sábado, 28 de março de 2020

RENAULT PROMOVE DIVERSAS AÇÕES PARA AUXILIAR NO COMBATE AO CORONAVÍRUS


A Renault do Brasil, através do Instituto Renault, está desenvolvendo uma série de ações para ajudar a reduzir os impactos causados pelo coronavírus (Covid - 19), seja por meio da prevenção de novos casos ou do auxílio no tratamento de pessoas já infectadas. As ações se dividem nos níveis municipal, estadual e federal.


Municipal


Por meio das impressoras 3D do Creative Lab, laboratório de inovação da marca localizado no Complexo Ayrton Senna (PR), a Renault está produzindo máscaras utilizadas em atendimento hospitalar para entrega à Secretaria de Saúde de São José dos Pinhais (PR). 

Na quinta-feira (26) foram entregues as primeiras 28 unidades e na sexta-feira, mais 50 máscaras. As impressoras estão produzindo 24 horas por dia para garantir a entrega do maior número possível de equipamentos.

Estadual


A Renault do Brasil realizou nesta sexta-feira, a entrega dez veículos à Coordenadoria Estadual da Defesa Civil do estado do Paraná em formato de comodato. Os veículos, dos modelos Captur, Duster, Oroch e Master, serão utilizados em ações de combate ao vírus, por meio do transporte de donativos e insumos, do atendimento às famílias mais necessitadas e do apoio às ações de saúde, educação e segurança.

Federal


A Renault também está fazendo parte de uma campanha nacional organizada pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), para a manutenção de respiradores mecânicos que estão sem uso, com o intuito de ajudar no tratamento de pacientes com a Covid-19. Os equipamentos restaurados haviam sido descartados ou necessitavam de manutenção para viabilizar sua utilização.

Estão fora de operação no Brasil no momento mais de 3,6 mil ventiladores pulmonares, seja porque foram descartados ou têm necessidade de manutenção, de acordo com a LifesHub Analytics e a Associação Catarinense de Medicina (ACM).

Extensão da garantia


Além das medidas adotadas para auxiliar no combate e tratamento aos infectados com o coronavírus, a Renault também está trabalhando para oferecer mais tranquilidade aos clientes e garantir os direitos de seus consumidores. Ontem a montadora anunciou a extensão do prazo para a realização das revisões programadas, que garantem a manutenção do período de garantia do veículo.

Todas as revisões que venceram a partir do dia 10 de março, ganharam o novo prazo para serem realizadas, até 30 de abril. A data poderá ser novamente flexibilizada dependendo da duração das recomendações de quarentena.

Instituto Renault


Fundado em 14 de setembro de 2010, o Instituto Renault já impactou mais de 770 mil pessoas, atuando nos eixos de inclusão e mobilidade sustentável.  Criado há nove anos, o Instituto Renault tem como objetivo promover ações voltadas à sustentabilidade socioambiental, atuando em dois eixos: Mobilidade Sustentável e Inclusão.

No eixo Inclusão, além do Renault Experience a Renault apoia a Associação Borda Viva, para promoção do desenvolvimento social, da segurança alimentar para crianças e do empoderamento feminino por meio do empreendedorismo e da geração de renda. Cerca de 90 mil pessoas já foram atingidas pelas ações da Associação em parceria com o Instituto Renault.   

No eixo Mobilidade Sustentável, destaque para o Programa “O Trânsito e Eu”, de educação para segurança no trânsito, presente de forma permanente em oito municípios do país: Curitiba, São José dos Pinhais, Maringá e Arapongas, no Paraná; Pelotas (RS); além das cidades paulistas de São Bernardo do Campo, Santa Bárbara d’Oeste e São Paulo, capital. O programa também desenvolve ações itinerantes em parques, shoppings e eventos. Cerca de 230 mil crianças já foram impactadas pela iniciativa. No mesmo eixo, a Renault já comercializou cerca de 300 veículos 100% elétricos no Brasil a empresas que possuem projetos relacionados à mobilidade zero emissão.

Renault do Brasil

Leia> Coisas de Agora

sexta-feira, 27 de março de 2020

MOBILIDADE E O BEM COMUM EM TEMPOS DE ISOLAMENTO SOCIAL

O desafio é achatar, quase que simultaneamente, as curvas de contágio e óbitos e a da recessão econômica. A saúde, o bem-estar e a segurança das pessoas são a prioridade e estamos socialmente isolados. Mas qual é a dose correta desse remédio? E quantos serão os óbitos? Em número de vidas e na economia, uma vez que a maioria da força de trabalho não pode trabalhar de casa.

Qual a dimensão dos efeitos para a sociedade dessa paralisação e isolamento social e qual o tempo necessário para a recuperação?

O isolamento social é uma condição temporária, mas os estragos na economia e na vida de cada brasileiro podem ser definitivos. Saúde e economia não estão dissociadas, caminham juntas e são vitais para a população.

Ouça a opinião de José Carlos Secco no podcast "Muito Além de Rodas e Motores". 

Secco Consultoria de Comunicação

Leia> Coisas de Agora

quinta-feira, 26 de março de 2020

ZF INICIA FORNECIMENTO DA MAIOR VENDA DE ZF ECOLIFE FEITA EM 2019 PARA O MERCADO SUL-AMERICANO


A ZF América do Sul fornecerá 1.275 transmissões automáticas ZF EcoLife para o Sistema Integrado de Transportes de Bogotá, na Colômbia. No Brasil, os novos fornecimentos somam 435 transmissões automáticas, distribuídos em contratos com grupos de transporte coletivo.  A venda, realizada em 2019, foi a maior ao mercado sul-americano no período, registrado em todo o Grupo ZF.

De acordo com Silvio Furtado, diretor executivo de vendas para veículos comerciais e industriais da ZF América do Sul, em Bogotá, “os veículos farão o transporte público em ruas e avenidas atendidas pelo Sistema de Transporte Integrado da cidade”. A previsão é que a nova frota forneça 10 anos de serviços de transporte urbano, completando 300 quilômetros por dia na capital colombiana. Atualmente este sistema de transporte local registra entre 80 a 100 milhões de viagens por mês entre a operação de tronco (BRT) e a operação em ruas e avenidas. Somente em dezembro de 2019, esta última completou 33 milhões de viagens.

Além da ZF EcoLife, os novos ônibus em Bogotá são equipados com mais componentes ZF como terminais, hastes de reação, barra estabilizadora, braço de direção e amortecedores. Os novos veículos estão programados para entrar em operação ainda este ano.

Fornecimento inclui cidades de São Paulo e Curitiba


A transmissão automática ZF EcoLife, já presente na frota circulante na capital paulista, equipará mais 259 novos ônibus de dois grandes grupos em operação na cidade. Somente essas empresas que operam parte do transporte urbano na cidade de São Paulo conduzem, em diferentes regiões, cerca de 1,2 milhão de passageiros ao dia, em média, percorrendo 300 quilômetros diariamente.

Em Curitiba, cidade referência em mobilidade urbana, 69 novas transmissões automáticas ZF EcoLife foram fornecidas para equipar novos ônibus e reforçam a eficiência ambiental da frota de transporte coletivo da cidade.

ZF EcoLife traz características ideais para o transporte urbano


Em conjunto com o seu software exclusivo, a transmissão automática ZF EcoLife trabalha com uma distribuição de marchas de seis velocidades que leva a um regime de torque mais econômico para o motor. Com a tecnologia, a economia de combustível é da ordem de 3 a 6%, dependendo da aplicação, frente às transmissões automáticas disponíveis no mercado, com ganho ambiental relacionado à redução do uso de combustível. A troca automática e inteligente de marchas da ZF EcoLife permite ainda ganhos em conforto.

A ZF EcoLife também conta com o sistema retardador primário mais eficiente em velocidades baixas, característica do transporte urbano, e por isso entrega uma redução sensível no desgaste dos freios, gerando consequentemente mais economia em peças e manutenção.

A troca automática e inteligente de marchas da ZF EcoLife é feita pelo Sistema Topodyn, que permite à transmissão se adaptar às características da topografia das rotas feitas pelos ônibus. “No caso especial do transporte de passageiros, seja em locais onde a topografia é acidentada ou em cidades onde o trânsito exige melhor desempenho da transmissão, esta é uma característica técnica muito adequada, pois entrega conforto aos usuários, que não percebem a troca de marchas durante os trajetos”, explica Silvio Furtado. Quando o veículo está em uma via plana, o TopoDyn seleciona automaticamente a característica de mudança mais econômica. Se o terreno ficar íngreme, o software adapta perfeitamente a seleção de pontos de mudança para a marcha apropriada.

As transmissões ZF EcoLife são atualmente produzidas em Friedrichshafen, Alemanha. De acordo com Silvio Furtado, 195 mil transmissões automáticas ZF EcoLife já foram produzidas globalmente pela ZF. A produção em série foi iniciada em 2007 na Alemanha, onde em 2019 foram produzidas 26 mil transmissões deste modelo. No Brasil, a ZF EcoLife equipa diferentes modelos de ônibus de diversas marcas, que estão em operação em 30 cidades.

ZF
MM Editorial

Leia> Coisas de Agora

quarta-feira, 25 de março de 2020

CONVERSA DE PISTA.
Por Wagner Gonzalez*

F-1 2020: CAMPEONATO CURTO, CARROS LONGEVOS

FIA adia mudança de regulamento e mais um GP é adiado


Alternativa para o GP do Bahrein teve repercussão modesta. Foto: Formula1.com.

As consequências da COVID-19 seguem em ascensão no que diz respeito às atividades do automobilismo: até a manhã de hoje o Campeonato Mundial de F-1 corre o risco de começar com o GP do Canadá se as autoridades desse país permitirem que o evento aconteça no dia 14 de junho. Após o cancelamento do GP de Mônaco, divulgado na última sexta-feira, dias após ter sido anunciado como adiado, a etapa seguinte do calendário, o GP  do Azerbaijão , segue pelo mesmo caminho: prevista para acontecer no dia 7 de junho, a corrida também foi adiada e não tem data para acontecer. Ontem o prefeito de Toronto declarou estado de emergência na cidade e não será surpresa que a medida se estenda a Montreal, onde está localizado o circuito Gilles Villeneuve, local do GP canadense, originalmente a etapa seguinte à de Baku.


Data do GP do Brasil segue firme


No fim de semana surgiram nas mídias sociais propostas de calendário onde o GP do Brasil aparece adiado em uma ou duas semanas, com os GPs do Vietnam e de Abu Dhabi acontecendo duas e três semanas após a prova de Interlagos, respectivamente. A assessoria de imprensa da corrida brasileira, porém, confirma que por enquanto a data de 15 de novembro continua valendo. Já o GP do Bahrain, que deveria ter acontecido no último fim de semana e oficialmente foi adiado, não aparece na relação. No lugar dessa prova a Liberty Media, empresa que detém os direitos comerciais, anunciou a disputa de um GP virtual usando o game F1 2019 PC video game, desenvolvido pela Codemaster. Ironicamente, o vencedor foi um piloto...chinês, Guanyu Zhou, que pertence à academia de pilotos da Renault e que este ano deverá disputar a temporada de F-2. Veja aqui um resumo de como foi essa corrida virtual que teve metade da distância do GP real.

McLaren confirmou que em 2020 trocará motor Renault por Mercedes. Foto: McLaren.

As consequências econômicas do atraso provocado pelo CoronaVírus já provocaram atitudes compensatórias paras as equipes de F-1: a Federação Internacional do Automóvel (FIA) anunciou que a mudança de regulamento que estava prevista para acontecer no ano que vem foi postergada para 2022. A medida permite adequar o fluxo de caixa das equipes ao permitir que, muito provavelmente nas equipes menores, os carros atuais sejam usados por dois anos com modificações pontuais. Projetos cujos custos são normalmente amortecidos durante uma temprada de 22/23 etapas, faz muito sentido que sejam utilizados pelo equivalente a uma temporada e meia. Isso deve postergar a construção de novos carros, projetos que poderão ser desenvolvidos com mais tempo e usando menos recursos, algoo ideal para a reodelaçao financeira que o mundo vai viver após a pandemia da CODIV-19. A clássica exceção à regra fica por conta da McLaren, que anunciou que substiuirá a Renault pela Mercedes a partir do ano que vem, o que deve provocar grandes mudanças no carro atual, ainda inédito em competições.

Chase Carey espera que campeonato comece durante verão europeu. Foto: Red Bull-Getty Images.

Segundo Chase Carey, presidente da empresa Formula 1 (subsidiária da Liberty Media), o campeonato ainda não tem data para começar, “mas antecipamos que terminará depois da data inicialmente prevista, 29 de novembro, sendo que a sequência e datas originais pra as provas serão revistas. Reconhecemos que há potencial significativo para novos adiamentos  mas nós e nossos parceiros esperamos que a temporada comece durante o verão europeu (equivalente ao período de inverno brasileiro  e tenha um calendário revisado entre 15 e 18 provas." Declarações sensatas,  porém, com um calendário otimista.


* Wagner Gonzalez é jornalista especializado em automobilismo de competição, acompanhou mais de 350 grandes prêmios de F-1 em quase duas décadas vivendo na Europa. Lá, trabalhou para a BBC World Service, O Estado de S. Paulo, Sport Nippon, Telefe TV, Zero Hora, além de ter atuado na Comissão de Imprensa da FIA. Atualmente é diretor de redação do site Motores ClássicosTwitter: @motclassicosFale com o Wagner Gonzalez: wagner@beepress.com.br.


NOVA SEDE DA DISTRIBUIDORA DA MARCA TAKAO PRETENDE TREINAR 8 MIL APLICADORES EM 2020


Ao celebrar 11 anos de atuação no mercado, a Goop, uma das maiores distribuidoras de autopeças do país e responsável pela marca Takao, transferiu-se para uma nova sede, muito maior, com o objetivo de acomodar sua equipe e também aprimorar o treinamento dos aplicadores e clientes da Takao. 

Situada no coração da Vila Maria (zona norte da capital), a empresa instalou-se em um prédio de mais de 2.500 m2 perfeitamente preparado para receber os 8 mil aplicadores que quer treinar em 2020. Desde o início, a pauta para o arquiteto responsável pela obra foi bolar um espaço apropriado para acolher clientes e reparadores, proporcionando diversos módulos de treinamento e convivência.

Dos mais de 6 mil aplicadores que receberam algum tipo de treinamento em 2019, dos mais variados módulos de aprendizado, a intenção é ampliar esse número para 8 mil neste ano. Apaixonada por motores, a Takao entende que uma de suas missões é compartilhar esse conhecimento com os mecânicos, razão pela qual a nova sede precisaria acompanhar a nova demanda. E foi feito.

Além de um espaço amplo de convivência, mais um auditório para 150 espectadores, a distribuidora preparou diversas salas de treinamento espalhadas pelos quatro andares do novo edifício.

Por ser a única marca do mercado nacional que possui todas as peças de reposição de motores, a Takao caprichou no acervo de atrações em sua casa para proporcionar maior aprendizado e entretenimento aos aplicadores, tendo sempre o motor como "astro principal":

1) Motor em vista "explodida", preso por cabos, sobre o capô de um show car de F1 (carro bolha);

2) Montagem em motor através de realidade virtual, onde, por intermédio do apoio de tecnologia de última geração (óculos especialmente desenvolvidos para essa finalidade), o aplicador poderá montar um motor de forma divertida e inovadora;

3) Exposição do primeiro Motor V8 de um Ford do Brasil, de 1932, totalmente restaurado com peças da Takao. Nele é possível ver como acontece o processo de combustão;

4) Motor sob a forma de "chopeira". Isso mesmo! É um motor completo que recebeu torneiras de chope para os happy-hours com os clientes.

Com um portifólio de peças de reposição de motores que abrange 92% de toda a frota nacional, com 16 mil itens distribuídos para 1.300 motores diferentes, a marca Takao possui pistões, anéis, bronzinas, juntas, comandos, válvulas e diversos outros componentes internos de motores. É a única empresa do mercado capaz de fornecer todos os itens de reposição para todos esses motores.

TAKAO
e-Pincigher Comunicação Corporativa
eduardopincigher@hotmail.com
+55 11 997-229-356

Leia> Coisas de Agora

terça-feira, 24 de março de 2020

SBCTRANS ESTÁ PRONTA PARA ATENDER DEMANDA DO TRANSPORTE COLETIVO DURANTE QUARENTENA

Objetivo é preservar a saúde e o bem-estar da comunidade e minimizar risco de contaminação e transmissão.

Para garantir o transporte seguro para os clientes que precisam se locomover durante o período de quarentena em São Bernardo do Campo, a SBCTrans anuncia uma série de ações. A operadora montou uma equipe com 80 profissionais de limpeza para atuar na higienização dos coletivos durante a operação das linhas, nos terminais e pontos de parada com maior movimento.

"Precisamos garantir o transporte seguro e dar tranquilidade a quem precisa se locomover neste período crítico para que os serviços essenciais não sejam prejudicados. Ao mesmo tempo, intensificamos as ações de higienização dos veículos, terminais e pontos finais para colaborar com a prevenção, com a saúde e o bem-estar da comunidade", destaca Milena Braga Romano, diretora executiva da SBCTrans.

A equipe da SBCTrans está trabalhando nos locais de maior concentração de pessoas, além de garantir a higienização em intervalos de tempo menores nos terminais, pontos finais e pontos de parada, como Praça Brasil, terminal rodoviário João Setti e Riacho Grande. É feita a limpeza dos balaústres, de toda a parte de cobrança do motorista, console, bancos e demais pontos de contato do ônibus.

Além disso, a empresa formou um Comitê de Gerenciamento de Crise, envolvendo diferentes áreas e proporcionou formação técnica para grupos de funcionários voluntários que estão atuando na intensificação dos serviços de higienização dos ônibus.

A SBCTrans também afastou 70 funcionários com 60 anos ou mais, entregou 1 mil frascos com álcool em gel para motoristas e cobradores e reforçou a quantidade de sabonete líquido em todos os 33 pontos finais. Para orientar e tranquilizar os colaboradores e seus familiares, a SBCTrans criou ainda um programa de comunicação interna para trazer informações sobre ações de prevenção e controle do contágio.

Fundada em 1998 na cidade de São Bernardo do Campo, a SBCTrans conta com uma frota de mais de 400 veículos, que oferecem conforto e segurança aos clientes. Considerada a melhor empresa de transporte público do Estado de São Paulo, tem como missão oferecer proximidade, facilidade e qualidade aos clientes.

SBCTrans
Secco Consultoria de Comunicação

Leia> Coisas de Agora

CARRO DE CORRIDA É COMO REVÓLVER NA MÃO DE CRIANÇA


Em 1963, com apenas três meses de habilitação e sem qualquer experiência prévia, Luiz Carlos Secco participou da primeira corrida de automóveis para jornalistas especializados, promovida pela antiga ABCAT - Associação Brasileira de Cronistas de Automobilismo.

O resultado foi um quase capotamento, com colisão do Renault 1093 com o barranco, no lado interno da curva do Sargento, e um sermão de Nelson Brizzi, chefe dos mecânicos da equipe Willys: "Eu recomendei muito cuidado e você não me ouviu! Não se lembra que eu disse que carro de corrida é como arma na mão de criança?"

Saiba mais sobre a aventura do jornalista Luiz Carlos Secco no podcast "Muito Além de Rodas e Motores". Acesse> http://soundcloud.com/user-645576547/carro-de-corrida-e-como-revolver-na-mao-de-crianca.

Secco Consultoria de Comunicação

Leia> Coisas de Agora

quinta-feira, 19 de março de 2020

BYD NO BRASIL FABRICA O CENTÉSIMO CHASSIS DE ÔNIBUS 100% ELÉTRICO A BATERIA


A BYD, pioneira no Brasil na fabricação de ônibus 100% elétricos movidos a bateria, produziu em março seu centésimo chassis. Instalada em Campinas, a linha de produção é responsável pela montagem de ônibus padron de piso alto (D9A), piso baixo (D9W), Midi Bus (D7M) e ainda em 2020 passará a produzir chassis para ônibus articulados de 22 metros, tanto de piso baixo, quanto de piso alto. A fábrica instalada em Campinas tem capacidade de produção de 720 chassis por ano, podendo se expandir para 1440 chassis por ano.

O presidente da BYD Brasil, Tyler Le, comemora a marca de 100 chassis. "Produzir 100 chassis de ônibus elétricos a bateria é algo grandioso no Brasil. A América Latina tem demonstrado em diferentes países que é possível eletrificar as frotas em busca da redução dos gases poluentes na atmosfera. No Brasil, a chegada dos ônibus à São Paulo na maior cidade do Brasil, é um marco desta expansão", afirma Tyler. Além de São Paulo, que tem hoje em operação 15 ônibus elétricos em uma só linha, já existem no Brasil ônibus 100% elétricos nas cidades de Brasília, Bauru, Campinas, Maringá, Santos e Volta Redonda.

Os ônibus elétricos, movidos a bateria de fosfato ferro lítio, representam um grande instrumento para a redução de poluentes locais e de gases causadores do efeito estufa. Na média, cada ônibus a combustão consome 90 litros de diesel em um dia de operação. Sendo assim, cada ônibus elétrico deixa de emitir 110 ton/ano de CO2 na atmosfera.

Além de não poluente e silenciosos, os ônibus elétricos são econômicos, tendo custo operacional 70% menor que um ônibus a diesel convencional. Na comparação com o diesel, o gasto com o abastecimento elétrico chega a ser equivalente 25% do que a de um veículo a diesel. Além disso, o número reduzido de peças em um veículo 100% elétrico reduz drasticamente a necessidade de manutenção, proporcionando maior disponibilidade do veículo em comparação ao convencional à combustão.

BYD
Fayal Comunicação
Assessoria de imprensa da BYD
Teresa Cristina Fayal
tcfayal@gmail.com
21 988-881-174

Leia> Coisas de Agora

quarta-feira, 18 de março de 2020

GENERAL MOTORS APRESENTA O NOVO CHEVROLET TRACKER


O Novo Tracker chega com potencial para liderar uma verdadeira transformação no segmento de SUVs. Isto porque o modelo da Chevrolet foi completamente atualizado e seu novo conjunto antecipa tendências nos quesitos mais valorizados pelo consumidor: design, segurança, conforto, conectividade e desempenho.

Muda também a estratégia, já que o Novo Tracker passa a ter maior oferta com o início da produção local. O modelo também amplia seu leque de configurações, permitindo competir nas faixas com maior demanda comercial. O desenvolvimento do novo SUV global da Chevrolet foi baseado desde em pesquisas de engenharia até estudos de inteligência de mercado, incluindo clínicas com clientes.

"O Novo Tracker é SUV de série. Inova por entregar tudo aquilo que o consumidor realmente valoriza, sem precisar fazer renúncias. Traz porte de SUV de verdade e oferece tecnologias que tornam o dia a dia bem mais prático e seguro, como o Wi-Fi e o alerta de colisão com sistema de frenagem autônoma de emergência", explica Carlos Zarlenga, presidente da GM América do Sul.

Para o executivo, a ampla base de clientes conquistados com os anos consecutivos de liderança da Chevrolet será fundamental para impulsionar as vendas do Novo Tracker, que começam nas mais de 500 concessionárias da marca pelo país.

O modelo conta ainda com outro importante argumento: é SUV Flex mais econômico. Tanto na cidade como na estrada, de acordo com o Inmetro.

O Novo Tracker chega com duas opções de motorização turbo (1.0T e 1.2T), duas opções de transmissão de seis marchas (manual e automática) e quatro opções de acabamento (versão de entrada, LT, LTZ e Premier).

Para a carroceria há um leque com sete opções de cores, incluindo a de lançamento Azul Power, exclusiva do modelo topo de linha.

Design com a mais pura essência de um SUV



O Novo Tracker mescla robustez, esportividade e elegância - tudo com muita personalidade. Começa impressionando pelo porte, já que o modelo cresceu em comprimento (12 mm) e na largura (15 mm), enquanto a altura foi ligeiramente reduzida para dar proporções mais contemporâneas.

"O Novo Tracker traz a verdadeira essência de um SUV, com um conjunto harmônico marcado por recursos de design que impressionam e fazem o carro parecer ainda mais imponente", destaca Hermann Mahnke, diretor de Marketing da GM América do Sul.

Começando pela lateral, é possível notar a silhueta extremamente dinâmica pautada pela aerodinâmica. Descendo os olhos, observa-se que o Novo Tracker ganhou uma terceira janela na coluna C, ampliando a visibilidade em manobras.
Pouco mais embaixo, há uma linha ascendente que conecta faróis, maçanetas e lanternas. Os vincos acentuam o estilo atlético que definem o design do SUV da Chevrolet. Também trazem um efeito de luz e sombra muito interessante com o propósito de valorizar a personalidade única do modelo.

A parte inferior da carroceria foi uma das que recebeu maior atenção dos designers. Ela reforça o aspecto de robustez do veículo. Toda a base dos para-choques, das portas e dos para-lamas contam com uma moldura escura que acentua a distância do veículo em relação ao solo. No centro, a peça é trabalhada com elementos tipo 3D típica dos veículos utilitários. Também tem caráter funcional, pois ajuda a proteger a lataria. Outro ponto marcante fica por conta do formato mais quadrado das caixas de roda.

A porção lateral costuma concentrar boa parte da força e da identidade de um SUV. Também por este motivo o Novo Tracker vem equipado com rodas de alumínio de série. Na versão Premier elas são de 17 polegadas com superfície usinada, fundo cinza metálico e aros "flutuantes" cromados para combinar com outros acabamentos em mesmo tom. As rodas trazem cinco parafusos para, além de maior poder de fixação, permitir uma perfeita harmonização.

O modelo também impressiona pelo seu aspecto tecnológico, destacado inicialmente pelos inéditos faróis Full LED. Seus projetores para luz baixa e alta têm poder de iluminação de duas a três vezes maior que sistemas tradicionais, o que se traduz em maior segurança. Os faróis trazem ainda luzes de condução diurna (DRL) e um inovador sistema de luz auxiliar lateral que amplia em 11% a área iluminada em manobras e curvas. A luz de sinalização dianteira também é de LED, fica no para-choque e se diferencia pelo formato verticalizado.

O Novo Tracker chega com a mais recente linguagem de design dos SUVs globais da Chevrolet. O capô é marcado por vincos para dar maior rigidez à peça. A grade superior é mais estreita e acomoda a gravata dourada, enquanto a inferior é mais larga para ajudar na refrigeração do motor, com destaque para o formato estilizados das aletas. Já na base do para-choque há um aplique em cor diferenciada.

Na versão Premier existem LEDs também nas lanternas traseiras, agora bipartidas. À noite, criam uma espécie de assinatura luminosa que facilita a identificação do veículo. Como cada uma das partes conta com múltiplos LEDs, o efeito luminoso é idêntico ao de veículos premium, agregando charme até mesmo quando apagadas.

A tampa traseira foi completamente redesenhada, seguindo o mesmo padrão estético das demais superfícies. Para valorizar os vincos da área central e o logo Chevrolet, o suporte da placa do carro foi deslocada para o para-choque, que acomoda ainda refletores, a luz de neblina e um extensor, que, como na parte dianteira e o rack de teto, vem pintado em cor diferenciada. São detalhes como estes que ajudam a acentuar o espírito aventureiro do carro.

Para aquele cliente que valoriza um toque de personalização ou quer enfatizar a personalidade SUV do Novo Tracker foi desenvolvido um pacote de acessórios com mais de 30 peças exclusivas.

Interior tecnológico, espaçoso e requintado



As maiores dimensões externas combinadas com o entre-eixos 15 mm alongado e a redistribuição dos elementos mecânicos refletiram em um maior aproveitamento do espaço interno. Outro aspecto que chama a atenção dos ocupantes é a combinação de formas, cores, materiais e texturas da cabine do Novo Tracker. O resultado é um ambiente extremamente aconchegante e de aspecto sofisticado.

Os traços horizontalizados reforçam a sensação de amplitude do painel, que está mais largo e foi levemente rebaixado para dar uma maior sensação de domínio da direção. O design da peça foi pensado para a melhor visualização dos instrumentos pelo motorista. A tela central de LCD de oito polegadas tipo pedestal, por exemplo, que é o grande protagonista e, assim como toda a porção central do painel, fica levemente inclinada para facilitar o acesso aos comandos.

O quadro de instrumentos é bastante moderno e de fácil leitura, concentrando as informações mais relevantes. O velocímetro e o conta-giros contam com grafismos exclusivos e ponteiros iluminados por LEDS. No meio há a tela de TFT colorida, que exibe o nível de combustível e quais ocupante traseiros estão ou não com o cinto de segurança afivelados. Ali fica também o visor do computador de bordo de até 14 funções, entre elas o indicador de distância do veículo à frente, o monitoramento da pressão dos pneus e o percentual da vida útil do óleo.

As partes que o motorista mantém maior contato receberam atenção especial dos designers. O principal deles é o volante, que garante boa empunhadura e permite ajustes de altura e profundidade. Sua base reta foi pensada para dar maior liberdade no embarque e desembarque, além de agregar esportividade.

O volante conta ainda com uma série de teclas. Nas do lado esquerdo ficam os comandos do limitador de velocidade e do controlador de velocidade de cruzeiro, enquanto que nas do lado direito estão os botões de atalho para o sistema multimídia e para o comando de voz.

O acabamento interno das portas está totalmente integrado com o do painel, com linhas e materiais que criam um aspecto de continuidade. Destaque para acabamento em dois tons (Preto JetBlack e Azul Captain) na versão Premier. Além da bela trama da cobertura dos alto-falantes, chama a atenção o puxador de porta de alça larga alusivo ao universo dos autênticos SUVs.

Assim como o volante, o apoio de braço do console central também é revestido com material agradável ao toque. À frente há porta-objetos com um interessante suporte para smartphones, que deixa o aparelho melhor encaixado para evitar ruídos de trepidação. A bela manopla da transmissão e o carregador wireless também ficam apoiados sobre o console central, que se estende até os comandos do ar-condicionado, da tecla que permite a desativação do sistema Stop/Start, e os botões das travas das portas e do assistente de estacionamento.

Logo acima ficam as saídas de ar do sistema de refrigeração, que contam com formatos personalizados e molduras em cinza acetinado no melhor estilo "high-tech".

Outro elemento de estilo marcante da cabine são os bancos extremamente confortáveis 



Os dianteiros são do tipo envolventes com apoios nas laterais e revestidos em material premium nas versões mais sofisticadas. Costura pespontada e detalhes personalizados típicos de produtos executados por artesões são exclusividades do modelo topo de linha Premier.

"No caso do Novo Tracker, optamos por um interior de linhas mais minimalistas, diferentemente do que observamos em outros SUVs. Ao mesmo tempo, os incertos do painel têm um padrão único desenvolvido para este carro que dão um toque especial", descreve Dagoberto Tribia, diretor global de Design de Interior do produto.


Os ocupantes traseiros também viajam com muito conforto. São igualmente beneficiados pelo aumento das dimensões, principalmente para a área das pernas (+74 mm), ombros (+46 mm) e cabeça (+19 mm). No Novo Tracker, os assentos são do tipo anfiteatro, ou seja, quem viajam atrás senta em um patamar mais alto para melhor visibilidade. O encosto de braço central é basculante e conta com porta-copos. A comodidade é complementada por compartimentos no dorso do banco dianteiro e nas laterais das portas. A variedade de formatos desses espaços garante a acomodação de objetos de diferentes como garrafas, eletrônicos, livros, brinquedos.

A sensação de espaço interno e de liberdade ganham uma outra dimensão com as janelas extras laterais e a opção do teto-solar panorâmico, que ampliaram a área envidraçada do carro em até 15%.

Outra grande evolução do novo SUV da Chevrolet está no compartimento de bagagem 30% maior. Ele se aproxima agora dos 400 litros de capacidade. Um recurso interessante é que a base agora pode ser ajustada em dois níveis de altura. No mais baixo, o usuário amplia a área de transporte em 36 litros. Já com a bandeja no nível mais alto, cria-se uma espécie de superfície plana quando o encosto dos bancos é rebatido, o que facilita a acomodação de objetos compridos ou pesados.

Segurança e comodidades sem concessões



O segmento dos SUVs compactos é o que mais cresce em volume, atraindo consumidores dos mais diversos perfis. Apesar de o estilo parrudo e do porte avantajado aparecerem como razões de compra, existem outras características valorizadas.

Enquanto clientes que migram de veículos de entrada costumam preferir SUVs mais econômicos e com bom desempenho, aqueles acostumados a automóveis de passeio maiores e mais confortáveis prezam por SUVs que ofereçam sofisticação e tecnologias inovadoras de segurança e conectividade.

De acordo com clínicas de mercado promovidas pela GM com consumidores, o Novo Tracker mostrou ser o único em sua categoria a oferecer um conjunto abrangente que atenda de forma equilibrada todos os quesitos mais desejados.

No caso dos SUVs da concorrência, os clientes consideraram ao menos um grave desapontamento, entre eles a falta de espaço para bagagens, acabamento interno, escassez de equipamentos de série, baixa performance do motor, desenho ultrapassado, rede de assistência técnica escassa.

"Os diferenciais do Novo Tracker vão além do design e do refinamento. O SUV da Chevrolet inova desde sua estrutura exclusiva, que contribui também para uma melhor dirigibilidade e, principalmente, segurança", diz Valério Domingues, engenheiro-chefe global do produto.

Aliás a estrutura do veículo é completamente nova. O modelo conta agora conta maior percentual de aços de alta resistência e mais uma série de tecnologias que contribuem para que o veículo tenha, no segmento, o mais abrangente pacote de itens de proteção aos ocupantes.

São seis airbags, cintos de segurança dianteiros com sistema de pré-tensionadores, controle eletrônico de estabilidade e assistente em partida em rampa de série em toda as versões, assim como recursos altamente tecnológicos que otimizam a performance do veículo.

O sistema de freios do Novo Tracker é um dos mais eficientes da categoria e conta com diversos recuros:

- Assistente de frenagem para situações de perda de eficiência por aquecimento. O carro é capaz de identificar potenciais situações de perda de eficiência de frenagem por aquecimento do sistema, como geralmente acontece em descidas de serra, quando a frequência e a intensidade de uso do equipamento é mais intensa. Neste caso, o veículo aumenta automaticamente a pressão do conjunto hidráulico para que o motorista não precise elevar demasiadamente a força de aplicação no pedal para realizar as frenagens.

- Mais um mecanismo interessante refere-se à atuação do sistema de freio em curvas. O veículo analisa constantemente a velocidade, a aceleração lateral e o ângulo de esterçamento do volante para otimizar a distribuição da força de frenagem em cada roda, aumentando a estabilidade e melhorando a dirigibilidade do carro inclusive em condições cotidianas de uso, antes de situações consideradas extremas, quando existe a necessidade de intervenção do sistema eletrônico de estabilidade.

- O veículo conta ainda com recurso que ajuda a manter a trajetória em frenagens em linha reta, podendo aplicar uma força específica em cada roda, compensando variações comuns de aderência da pista ou da distribuição irregular do peso de carga, por exemplo.

- Outra novidade é a opção do sistema de alerta de colisão com sistema de frenagem autônoma em caso de emergência para mitigar ou mesmo evitar acidentes. Um recente estudo interacional mostrou que este tipo de tecnologia é capaz de evitar até metade das colisões frontais de trânsito. Uma câmera localizada no alto do para-brisas faz o monitoramento visual, enquanto sensores ultrassônicos fazem a leitura a fim de detectar a aproximação de algum outro veículo à frente. Primeiro, o Novo Tracker tanta alertar o condutor por meio de um alarme sonoro e de um faixo luminoso que é refletido na base do para-brisas. Caso não haja qualquer reação do motorista, o sistema aciona automaticamente os freios.

O pacote de segurança do Novo Tracker ainda oferece alerta de ponto cego, sensores de estacionamento dianteiros, traseiros e laterais com indicação gráfica no computador de bordo e câmera de ré com linhas guias que projetam a movimentação do veículo conforma o ângulo de esterçamento do volante.

Outra tecnologia exclusiva do Novo Tracker no segmento é o serviço de telemática avançada OnStar. Ele foca em dois pilares: segurança e proteção.

Proteção, pois, caso o carro seja roubado, o sistema é capaz de localizar o veículo e até forçar a sua parada para auxiliar na recuperação por parte da polícia. Em relação a segurança, um dos serviços é o de resposta automática em caso de acidente. Numa batida com deflagração dos airbags, o carro irá enviar um sinal à central de atendimento para que faça contato com os ocupantes via um canal telefônico exclusivo e, se necessário, providencie socorro adequado.

O Novo Tracker também se diferencia pela extensa lista de itens complementares de conforto e comodidade -- muitos deles comuns apenas a veículos de categoria superior.

São itens que facilitam o dia a dia do usuário, como o assistente de estacionamento semiautônomo para vagas paralelas e perpendiculares. O sistema é capaz de girar o volante sozinho e ajudar a encaixar o veículo até mesmo em vagas mais apertadas. As instruções são passadas ao motorista na tela do veículo.

O conceito de "Smart SUV" se faz presente através do sensor de chuva, que aciona e ajusta automaticamente a intensidade de varredura dos limpadores conforme a condição climática e a velocidade de cruzeiro do veículo. Já o sensor crepuscular aciona automaticamente os faróis quando a luminosidade natural fica reduzida.

Ainda dentro dessa lógica de automação tem a chave inteligente. Ao se aproximar do carro, mesmo que com a chave dentro do bolso, o veículo identifica o usuário e permite o destravamento das portas e o acionamento da ignição por botão. A chave eletrônica é um item de série desde a versão LT e permite comandar remotamente a abertura e o fechamento das janelas.

O Novo Tracker também pode vir equipado com retrovisor eletrocrômico, no qual o espelho se escurece temporariamente para evitar ofuscamento da visão do motorista enquanto um veículo logo atrás trafega com a luz alta ou desregulada, por exemplo. O ar-condicionado digital está mais eficaz e pode ser comando pela tela do Mylink.

A melhor definição de performance



O desenvolvimento mecânico do Novo Tracker foi pautado pela melhor relação entre prazer ao dirigir, eficiência energética e baixo custo de manutenção. A fórmula encontrada pelos engenheiros da GM para alcançar este perfeito balanço foi o investimento em tecnologias inovadoras.

A dirigibilidade é fruto da adoção de uma arquitetura modular completamente nova e otimizada para as características do modelo. Apesar da carroceria estar maior, o carro ficou até 144 kg mais leve que a geração anterior, o que contribui bastante para os avanços em dirigibilidade.

O eixo traseiro agora tem perfil fechado e 8,5 kg a menos, trazendo maior controle dinâmico do veículo, enquanto uma estrutura avançada do chassi - inédita na categoria -- agrega maior rigidez e permite um ajuste mais fino da suspensão. Destaque também para a perfeita calibração da direção, que mescla esportividade e conforto em proporções que variam conforme a situação de rodagem.

Tudo isso se soma aos avanços no processo produtivo. O SUV passa a ser feito na fábrica da GM em São Caetano do Sul (SP) dentro já do conceito de Indústria 4.0, que agrega principalmente produtividade e qualidade na execução.

Em relação ao ponto da eficiência energética, o Tracker inova mais uma vez no que se diz respeito ao downsizing.

O novo modelo estreia com uma nova família de motores turbo que o deixam até 17% mais econômico. Índices que posicionam o modelo como o Flex mais econômico do seu segmento mesmo em condições combinadas de uso, apontam as médias do Inmetro.

São duas opções de propulsores ECOTEC três cilindros: 1.0T (16,8 kgfm e 116 cv) e 1.2T (21,4 kgfm e 133 cv), esta última disponível exclusivamente com transmissão automática.

Na configuração de entrada, com transmissão manual, o Novo Tracker mostrou rodar médias até 14,8 km/l (G) e 10,4 km/l (E) em perímetro rodoviário e até 13 km/l (G) e 9 km/l (E) em trechos urbanos, números impressionantes levando em consideração o tamanho do veículo. Com transmissão automática as médias de consumo do Novo Tracker 1.0T são 13,7 km/l (G) 9,6 km/l (E) e 11,9 km/l (G) e 8,2 km/l (E), respectivamente.

Já o modelo 1.2T percorre, na estrada, médias de 13,5 km/l (G) e 9,4 km/l (E). Na cidade, os números passam para 11,2 km/l (G) e 7,7 km/l (E).

Quanto ao comportamento em acelerações e retomadas de velocidade, o Novo Tracker 1.0T se destaca em relação a outros modelos turbinados ou a modelos até 1.8L aspirados. A aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 10,9s.

Para quem busca um SUV mais potente, a Chevrolet oferece o Novo Tracker 1.2T, que tem desempenho semelhante a rivais com motor 2.0L aspirados, por exemplo.

Outra vantagem dos motores do Novo Tracker é que eles trabalham numa faixa de rotação mais baixa, o que contribui para um maior silêncio a bordo. As duas opções de propulsores contam com o que há de mais atual em termos tecnológicos no segmento, como bloco de alumínio, cabeçote com duplo comando variável de válvulas, coletor de escape integrado, bomba de óleo de duplo estágio de pressão variável, além de diversos conceitos inovadores ou até mesmo inéditos na categoria:

- O volante do motor possui um sistema de dupla massa suspensa que absorve de forma mais eficiente as vibrações provenientes do motor para a transmissão;
- Correia dentada imersa em óleo de funcionamento mais silencioso que o sistema de correntes usado pela concorrência e igualmente livre de manutenção até 240 mil km;
- Optimização do virabrequim para que os pistões fiquem deslocados do centro dos cilindros para menor atrito da movimentação dos pistões.

Outro do segredo da excelente performance do Novo Tracker está no sistema avançado de gerenciamento eletrônico, que potencializa os resultados tanto na configuração manual como na automática.

"Enquanto a geração anterior atuava na faixa de preços mais alta do segmento, o Novo Tracker estreia configurações inéditas que, além de garantir uma cobertura mais ampla, o colocam na porção do mercado com maior perspectiva de crescimento", explica Rodrigo Fioco, diretor de Marketing de Produto da GM América do Sul.

"Os Novos Tracker 1.0T e 1.2T vêm para completar o portfólio de SUVs e crossovers da Chevrolet, que tem o Spin Activ7 (sete lugares) de um lado e o Equinox 1.5T e o 2.0T do outro. E para quem busca um 4x4 TurboDiesel temos o Trailblazer", completa.

Tendo em vista que o crescimento do segmento de SUVs compactos vem de modelos mais acessíveis e que o baixo custo de manutenção é um quesito relevante para este consumidor, a Chevrolet desenvolveu um produto pensado para ser o melhor neste ponto também.

O Novo Tracker, por ter uma família de motores mais compacta e eficiente precisa de menor quantidade de óleo e velas, por exemplo. Além disso, componentes mecânicos foram reposicionados e/ou otimizados para que o tempo necessário para a execução dos serviços fosse drasticamente reduzido. Tudo isso resultou em uma redução de mais de 20% no custo de manutenção do carro. Dessa forma, o Novo Tracker passa a ter valores de revisão programada até 60 mil km tão acessíveis como os de hatches populares.

O primeiro SUV com conectividade nível quatro



O Novo Tracker chega com um importante diferencial competitivo: é o primeiro SUV do mercado a alcançar o quarto nível de conectividade, o mais alto disponível até então. Lembrando que este é o quesito tecnológico que mais encanta o consumidor moderno.

A Chevrolet, aliás, liderou os três primeiros estágios evolutivos da conectividade, iniciado com o Bluetooth, depois com os multimídias compatíveis com Android Auto e Apple Car Play e mais recentemente com o sistema de telemática avançada OnStar, que permite, por exemplo, comandar funções do veículo através de aplicativo para smartphone.

Enquanto a maioria dos concorrentes está atingindo o nível dois de conectividade, o Novo Tracker passa a ser o primeiro em sua categoria a oferecer Wi-Fi embarcado. Com isso, o usuário não precisa usar o plano de dados pessoal para acessar a internet.

No caso do Novo Tracker, o sistema de internet de alta velocidade é nativo. Ou seja, faz parte da arquitetura eletrônica do veículo, permitindo atualizações remotas como já acontece com smartphones.

Outra vantagem é que a antena amplificada do veículo proporciona intensidade de sinal até 12 vezes superior em deslocamentos, além do máximo nível de segurança cibernética devido ao sistema genuinamente integrado ao veículo.
"Numa época em que as pessoas necessitam estar cada vez mais conectadas, o Wi-Fi muda completamente a experiência do usuário com o automóvel", diz Rosana Herbst, diretora de Serviços Conectados da GM.

O Wi-Fi da Chevrolet é uma parceria exclusiva com a Claro. Além dos 3 GB ou três meses de cortesia para experimentação, o cliente poderá adquirir futuramente planos de dados adicionais de 2 GB até 20 GB/mês.

Outra novidade do Novo Tracker é o aplicativo myChevrolet. Ele permite maior interação entre o usuário e o veículo. Pelo aplicativo é possível consultar informações do computador de bordo, entre elas o nível de combustível e a quilometragem, para calcular a proximidade de revisões.

Pelo myChevrolet App o usuário tem acesso a diversas funcionalidades, como a que proporciona relatórios por viagem, por dia, semana ou mês. Para quem deseja se aprimorar ao volante e dirigir de forma mais eficiente tem as dicas do Smart Drive. Funções do veículo também podem ser comandados por smart watch. Esta tecnologia está disponível para o Novo Tracker equipado com o sistema OnStar.

Alertas e diagnósticos do veículo, notificações de manutenção para a concessionaria e relatórios de condução inteligente são gratuitos durante os 10 primeiros anos de uso do veículo, caso o cliente assim prefira. Há ainda um pacote do OnStar com diversos serviços complementares, como:

- Auxílio para resgate em caso de acidente
- Assistência para troca de pneus, veículo emergencial e reboque do Road Service
- Auxílio na recuperação veicular em caso de roubo e furto
- Serviços de emergências
- Comandos remotos

Em relação a nova geração do multimídia MyLink, agora com tela ampliada para oito polegadas, vale destacar que ele está mais responsivo aos comandos, traz maior velocidade de processamento, novo layout, resolução gráfica superior, possibilidade de customização e novos menus, entre eles o que permite exibir informações do sistema de áudio e do telefone ao mesmo tempo.

Outra novidade é a possibilidade de pareamento simultâneo de até dois celulares por Bluetooth. O multimídia é compatível com os sistemas Android Auto e Apple CarPay para projeção de aplicativos, incluindo os principais de trânsito online e os de troca de mensagens, como o Whatsapp. Para evitar distrações, há comandos por voz.

Carregador sem fio para smartphones e duas saídas USB traseiras completam o pacote de conectividade ­do Novo Tracker.

General Motors América do Sul

Leia> Coisas de Agora