terça-feira, 16 de julho de 2019

CONVERSA DE PISTA.
Por Wagner Gonzalez*

O FUTURO BATE À PORTA E O PRESENTE NAS RODAS


Silverstone renova contrato enquanto Max e Charles esquentam rivalidade


Mercedes novamente dominaram desde a largada, mas a corrida foi das mais disputadas Foto: Red Bull/Getty Images.

A saga do futuro da F-1 teve um segundo capítulo positivo e consecutivo no último fim de semana. Após dois anos de longas tratativas o circuito de Silverstone garantiu sua permanência no calendário da categoria e dois pilotos mostraram que uma rivalidade anunciada no kart está presente e consolidada no principal palco do esporte. Num mundo onde as mudanças acontecem com velocidade incrível, tais fatos são indicações saudáveis de que nem tudo está perdido.

Ameaça de Silverstone sair do campeonato termina em futuro promissor. Foto: Ferrari.

Quando adquiriu os direitos comerciais da F-1 de Bernie Ecclestone o grupo norte-americano Liberty Media começou a descobrir que a mão de ferro do antigo dono criou riquezas a um custo insustentável. De acordo com artigo publicado pelo jornal inglês The Guardian, o preço cobrado para realizar uma corrida em 2026 seria de £ 25 milhões, algo como R$ 125 milhões, contra os R$ 58 milhões cobrados em 2011 e os R$ 83 milhões pagos em 2017. Trata-se de uma contabilidade insustentável até mesmo em países de primeiro mundo e, pior, naquele que tem no esporte a motor uma significativa receita do seu PIB.

As negociações entre Chasey Carey, o executivo maior da Liberty Media, e David Grant, o presidente do British Racing Drivers Club (clube proprietário de Silverstone) foram longas e difíceis. Tentativas de transferir o GP britânico para um circuito montado nas ruas de Londres (algo que ainda pode acontecer, mas como GP da Inglaterra) e a pura e simples ameaça de extirpar o palco da primeira corrida da F-1, em 1950, fizeram parte desse processo que durou mais de dois anos. 

Ante o cenário de uma categoria com corridas pouco interessantes, declínio de audiência e ausência de novos fãs, a razão prevaleceu sobre a ganância e no fim de semana foi possível ouvir esta declaração de Carey: "Silverstone é uma grife do nosso calendário e, sem dúvida, um evento especial. Nossa primeira corrida aconteceu aqui, há 70 anos e o Reino Unido tem um lugar especial na F-1. Assegurar o futuro desta corrida é um alicerce para o futuro do esporte, e Silverstone é uma grande parte desse futuro."

Cabe perguntar se é tudo assim, tão bonito, por que as negociações foram tão longas? Certamente porque a Liberty Media demorou para entender que não poderia manter o mesmo estilo de negociação de Ecclestone, que nunca nutriu um grande amor por Silverstone, quem sabe por que no fundo sonhava em adquirir essa pista criada em torno de um aeródromo militar construído para a II Guerra Mundial. O lucro maior da continuidade do autódromo localizado no condado de Northamptonshire nos calendários até 2024, porém, é que os promotores de GPs mundo afora ganharam um presente único: já sabem que podem negociar a renovação de seus contratos em termos mais factíveis. Brasil, Espanha e México são alguns dos países que negociam a renovação de seus contratos atuais.

O que se viu domingo, na pista, poderia até mesmo obscurecer as consequências positivas dessa negociação, posto que Lewis Hamilton e Valtteri Bottas mais uma vez dominaram a corrida e ocuparam os dois lugares mais altos do pódio, nessa ordem -veja aquio resultado completo do GP da Grã-Bretanha. Ledo engano: o inglês usou de manhas e artimanhas para superar o companheiro de equipe e dois dos pilotos mais jovens do grid deram demonstração irrefutável que uma nova era de disputas começou.

Após a derrota para Max Verstappen no GP da Áustria, disputado há pouco mais de duas semanas, Charles Leclerc deixou claro que não será na pista que voltará a ser superado pelo adversário holandês: se foi novamente prejudicado pela estratégia equivocada da Ferrari no que se refere a parar para trocar pneus, o monegasco saiu no lucro quando Sebastian Vettel colidiu contra a traseira do piloto da Red Bull. Acabou completando o pódio e agora está a apenas três do seu companheiro de equipe na classificação do campeonato.

Corrida após corrida é Leclerc (D) quem mais se destaca entre os dois pilotos da Scuderia.  Foto: Ferrari.

Quem refletir sobre a colisão entre o Red Bull #33 e o Ferrari #5 certamente vai considerar se o alemão não vive o ocaso de sua carreira: desde o GP da Alemanha do ano passado Vettel tem se destacado mais por erros de pilotagem do que por ausência de vitórias e ultrapassagens dignas de um tetra-campeão que pintou como o único capaz de superar os recordes do compatriota Michael Schumacher. O que se tem visto nas pistas é que Charles Leclerc vai tomar seu lugar em uma bate-bate com Max Verstappen e que será Lewis Hamilton o novo recordista de números da categoria. Silverstone já garantiu presença no calendário do ano que vem, quando esta previsão poderá ser um fato consumado.

Hamilton, cada vez mais popular e próximo de quebrar todos os recordes da F-1 . Foto: Mercedes.


* Wagner Gonzalez é jornalista especializado em automobilismo de competição, acompanhou mais de 350 grandes prêmios de F-1 em quase duas décadas vivendo na Europa. Lá, trabalhou para a BBC World Service, O Estado de S. Paulo, Sport Nippon, Telefe TV, Zero Hora, além de ter atuado na Comissão de Imprensa da FIA. Atualmente é diretor de redação do site Motores ClássicosTwitter: @motclassicosFale com o Wagner Gonzalez: wagner@beepress.com.br.

Leia> Coisas de Agora

NORTE BUSS ATENDE NECESSIDADE DO TRANSPORTE PÚBLICO COM VOLKSBUS 9.160

Entregues pela Apta Caminhões e Ônibus, ônibus possuem configuração exigida pela SPTrans para transportar mais de 600 mil passageiros por dia.

Os passageiros do transporte coletivo urbano da zona Noroeste da cidade de São Paulo ganharam mais conforto e comodidade com novos modelos Volksbus 9.160 adquiridos pela empresa que opera o sistema nessa região. A Norte Buss Transportes adquiriu nove modelos com a configuração que atende os padrões exigidos pela SPTrans, empresa que gerencia o transporte público no município.

Os ônibus foram entregues pela Apta Caminhões e Ônibus, de São Bernardo do Campo, que oferece estrutura e padrão de atendimento personalizado. Além dos serviços regulares de oficina e de estoque de peças, a concessionária dispõe de pessoal qualificado e apoio exclusivo ao cliente com manutenção preventiva e corretiva.

A Norte Buss opera mais de 80 linhas e transporta cerca de 600 mil passageiros por dia na zona Noroeste (área 1 – verde claro) e zona Norte (área 2 – azul escuro). Fundada em 2015, a empresa faz parte do Consórcio Transnoroeste.

Volksbus 9.160 OD


Os modelos atendem as especificações determinadas ela Prefeitura de São Paulo, que visa, entre outros objetivos, aperfeiçoar as condições de segurança, conforto, acessibilidade, rapidez, economia de combustível e menor impacto ambiental no transporte público. Os Volksbus são equipados com carroceria Mascarello e possuem configuração robusta, agrega qualidade e confiabilidade já reconhecidas pelo mercado para atender às severas condições da aplicação, especialmente nas periferias dos grandes centros urbanos.

A Apta Caminhões e Ônibus é uma das mais modernas concessionárias de caminhões e ônibus da rede MAN Latin America/ Volkswagen. Possui unidades estrategicamente bem localizadas às margens da Rodovia dos Imigrantes, uma no planalto no Km 26 na junção com o Rodoanel e outra na Baixada Santista no KM 64. As concessionárias atuam com uma linha completa e sua estrutura se divide entre vendas de caminhões e ônibus, novos e usados, além de peças e assistência técnica. A Apta atende 39 municípios da Grande São Paulo e 11 do litoral paulista.

MARCOPOLO REFORÇA FOCO NA INOVAÇÃO COLABORATIVA EM NOVO ESPAÇO COM OURO E PRATA NO TECNOPUC

A Marcopolo, Ouro e Prata, Rodosoft e Innoscience inauguraram um espaço de Inovação dentro do TECNOPUC em Porto Alegre. O objetivo das empresas é co-criar, ou seja, unir cliente, fornecedor, colaboradores e parceiros para juntos desenvolver conceitos e novas maneiras de pensar soluções para as dores latentes do setor de transporte de passageiros. 

“Temos percebido a necessidade de oferecer cada vez mais soluções de serviços aos passageiros, pensando na experiência e jornada do usuário e por isso, estamos focados em construir isso juntos. A Ouro e Prata é parceira de longa data na geração de inovações, portanto acreditamos ser uma ótima oportunidade de colaboração juntamente com os outros parceiros, além de participar do ecossistema do Tecnopuc.” comenta Petras Amaral Santos, Head de Inovação da Marcopolo.

O Tecnopuc foi escolhido por ser um ambiente colaborativo, com um DNA e ecossistema de inovação, já que lá é possível interagir com startups, o corpo acadêmico local e usufruir de todos os benefícios desse lugar para criar soluções e oportunidades de negócios para o segmento de transporte rodoviário a partir de novas tecnologias.

O parque tecnológico da PUCRS respira inovação por meio de uma ação simultânea entre academia, instituições privadas e governo e abriga atualmente mais de 130 empresas como, por exemplo: Apple Developer Academy, Santander Getnet, Globo.com,  Hawlett Packard, INPI,  Johnson&Johnson, Microsoft Innovation Center, Petrobras, PGQP, Oracle, Sicredi, Telebras, Thyssenkrupp, TOTVS, Uol Edtech, entre outras.

Marcopolo

Com sede em Caxias do Sul, no estado do Rio Grande do Sul, Brasil, a Marcopolo é uma das maiores fabricantes de carrocerias de ônibus do mundo. Possui 11 fábricas no Brasil e em vários continentes, e seus ônibus estão presentes em mais de 100 países.

A marca se consolidou pela tradição de qualidade e inovação de seus produtos, concebidos para atender as necessidades dos clientes e as demandas dos mercados onde atua. Atualmente, a Marcopolo é referência no desenvolvimento de soluções para o transporte coletivo em todo o mundo.

Ouro e Prata

O Grupo Ouro e Prata é referência em inovação no transporte de passageiros, em especial através da Viação Ouro e Prata. Está entre as 50 empresas mais inovadoras da região sul, integra o ranking da 15ª edição Campeãs da Inovação realizado pelo Grupo Amanhã em parceria com o IXL Center, sendo considerada líder no setor de transporte e logística e apontada como a empresa mais inovadora de sua categoria.

Em 2018 recebeu o Prêmio Inovação pela Revista ANTP/ABRATI e também foi considerada uma das 100+ Inovadoras no uso de TI em três edições, pela Revista IT Mídia em parceria com a consultoria PWC.

A empresa hoje atende mais de 200 destinos nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins e Pará. Com sede em Porto Alegre/RS, transportou mais de 3,5 milhões de passageiros em 2018 , em todo o Brasil. É considerada uma das maiores empresas do ramo de transportes rodoviários de passageiros do estado do Rio Grande do Sul, empregando cerca de 1.100 funcionários.

Rodosoft

Desenvolver sistemas e fornecer soluções informatizadas para o segmento de Transporte Rodoviário de Passageiros é o negócio da Rodosoft Tecnologia, que desde 1989 é referência em gerenciamento de sistemas para estações rodoviárias e empresas de transporte de passageiros.

Atendendo mais de 200 estações rodoviárias no estado do Rio Grande do Sul, foi responsável pela emissão de mais de 50 milhões de bilhetes de passagem no ano de 2018. Também foi das  primeiras empresas a homologar a emissão do Bilhete de Passagem Eletrônico (BP-e) no Brasil.

Innoscience

A Innoscience é uma consultoria em inovação e estratégia, fundada por Felipe Ost Scherer e Maximiliano Selistre Carlomagno. Reconhecidos pelo desenvolvimento de ferramentas como Octógono da Inovação, Matriz de inovação e Melhoria e Innovation Scorecard publicados nos livros Gestão da Inovação na Prática e Práticas dos Inovadores têm como premissa que as empresas mais inovadoras apresentam melhores resultados do que seus concorrentes.

VOLKSWAGEN CAMINHÕES E ÔNIBUS OFERECE SERVIÇO PIONEIRO PARA APOIAR GESTÃO E REDUÇÃO DE CUSTOS


A VW Caminhões e Ônibus completou seu primeiro ano com a oferta de um serviço pioneiro: o de consultoria de frotas de ônibus. Oferecido gratuitamente a clientes interessados, o atendimento tem como objetivo prover uma solução completa de transporte, acompanhando não apenas a parte técnica do produto mas também a gestão da frota e garagem em sua amplitude.

Até o fim deste ano a empresa atenderá 20 clientes de todo o Brasil, em modalidades de consultoria que envolvem tanto monitoramentos regulares, que abarcam a análise de todos os processos e contam com visitas periódicas, quanto assessorias técnicas pontuais, com focos específicos.

Entre as primeiras a aderir ao programa de consultoria de frota estão Trevo e Restinga, duas das empresas responsáveis pelo transporte urbano de passageiros em Porto Alegre (RS). E com pouco mais de seis meses do trabalho de consultoria, o diretor Régis Born conta já perceber a diferença, que inclui redução de custos.

“Trata-se de um trabalho muito qualificado, que mapeou os processos administrativos de nossas empresas e trouxe melhorias. Em pouco tempo, isso se traduziu em alta na produtividade, racionalização de serviços e baixa nos custos de peças e acessórios de 20%. Isso graças à consultoria prestada pela VWCO, combinada a uma série de outras mudanças internas. E esse é apenas o começo”, conta Born.

Juntas, as empresas Trevo e Restinga têm mais de 280 ônibus urbanos e transportam cerca de 3 milhões 280 mil passageiros por mês, em média. E de acordo com o cliente, está em melhoria contínua desde o início da consultoria. “Todo o trabalho é feito de forma muito próxima, com sugestões, balanços periódicos e todo o conhecimento da VW, o que sem dúvida se aliou de forma muito positiva aos 60 anos de história de nossa empresa.”

Itamar Lopes dos Santos, consultor de frotas da VW Caminhões e Ônibus, realiza esse trabalho nas empresas Trevo e Restinga. “Nosso foco foi a otimização dos processos, racionalização de recursos e aprimoramento do diagnóstico e da técnica empregada objetivando maximizar a confiabilidade da frota”, comenta.

Dentre as ações implementadas estão a customização do plano preventivo de manutenção, apoio à telemetria da frota com propostas de parâmetros operacionais e técnicos de monitoramento, realização de workshops sobre liderança eficaz, linha de diagnóstico e estruturação de plano de ação, e adoção de práticas preditivas, entre outros, nesta etapa da consultoria.

Pioneirismo com monitor de ônibus


Itamar dos Santos sabe bem como é atuar em atividades pioneiras da VW Caminhões e Ônibus: foi o monitor de ônibus número 1, que encarou, há 26 anos, o desafio de acompanhar os veículos na garagem de cada cliente.

Hoje, 76 profissionais atendem cerca de 22 mil veículos por ano, mais de 570 mil Volksbus monitorados ao longo de 26 anos, desde o lançamento dos primeiros chassis de ônibus Volkswagen. Por isso, o cliente de ônibus Volkswagen já sabe que pode contar com esse acompanhamento de frota desde a aquisição de um Volksbus até mesmo após o período de garantia, com acompanhamento operacional de manutenção.

Volkswagen Caminhões e Ônibus
Comunicação Corporativa

Leia> Coisas de Agora

NEOBUS DESENVOLVE MODELO ESPECÍFICO PARA SERVIÇO SUPLEMENTAR DE BELO HORIZONTE


A NEOBUS desenvolveu um novo modelo de micro-ônibus Thunder+ especificamente para o Programa Suplementar do transporte urbano de Belo Horizonte, MG, no qual a marca possui participação expressiva no sistema. Os veículos, em diferentes configurações e motorizações, atendem aos padrões da BHTrans.

Os micros Thunder+ do Programa Suplementar BH podem ser montados em chassis Agrale, Mercedes-Benz e Volkswagen. O veículo tem 9.000 mm de comprimento, 20 poltronas estofadas com encosto alto no salão de passageiros e espaço para cadeirante. Com duas portas do lado direito e elevador para pessoas com mobilidade reduzida na porta dianteira, contam ainda com sistema de insufladores climatizantes para melhor ventilação interna do carro, iluminação interna e externa em LED, e itinerários eletrônicos, além de sistema de monitoramento interno por câmeras, com preparação para quatro câmeras de vídeo.

Segundo Douglas Cristiano Pessoa, supervisor nacional de vendas da NEOBUS, a marca vem trabalhando para oferecer soluções eficientes e competitivas, de acordo com a necessidade de cada mercado. “Nosso objetivo é oferecer a melhor relação custo-benefício, com elevado padrão de qualidade, e fortalecer a nossa rede de pós-venda e de serviços para melhor atender nossos clientes”, destaca o executivo.

Foto: Giovanni Boff

segunda-feira, 15 de julho de 2019

LINHA HILUX E SW4 2020 CHEGA AO MERCADO COM NOVOS ITENS DE SEGURANÇA E MAIS EQUIPAMENTOS NAS VERSÕES DE ENTRADA


A Toyota lança a nova linha 2020 dos modelos Hilux e SW4, líderes de vendas absolutos em suas categorias no Brasil. A principal novidade está nos itens de segurança, com uma lista de equipamentos adicional, tornando os dois produtos entre os mais seguros de suas respectivas categorias.

A partir de agora, todas as versões cabine dupla da Hilux e toda a linha SW4 passam a contar com airbags laterais e de cortina, que se juntam aos dois frontais e de joelho para o motorista, totalizando sete bolsas infláveis. Além disso, as versões SR e Standard da Hilux recebem também controle de estabilidade (VSC), controle de tração (TRC) e assistente de partida em rampa (HAC), enquanto a versão SR a diesel também passa a contar com assistente de descida (DAC), equipamentos presentes somente nas versões topo de linha do modelo até então.

Outros dois novos itens de segurança de série também foram adicionados: as versões GR-S, SRX, SRV e SR, movidas a diesel ou flexfuel, ganharam travas de rodas, enquanto as versões GR-S, SRX e SRV ainda ganharam trava do estepe, garantindo maior segurança contra furtos e roubos.

Os novos itens de segurança colocam a Hilux e a SW4 entre os modelos mais seguros de suas respectivas categorias. Além disso, a Hilux passa a ser a única picape média a contar com sete airbags desde as versões de entrada. As melhorias visam cumprir integralmente com os novos e mais exigentes requisitos dos protocolos de segurança da região.

A linha 2020 da Hilux conta com 12 versões disponíveis, que serão oferecidas para o consumidor com o preço final entre R$ 119.940,00 a 214.690,00. Já a SW4 possui seis versões que variam entre R$ 161.590,00 e 279.990,00.

Novidades na central multimídia



Outro destaque é a nova central multimídia no painel da picape e do SUV médio, que nas versões GR-S, SRX e SRV terão agora uma tela de oito polegadas com as funções de Pinch Out, Pinch Close, e Flick. Com capacidade de reconhecer dois toques simultâneos, o equipamento agora permite, por exemplo, que os ocupantes possam aplicar a função de zoom em imagens e informações do navegador, além de manusear barras de rolagem em listas de músicas e arquivos.

O sistema de GPS integrado também recebeu aprimoramentos, com rotas mais precisas, pontos de referência em 3D para facilitar a visualização, além da ferramenta de configuração do destino mais simples, facilitando a navegação. A função de navegador está disponível em todas as versões cabine dupla da Hilux e todas as SW4, com exceção da Hilux SR e SW4 SR com câmbio manual.

Além das novidades e aprimoramentos, o equipamento também possui sistema de entretenimento de vídeo integrado ao painel com TV Digital, rádio, MP3 Player, câmera de ré com visualização na tela, conexão Bluetooth® com microfone localizado no console do teto e conexão USB e AUX, que são compatíveis com os sistemas Android e IOS de smartphones.

Em termos de conectividade, os modelos contam com o Miracast, conexão via Wi-Fi que espelha o conteúdo exibido pelo celular, incluindo aplicativos como Waze, Google Maps, YouTube e outros. Além disso, contam também com o MirrorLink – espelhamento do celular com conexão via cabo para alguns aplicativos pré-determinados (por motivos de segurança, as imagens dos aplicativos de navegação não serão exibidas quando o veículo estiver em movimento).

Design externo


Hilux



Desde o ano passado, a Hilux passou a contar com novo desenho frontal nas versões SRX, SRV e SR. O modelo incorpora desenho de grade hexagonal, traçada por três sólidas barras horizontais contornadas por um acabamento cromado. As alterações implicaram na remodelação do para-choque dianteiro, onde foram incorporados faróis de neblina, equipamento presente desde a versão SR.

Resultante das alterações, o design ficou mais enxuto e aerodinâmico. São 5.315 mm de comprimento, 15 mm menor em relação ao modelo anterior. Na altura, permanecem os 1.815 mm e os mesmos 1.855 mm de largura, assim como a distância entre eixos, de 3.085 mm.


SW4



A atual geração da SW4 passou a ter identidade própria de um SUV, de acordo com sua história e reputação. Ao descolar sua imagem derivada de uma picape (Hilux), o utilitário esportivo uniu inovação a um toque delicado de refinamento, que fundiu elegância e sofisticação ao DNA Toyota de Qualidade, Durabilidade e Confiabilidade.

Na dianteira, a grade cromada adota uma base contínua ao longo dos faróis com luzes de halogênio, com sistema “Follow me Home”, proporcionando ao veículo uma aparência moderna. O para-choque adota uma forma tridimensional bem definida com molduras cromadas, conferindo profundidade aos faróis de neblina.

As superfícies esculpidas dos para-choques dianteiro e traseiro são destacadas por um eixo que se conecta a toda lateral do SUV. As soleiras, os espelhos retrovisores com rebatimento elétrico, assim como a luz interna e de ignição visam facilitar o acesso ao veículo.

Motor e transmissão


Os modelos da linha 2020 da Hilux seguem equipados com motores diesel e flex. Veículos de motorização diesel vêm equipados com propulsor Toyota D-4D 2.8L 16V Turbo de 177cv de potência a 3.400 rpm, todas de tração integral.

As transmissões para os modelos diesel são automática de seis velocidades sequencial para as versões GR-S, SRX, SRV e SR e manual de seis velocidades para as versões Standard Power Pack, Standard Narrow, Cabine Simples e Cabine Chassi.

As versões flexfuel trazem o motor Dual VVT-i Flex 2.7L 16V DOHC, especialmente projetado para o mercado brasileiro. O grande diferencial é a tecnologia de duplo comando de válvulas variável (Dual VVT-i), que atua no gerenciamento dos sistemas de admissão e escape da câmara de combustão, otimizando a queima do combustível de maneira inteligente. As versões flex da picape média apresentam 163 cv de potência a 5.000 rpm, quando abastecidos com etanol, e 159 cv, também a 5.000 giros, com gasolina.

São três versões dotadas de transmissão automática de seis velocidades sequencial: SRV 4x4 Cabine Dupla, SRV 4x2 e SR 4x2. Há ainda opção de SR 4x2 de transmissão manual de cinco velocidades.

Preços


Modelo

Versão
Preço público sugerido
Hilux
DSL
GR-S Cabine Dupla 4x4
A/T
R$ 214.690,00
SRX Cabine Dupla 4x4
R$ 205.590,00
SRV Cabine Dupla 4x4
R$ 187.890,00
SR Cabine dupla 4x4
R$ 169.940,00
Cabine Simples STD Power Pack 4x4
 M/T
R$ 149.705,00
Cabine Simples STD NARROW 4x4
R$ 147.205,00
Cabine simples STD 4x4
R$ 130.360,00
Chassi cabine simples 4x4
R$ 126.200,00
FFV
SRV Cabine Dupla 4X4
 A/T
R$ 146.590,00
SRV Cabine simples 4X2
R$ 135.190,00
SR Cabine Simples 4X2
R$ 125.440,00
SR Cabine Simples 4X2
M/T
R$ 119.940,00
SW4
 DSL
SRX Diamond 7L
A/T
R$ 279.990,00
SRX 7L
R$ 268.890,00
SRX 5L
R$ 262.590,00
 FFV
SRV 7L
A/T
R$ 191.240,00
SR 5L
R$ 175.340,00
SR 5L
M/T
R$ 161.590,00

MERCEDES-BENZ REINAUGURA CONCESSIONÁRIO DE AUTOMÓVEIS EM CAXIAS DO SUL


A Mercedes-Benz reinaugura, nesta segunda-feira (15), o concessionário de automóveis Savarauto, da cidade de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, com o novo conceito de identidade corporativa da marca. A loja, que era localizada em Petrópolis, mudou para o Bairro Sagrada Família, próximo ao polo de concessionários da região. O espaço apresenta estrutura para a venda de todo o portfólio de automóveis da marca, além de oferecer atendimento de pós-venda. 

“É com muita satisfação que apresentamos mais um concessionário que vai além de um ponto de venda. Essa nova proposta oferece um espaço inovador de relacionamento, proporcionando uma experiência completa ao cliente. Seguindo esse posicionamento, continuaremos expandindo o conceito para a nossa rede”, afirma Holger Marquardt, managing director Marketing e Vendas Automóveis América Latina e Caribe.

Caxias do Sul é uma das cidades mais importantes da Serra Gaúcha e o segundo município mais populoso do estado. A região é um centro industrial reconhecido pela produção de vinhos, móveis, metais e calçados, além de exercer forte influência no mercado local. Levando em consideração esse contexto, a nova loja está localizada em um ponto estratégico para o seu negócio e conta com um ambiente mais amplo que proporciona uma experiência inovadora aos clientes. A Savarauto possui cinco pontos de venda no estado, considerando um em Caxias do Sul, Novo Hamburgo e Passo Fundo, e dois em Porto Alegre. 

Focado nas necessidades do cliente, o ambiente possui um design moderno e acolhedor. Além disso, o espaço proporciona diferentes formatos de atendimento, uma vez que o local não possui mesas de vendedores e o cliente decide onde será atendido. Os serviços de pós-venda e oficina também trazem novidades, com a recepção do cliente totalmente integrada ao showroom. 

“Caxias do Sul representa uma cidade importante para a operação e, acompanhando a tendência do mercado, estamos prontos para oferecer um atendimento exclusivo para os nossos clientes. O conceito é uma grande novidade para a região e, com ele, proporcionamos uma experiência diferenciada ao público”, comenta Leonel David Bortoncello, Diretor da Savarauto. 

Para comemorar a abertura da loja, e apresentar o novo conceito aos clientes da região, a Savarauto realizará um open week, das 8h às 19h, de 15 a 20 de julho, em seu novo espaço. 

Serviço
Savarauto 
Endereço: Avenida Rubem Bento Alves, 750
Bairro Sagrada Família  - Caxias do Sul
Telefone: (54) 3212-1700
Horário de atendimento: 
De segunda a sexta, das 8h às 18h30, e aos sábados, das 9h às 13h

VOLKSWAGEN CAMINHÕES E ÔNIBUS: A QUALIDADE QUE O CLIENTE EXIGE

A Volkswagen Caminhões e Ônibus não para de aprimorar suas operações para garantir a satisfação do cliente. E com esse objetivo novas atividades aumentam a eficiência nos processos com os fornecedores e na análise de peças, garantindo qualidade a seus produtos.

Ao todo, cerca de 100 testes são realizados de ponta a ponta na produção, envolvendo desde a análise de itens de segurança e chegando até a detalhes como a gestão do padrão de cores. Para isso, a fábrica conta com mais de 120 máquinas com tecnologia de ponta para realizar as mais diferentes avaliações.

Um exemplo é o equipamento de envelhecimento acelerado, chamado Xenotest, utilizado para ensaios de exposição acelerada à luz e intempérie, com uma grande semelhança à luz solar sobre a superfície da Terra. 


A radiação luminosa produzida permite que as amostras analisadas gerem, no período de um mês, resultado similar ao desgaste que o caminhão demoraria cerca de um ano para desenvolver na estrada. A montadora também conta com estufas que elevam a temperatura a 1.200°C e um microscópio capaz de aumentar imagens em até um milhão de vezes.

Desde o início do processo fabril, a vigilância é constante. Na armação das cabines, como em todas as outras etapas, cem por cento dos componentes são medidos na própria linha de montagem para garantir o padrão de solda e mais de 170 pontos são avaliados por robôs, que enviam a informação em tempo real para o laboratório de metrologia da fábrica.

Fortalecendo a excelência


Em outra frente, todos os fornecedores de peças e equipamentos seguem a estratégia desenvolvida pela montadora para que todos os produtos estejam alinhados de acordo com a qualidade que a fábrica assegura. Dessa forma, ajudam a promover o conceito de satisfação total desde a origem, e colocam as necessidades dos clientes em primeiro lugar.

“A Volkswagen Caminhões e Ônibus tem como valor o foco no cliente, preocupação com a sua satisfação e, para isso, assegura 100% de qualidade em seus veículos. Prova disso são esses investimentos constantes para prevenir e evitar qualquer falha”, afirma Célio Montanha, diretor da Produção e da Qualidade Assegurada da VWCO.

A parceria é forte em toda a cadeia da montadora para atingir o resultado máximo, segundo Rodrigo Lemos, supervisor de Qualidade de Peças e Desenvolvimento Fornecedores. “Analisamos todas as peças, utilizando novos equipamentos de corte, inspeção, análise e scanners de metrologia, identificando desde a origem. Todos os resultados são compartilhados com os fornecedores e outros setores da empresa para total transparência e alinhamento”, explica.

sábado, 13 de julho de 2019

VOLKSWAGEN CAMINHÕES E ÔNIBUS É VENCEDORA DO TOP OF MIND RURAL 2019

A Volkswagen Caminhões e Ônibus é vencedora da 22ª edição da pesquisa Top of Mind Rural 2019, na categoria “Caminhões Leves”. A pesquisa é realizada anualmente pela Revista Rural desde 1998 e premia a eficiência do trabalho de marketing realizado pelas principais empresas que atuam no agronegócio.

Foram realizadas mais de mil entrevistas entre agricultores e pecuaristas, das regiões Sudeste, Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte do país. O evento de premiação ocorreu em São Paulo e teve a presença de grandes nomes do agronegócio. O troféu entregue aos vencedores tornou-se um dos maiores e mais tradicionais prêmios do marketing rural brasileiro, reconhecido e respeitado por todo o segmento.

e/d: Wilson Ragusa, supervisor de Gestão de Contas Caminhões recebeu o troféu entregue por Vitor Domingues Albim , diretor de Digital Content da Revista Rural.

“Vencer a pesquisa do Top of Mind Rural 2019 é um importante indicador de que a VWCO está no caminho certo e que a marca tem alcançado o objetivo de atender os clientes deste importante segmento para o mercado, o agronegócio”, comenta Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

A pesquisa tem como objetivo obter respostas espontâneas, sem induzir o entrevistado, que é orientado a responder o primeiro nome que vier a cabeça em cada item consultado. O entrevistado é informado da não obrigatoriedade de responder todos os itens, podendo passar aqueles em que nenhum nome lhe venha a cabeça. Respostas muito demoradas também foram descartadas pelo entrevistador sem que o entrevistado tomasse conhecimento.


quinta-feira, 11 de julho de 2019

VW GOLF SEMINOVO TEM ÓTIMA ACEITAÇÃO NO MERCADO


O Volkswagen Golf é uma espécie de "herói de resistência" do segmento de hatches médios no Brasil. Em um mercado cada vez mais orientado para a aquisição de SUV´s novos e usados, o Golf possui seu público cativo, inclusive para as versões equipadas com câmbio manual. De acordo com os especialistas da 123carros, um dos principais canais web para comercialização de carros seminovos do país, o tempo médio para se revender um Golf, desde que em boas condições, é de 5 a 6 dias. A média do mercado é o dobro.

Que tal adquirir um VW Golf Comfortline 2015, com pouco mais de 48 mil km rodados, manual, na cor branca, por R$ 57 mil? E detalhe: esse exemplar selecionado pela 123carros está sendo oferecido no site da empresa por cerca de R$ 2 mil abaixo da tabela Fipe! Acesse o site da 123carros e conheça essa e outras centenas de alternativas. 

Como funciona?


Bastante difundida no ambiente virtual, a 123carros conta com públicos diversos e presença em todos os segmentos de preços de seminovos. Para trabalhar cada venda, a 123carros utiliza uma plataforma virtual de grande alcance em busca de eventuais compradores. Mas vai além: um algoritmo calcula o verdadeiro preço de venda de cada modelo, analisando diversos aspectos particulares de cada veículo, como quilometragem, cor, estado de conservação etc.

Caso o veículo exato que o comprador esteja procurando não exista momentaneamente à disposição pra venda, esse algoritmo oferece opções próximas ao carro que o comprador está pesquisando. Se a opção do comprador persistir pelo modelo específico, a 123carros também possui ferramentas para localizar o carro no mercado e, após atestar se seu estado de conservação atende às exigências de qualidade, promover a negociação.


123carros
e-Pincigher Comunicação Corporativa
Edu Pincigher
eduardopincigher@hotmail.com

Leia> Coisas de Agora