condução mais refinada. Rodas de liga leve de alumínio de 18” com cinco raios duplos especiais para a versão são ainda mais rígidas do que as rodas das demais versões do UX, contribuindo para a capacidade de resposta e a agilidade da direção.

Dentre as características da versão F-SPORT destacam-se um design de grade exclusivo com um padrão de malha estilo “colméia” composto por peças individuais em forma de L, um exclusivo para-choque dianteiro com grandes faróis de neblina com molduras cromadas em forma de L e o mesmo padrão de malha da grade. Um para-choque traseiro diferenciado e um acabamento na cor jet-black nas molduras dianteiras e traseiras completam o visual F-SPORT.

Os recursos internos exclusivos desta versão incluem bancos dianteiros esportivos feitos com uma técnica de espuma integrada de suporte desenvolvida especialmente para os modelos Lexus F. Também fazem parte do pacote um volante F-SPORT revestido em couro, alavanca de câmbio com acabamento em couro, soleiras, pedais e apoio para os pés em alumínio com inserções de borracha para evitar que os pés escorreguem durante uma condução mais esportiva.

O UX F-SPORT possui um visor TFT LCD de 8”. O anel de medidor móvel, originado no supercarro LFA Lexus e presente também no cupê premium LC, possibilita que o conteúdo exibido seja facilmente alterado; pressionar um botão no volante move o anel para a direita e amplia a exibição de informações múltiplas.

A experiência de condução do UX F-SPORT pode ser melhorada com o Controle de Som Ativo (ASC), que gera o efeito auditivo de trocas de marcha ascendentes e redutoras como as de uma transmissão automática com engrenagens. 

Escolha o modo de condução


O Lexus UX 250h é equipado com o Seletor do Modo de Condução da Lexus, que permite ao condutor adaptar a experiência de dirigir escolhendo dentre quatro modos de direção.

O modo Normal proporciona o equilíbrio ideal entre o desempenho de condução e a eficiência de combustível; o modo ECO maximiza a economia de combustível em todas as condições de condução, suavizando a resposta do acelerador e controlando a operação do ar-condicionado; enquanto o modo Sport oferece uma resposta mais rápida do acelerador e uma sensação maior de direção assistida. O modo Sport S+ muda drasticamente a dinâmica da condução (exclusivo para a versão F-SPORT).

Cores tão únicas quanto o UX


O Lexus UX 250h 2019 conta com nove opções de cores para o mercado brasileiro. Dentre elas, uma foi desenvolvida exclusivamente para o UX e está disponível nas três versões – Dynamic, Luxury e F-SPORT: a Laranja Terra. Esta cor proporciona vivacidade e uma sensação de profundidade usando um processo de pintura de camadas múltiplas que combina uma de base vermelha com uma de mica de incidência amarela.

As outras cores que podem ser encontradas nas três versões são Cinza Mercúrio, Cinza Titânio, Prata Platinum e Preto Grafite. O UX 250h Dynamic e Luxury ainda contam com a opção Branco Sônico (perolizada), enquanto a F- SPORT possui as exclusivas cores Branco Super Nova, Vermelho Rúbio e Azul Olímpo.

Preços


Modelo
Versão
Preços (com pintura metálica inclusa)

UX 250h
F-SPORT
R$ 209.990,00
Luxury
R$ 189.990,00
Dynamic
R$ 169.990,00