domingo, 16 de agosto de 2020

PAULO SALUSTIANO VENCE NA COPA TRUCK

Em Goiânia, a vitória na corrida 2 do segundo dia de disputas, válida pela 4ª etapa, compensou os problemas que o piloto da equipe Volkswagen teve na corrida de sábado.

Disputas acirradas, rodadas, batidas, caminhão pegando fogo e ultrapassagens, esse foi o cenário das duas corridas da Copa Truck, deste domingo, no  Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO). Mas Paulo Salustiano #55 (R9 Competições/SFI CHIPS) fechou o dia com uma bela vitória, após liderar desde o início, a segunda corrida e completar as 11 voltas em 20min50s172. O piloto da equipe oficial da Volkswagen fez também a melhor volta com 1min51s810.

"Muito gratificante poder levar uma vitória para casa! Conseguimos dar uma realinhada no caminhão e sanar alguns pequenos problemas que nos tiraram da corrida de sábado", afirma Salustiano que marcou 30 pontos para o campeonato.No dia anterior (15), o paulista teve problemas com a válvula do freio que o prejudicou na Corrida 1 e o tirou da Corrida 2. 

Mas, neste domingo, fez uma corrida de recuperação e pode mostrar toda sua técnica e o piloto rápido que é.  Na primeira corrida do dia queimou um radar que acabou prejudicando o resultado e terminou na 8ª posição, mas a vitória na segunda corrida não escapou de suas mãos, tanto que fez uma homenagem ao chefe da equipe, Renato Martins, que passou por uma cirurgia e não pode estar em Goiânia. "Prometi ao Renato que se vencesse dedicaria a ele essa vitória, como também para minha esposa", explica Salustiano.

No total, os pilotos enfrentaram uma maratona de quatro corridas – duas no sábado (3ª etapa) e duas no domingo (4ª etapa) – e também tiveram de driblar o forte calor goiano para não prejudicar o desempenho dos brutos na pista de 3, 835 metros de extensão com muitas curvas e retas. Sem a presença do público nas arquibancadas, a organização inovou ao criar um sistema de Drive In, com duas pessoas por carro, onde puderam também passar pelos boxes antes da largada deste domingo. No sábado, as duas corridas foram vencidas por Beto Monteiro, companheiro de equipe de Salustiano.

"Salustiano pode mostrar, neste domingo, o piloto fantástico que é com essa vitória. Hoje algo me dizia que o dia seria dele e estava certo! Estamos muito felizes por ter vencido e por representar tão bem a família SFI CHIPS no maior campeonato de caminhões da América do Sul", destaca Marcio Medina, diretor da SFI CHIPS, empresa líder no segmento de preparação eletrônica de veículos à diesel.

Trajetória no automobilismo



Paulistano, 36 anos, Paulo Salustiano é piloto profissional da R9 Competições/VW desde 2019. Começou no automobilismo em 2001. Competiu na Fórmula Renault, onde foi um dos mais vitoriosos na categoria, depois Fórmula 3. A partir de 2004 foi para Stock Car Light e conquistou um vice-campeonato até ir para a categoria principal do automobilismo nacional, a Stock Car, defendendo a equipe Full Time Sports. Em 2010 recebeu um convite para pilotar caminhões, quando trocou os carros pelos brutos e não parou mais. De lá para cá são oito temporadas competindo com os pesados. Já pilotou várias marcas e foi duas vezes vice-campeão na extinta Fórmula Truck pela ABF Mercedes-Benz (2015 e 2016) até chegar a piloto oficial da Volkswagen.

Saiba mais sobre a SFI CHIPS no www.sfichips.com.br.

Resultados Extra-oficiais Etapa 4 Copa Truck


Corrida 2
Paulo Salustiano (Volkswagen), 11 voltas em 20min50s172
Roberval Andrade (Mercedes), a 1s164
Wellington Cirino (Mercedes), 6s294
André Marques (Mercedes), a 9s673
Djalma Pivetta (Iveco), a 47s803
Evandro Camargo (Mercedes), 1min08s105
Glauco Barros (Volvo), a 1min16s332
Beto Monteiro (Volkswagen), a 2 voltas
Jô Augusto (Volkswagen), a 2 voltas
Daniel Kelemen (Mercedes), a 3 voltas
Não completaram 75% da prova
Fábio Fogaça (Protótipo), a 9 voltas
Luiz Lopes (Iveco), a 9 voltas
Débora Rodrigues (Mercedes), a 9 voltas
Pedro Paulo (Mercedes), a 10 voltas
Valmir Benavides (Iveco), não largou
Felipe Giaffone (Iveco), não largou
Rafael Lopes (Volkswagen), não largou
Raphael Teixeira (Protótipo), não largou
Adalberto Jardim (Protótipo), não largou
Alexandre Navarro (Mercedes), não largou
Melhor volta: 1min51s810, Paulo Salustiano (R9 Competições/SFI CHIPS)

Corrida 1
André Marques (Mercedes), 11 voltas em 21min38s975
Beto Monteiro (Volkswagen), a 0s692
Jô Augusto (Volkswagen), a 8s359
Roberval Andrade (Mercedes), a 8s589
Débora Rodrigues (Mercedes), a 9s657
Wellington Cirino (Mercedes), a 12s488
Pedro Paulo (Mercedes), a 24s866
Paulo Salustiano (Volkswagen), a 24s947
Djalma Pivetta (Iveco), a 26s499
Luiz Lopes (Iveco), a 31s002
Fábio Fogaça (Protótipo), a 44s194
Evandro Camargo (Mercedes), a 45s212
Daniel Kelemen (Mercedes), a 57s568
Glauco Barros (Volvo), a 1min03s001
Não completaram 75% da prova
Valmir Benavides (Iveco), a 7 voltas
Felipe Giaffone (Iveco), a 8 voltas
Rafael Lopes (Volkswagen), a 8 voltas
Raphael Teixeira (Protótipo), a 9 voltas
Adalberto Jardim (Protótipo), não largou
Alexandre Navarro (Mercedes), não largou 
Melhor volta: 1min49s164, Roberval Andrade

Classificação final da Segunda Copa (após 4 etapas)
Beto Monteiro, 68 pontos
Jô Augusto, 54
André Marques, 50
Wellington Cirino, 48
Djalma Pivetta, 44
Luiz Lopes, 35
Glauco Barros, 34
Roberval Andrade, 32
Paulo Salustiano, 30
Débora Rodrigues, 27
Rafael Lopes, 25
Evandro Camargo, 25
Felipe Giaffone, 18
Fábio Fogaça, 18
Adalberto Jardim, 14
Pedro Paulo, 13
Daniel Kelemen, 13
Valmir Benavides, 0
Raphael Teixeira, 0
Alexandre Navarro, 0

ANDRÉ MARQUES VENCE E AMPLIA PONTOS PARA A FINAL DA COPA TRUCK

A Segunda Copa da Copa Truck foi encerrada neste domingo, no Autódromo de Goiânia, com uma vitória e dois pódios para a equipe AM MotorSport, com André Marques ampliando sua pontuação para a Grande Final. As vitórias na pista goiana foram de André Marques, na corrida 1, e Paulo Salustiano, na corrida 2. Wellington Cirino conquistou o terceiro lugar na corrida 2. O título da copa ficou com Beto Monteiro.



"Foi uma etapa atípica por conta do clima que afetou demais os caminhões. Mas temos um equipamento confiável, que foi até o final. Conquistamos alguns resultados que nos mantém na disputa do título", avaliou André Marques.

Wellington Cirino esteve perto de ampliar a pontuação para a Grande Final após conquistar dois pódios neste final de semana.

"Passou perto, né? No sábado foi aquela loucura toda que acabou tirando pontos importantes, e hoje acabei tocado na corrida 1 e isso afetou o rendimento do caminhão. Consegui levar até o final das duas provas e conquistar o pódio. Acho que mostramos a força do equipamento para seguir em frente nas próximas", comentou Cirino.

Débora Rodrigues fechou o domingo com o caminhão bastante danificado por conta dos toques na corrida 2 e de ter o para-brisa destruído, obrigando-a a abandonar. Mesmo assim, ela sai de Goiânia com a sensação de que poderá brigar pela próxima copa.

"Tinha toda a condição de chegar e brigar pelos pódios. Isso é o que fica de positivo. Mas, infelizmente, tem gente que quer decidir na primeira curva e acaba com a corrida de todo mundo. Vamos focar para a próxima", comentou Débora.

A equipe AM Motorsport utiliza os caminhões Mercedes-Benz, com o patrocínio da Cresol e Cerveja Império. O apoio do Mercedes Club, Unimed/Beltrão, Nino Faróis, Gelog Transportes, YPF Brasil, Goiás Caminhões e Rodoviário Crismara.

Como foi?


Vitória na corrida 1 garantiu mais pontos para André Marques.


Corrida 1
O time da AM Motorsport teve uma boa largada, mantendo as posições. André Marques, ainda na primeira volta, ganhou duas posições antes da entrada do Safety Truck logo no final da primeira volta por conta de óleo na pista. Na relargada, Débora Rodrigues manteve a terceira posição, com André Marques em quarto e Cirino em sexto, mesmo tomando um toque que danificou a traseira.

André Marques assumiu a liderança da prova após a penalização por queima de radar para Roberval Andrade e a saída de Felipe Giaffone por problemas mecânicos.
Débora Rodrigues duelava logo atrás com Jô Augusto e Beto Monteiro. Pouco depois, a musa da AM Motorsport trocou tinta com Roberval Andrade e Jô Augusto. Na última volta, André Marques precisou segurar Beto Monteiro para garantir a vitória para o time da estrela prateada.

Corrida 2
A largada da corrida 2 foi tensa para Débora Rodrigues, que sofreu um toque na curva 1, rodou e acabou sendo atingida de frente Jô Augusto. Cirino largou bem e assumiu a segunda posição, enquanto André Marques pulou para a quarta posição.
Na volta quatro, Débora Rodrigues precisou abandonar por questões de segurança, já que estava com o para-brisa quebrado.

Aos poucos, a prova foi ficando com os caminhões mais espaçados e os pilotos da AM trataram de manter posição, com Wellington Cirino, em terceiro, e André Marques, na quarta posição.

Classificação Grande Final *extra-oficial
1º - Beto Monteiro, 24 pontos
2º - André Marques, 16 pontos
3º - Jô Augusto, 10 pontos
4º - Wellington Cirino, 10 pontos

Classificação Segunda Copa*extra-oficial
1º - Beto Monteiro, 68 pontos
2º - Jô Augusto, 54 pontos
3º - André Marques, 50 pontos
4º - Wellington Cirino, 48 pontos
5º - Djalma Pivetta, 44 pontos
6º - Luiz Lopes, 35 pontos
7º - Roberval Andrade, 32 pontos
8º - Paulo Salustiano, 30 pontos
9º - Débora Rodrigues, 27 pontos
10º - Evandro Camargo, 25 pontos

Resultado Corrida 1*extra-oficial
1º  - André Marques (Mercedes-Benz)
2º - Beto Monteiro (VW)
3º - José Augusto Dias (VW)
4º - Roberval Andrade (MB)
5º - Débora Rodrigues (Mercedes-Benz)
6º - Wellington Cirino (Mercedes-Benz)
7º - Pedro Paulo (MB)
8º - Paulo Salustiano (VW)
9º - Djalma Pivetta (IVE)
10º - Luiz Lopes (IVE)
11º - Fábio Fogaça (PRO)
12º - Evandro Camargo (MB)
13º - Daniel Kelemen (MB)
14º - Glauco Barros (VOL)
Não completaram 75% da prova
Valmir Benavides (IVE)
Felipe Giaffone (IVE)
Rafael Lopes (VW)
Raphael Teixeira (PRO)

Resultado Corrida 2*extra-oficial
1º - Paulo Salustiano
2º - Roberval Andrade
3º - Wellington Cirino
4º - André Marques
5º - Djalma Pivetta
6º - Evandro Camargo
7º - Glauco Barros
8º - Beto Monteiro
9º - Jô Augusto
Não completaram 75%
Daniel Kelemen
Fábio Fogaça
Luiz Lopes
Debora Rodrigues
Pedro Paulo
Valmir Benavides

Fotos: Rodrigo Ruiz/RR Media


Osires Junior
Assessoria de Imprensa

Leia> Coisas de Agora

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

MERCEDES-BENZ DEFENDE A LIDERANÇA DA COPA TRUCK EM GOIÂNIA


A Mercedes-Benz já está preparada para defender sua liderança nas próximas provas da Copa Truck, que serão realizadas no Autódromo de Goiânia (GO) neste final de semana. Com 80 pontos acumulados nas etapas anteriores, em Cascavel (PR), a marca domina a classificação entre as montadoras, evidenciando a parceria com a equipe AM Motorsport e seus caminhões Actros. 

Assim como em Cascavel, novamente será cumprido um rígido protocolo de proteção contra o coronavírus, com portões fechados, limite de pessoas nos boxes, obrigatoriedade de exame RT-PCR negativo, uso de máscara, escudo facial e álcool em gel o tempo todo, além de outros procedimentos de higiene na área dos boxes.

Levando a tradição da marca Mercedes-Benz na competição, a equipe AM Motorsport volta às pistas com Wellington Cirino (caminhão nº 6), Débora Rodrigues (nº 7) e André Marques (nº 77). Cirino estreia novo design do seu bruto, que ganhou a parte frontal do Novo Actros e cor verde. Valdeno Brito, novo integrante da AM Motorsport este ano, não participará da etapa de Goiânia em função de compromissos familiares.

Novo Actros com MirrorCam é o Safety Truck da prova


O Novo Actros, equipado com MirrorCam, é o Safety Truck da prova, o que coloca o caminhão mais seguro do mercado brasileiro em destaque nas pistas de competição.

“O MirrorCam é um sistema que substitui os retrovisores convencionais por câmeras digitais, fazendo desse Mercedes-Benz o primeiro caminhão sem retrovisor externo do Brasil”, informa Ari de Carvalho, diretor de Vendas e Marketing Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil.

Além disso, o Novo Actros traz para o País inéditas tecnologias de segurança ativa que são de série, evitam acidentes e protegem vidas, como os Assistentes Ativo de Frenagem (ABA 5 – único do mercado que identifica veículos, pedestres e objetos à sua frente e freia sozinho, caso o motorista não tome a ação necessária), Ponto Cego, Fadiga e o Programa Eletrônico de Estabilidade ESP. O modelo ainda oferece os já conhecidos Controle de Proximidade e Assistente de Faixa de Rolagem.

Actros oferece alta potência nas pistas de corrida


A elevada potência de 1.250 cv a 3.500 rpm do motor eletrônico Mercedes-Benz nas pistas dos autódromos é quase três vezes maior em relação aos 460 cv a 1.900 rpm do Actros 2646 de série. O torque máximo chega a 5.500 Nm a 2.000 rpm nas competições, mais que o dobro dos 2.300 Nm a 1.100 rpm dos modelos dos clientes. Ou seja, o Actros despeja muita potência para obter altas velocidades nas pistas de competição e utiliza o alto torque para ultrapassagens e retomadas, o que é essencial para os pilotos da equipe.

Segundo Ari de Carvalho, a Mercedes-Benz aposta na Copa Truck, pois reúne a paixão por caminhões com a adrenalina e a emoção das acirradas disputas entre pilotos e marcas nas pistas. “Nesse ambiente esportivo, que reúne muitas fãs de caminhões, o Actros atinge até 240 km/h nos autódromos e o piloto pode perceber toda a força, alta performance, robustez, resistência e confiabilidade que são amplamente reconhecidos pelos motoristas no transporte de cargas. Este campeonato é uma vitrine muito especial, que atrai um grande público, reforçando ainda mais a imagem da nossa marca como top of mind em caminhões no País”, afirma. “Além disso, o Novo Actros como Safety Truck destaca a força e a avançada tecnologia do caminhão Mercedes-Benz”.

Transmissões ao vivo no SporTV


A Copa Truck de Goiânia terá duas corridas no sábado e duas no domingo, cada uma com duração de 20 minutos. Os procedimentos de classificação serão realizados no mesmo dia. As provas terão transmissão pelos canais SporTV.

Sábado, 15 de agosto (SporTV 2)
16h20: Corrida 1
16h50: Corrida 2

Domingo, 16 de agosto (SporTV 2)
14h05: Corrida 3
14h35: Corrida 4

Mercedes-Benz do Brasil

Leia> Coisas de Agora

CELSO, O MENINO QUE PRODUZIA MINIATURAS DE CARROS DE SEUS ÍDOLOS.
Por Luiz Carlos Secco.


Das miniaturas de carros às vitórias nas competições automobilísticas, o gaúcho Celso Ferlauto moldou sua trajetória como jornalista, radialista e apresentador de programas de TV e internet.

Saiba mais sobre a história do Ferlauto ouvindo o jornalista Luiz Carlos Secco em Muito Além de Rodas e Motores. Acesse o podcast: 

IVECO BUS ENTREGA PRIMEIRO LOTE DA VENDA DE 1.200 UNIDADES PARA O CAMINHO DA ESCOLA


A IVECO BUS, vencedora da licitação do Programa Caminho da Escola para a venda de 1.200 unidades do Ônibus Escolar Rural Médio (ORE 2), baseado no chassi 10-190, inicia a entrega do primeiro lote com 84 veículos para estados e municípios conveniados à iniciativa do Ministério da Educação. Os modelos farão o transporte de, aproximadamente, 50 mil alunos em regiões rurais do país.

A participação da montadora no Caminho da Escola tem como objetivo ampliar a presença em licitações públicas e aprimorar o transporte escolar, com um portfólio de qualidade para todos os passageiros do Brasil.  

"Atualmente, temos cerca de 8.500 mil produtos em circulação no Brasil por meio do Programa. Ficamos felizes em poder proporcionar para crianças e jovens um ônibus seguro e confortável. Para o poder público oferecemos baixo custo de manutenção aliado à durabilidade do conjunto", destaca Márcio Querichelli, líder da IVECO para a América do Sul.

Para Renato Perrotta, gerente de Vendas ao Governo da IVECO, a negociação é resultado de um pregão realizado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e amplia a participação do chassi 10-190 no segmento de transporte de passageiros. "Realizamos testes constantes para aprimorar o chassi e prepará-lo para operações em áreas urbanas e rurais", finaliza o executivo. 

Chassi 10-190  



O modelo de 10 toneladas foi projetado e desenvolvido no Complexo Industrial da IVECO em Sete Lagoas (MG) tem capacidade para 44 alunos e conta com o Dispositivo de Poltrona Móvel (DPM) para pessoas com mobilidade reduzida. O sistema posiciona a poltrona do lado de fora do ônibus, o que permite ao passageiro embarcar e desembarcar sentado no seu assento. O DPM não reduz a capacidade de passageiros, como acontece em veículos adaptados que utilizam elevador para cadeiras de rodas, e proporciona uma viagem confortável para o ocupante, ao contrário de modelos onde o cadeirante viaja no compartimento traseiro do veículo. 

O chassi possui um motor NEF 4 ID, da FPT Industrial, com quatro cilindros em linha, sistema SCR, atende as normas do Proconve-P7 e é capaz de gerar potência máxima de 190 cv, a maior da categoria. O torque, chega a 610 Nm, já disponíveis na faixa de 1.350 a 2.100 rpm.  

A transmissão utilizada é Eaton FS 6206B, manual, de seis marchas, com escalonamento compatível com as operações rurais e urbanas. O sistema permite condução suave, sem deixar de lado a economia de combustível. O acionamento da alavanca a cabo privilegia a ergonomia.  

O produto oferece equipamentos como porta-mochila no teto e rede nas costas dos assentos para acomodação do material escolar.  Itens importantes completam o pacote: dispositivo automático de bloqueio de diferencial, que facilita a transposição de atoleiros, chassi com suspensão elevada e reforçada, pneus de uso misto e redução de balanço dianteiro e traseiro, permitindo fácil acesso a lugares acidentados.  

Também buscando oferecer mais conforto para o motorista, o 10-190 conta com direção hidráulica, embreagem com acionamento hidráulico e dispositivo de bloqueio de ignição com marcha engatada. Para o motorista, o resultado é uma viagem mais prazerosa e suave. Já o passageiro viaja com segurança e comodidade.

Especificações técnicas do chassi
Comprimento máximo (CT) 9.000 mm
Largura máxima (D) 2.400 mm
Entre Eixos (EE) 4.800 mm
Balanço dianteiro (BD) 1450 mm
Balanço traseiro (BT) 2.750 mm
Ângulo de entrada (A) ≥25°
Ângulo de Saída (B) ≥20°
Capacidade Técnica Eixo Dianteiro 3.600 kg
Capacidade Técnica Eixo Traseiro 6.900 kg
Peso Bruto Total 10.500 kg
Tanque de combustível com Capacidade de 150 litros
Motor IVECO FPT N4 ID 138 kW(190 cv)   

IVECO
Rede de Comunicação

Leia> Coisas de Agora

LOCALIX REFORÇA A FROTA DE LIMPEZA URBANA COM 12 CAMINHÕES VOLKSWAGEN


A cidade de Belo Horizonte ganhou um reforço na limpeza urbana, com a aquisição de 12 novos caminhões compactadores pela Localix – uma das maiores empresas do segmento em Minas Gerais. Os veículos adquiridos são modelo Constellation Compactor Robust 17.260, da Volkswagen Caminhões e Ônibus. Como o próprio nome indica, o caminhão é vocacional, entregando robustez e alta disponibilidade a operações como as realizadas na capital mineira.

"A qualidade dos veículos da nossa marca nos valeu a liderança do segmento de coleta de resíduos sólidos no último ano, com 52,7% de participação de mercado. Isso nos orgulha e prova que nossas soluções atendem perfeitamente às demandas das empresas do setor", afirma Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

O deslocamento em baixa velocidade dos caminhões de coleta de lixo pelas cidades pode dar ao observador a impressão de que não se trata de uma operação severa. Ledo engano. "O equipamento precisa ser robusto para suportar a compactação de lixo com uma pesagem de aproximadamente 15 toneladas. Os entre eixos e feixes de molas precisam de qualidade superior para suportar a operação", explica Marcos Leandro, Diretor Operacional da Localix.

De acordo com ele, os veículos rodam uma distância média de 3.800 km mensais em Belo Horizonte – cujo relevo é nacionalmente reconhecido por seus fortes aclives e declives. A entrega dos veículos ocorreu em maio, já durante a pandemia. Classificados como essenciais, os serviços de limpeza urbana ganharam uma relevância ainda maior nesse período – com impactos nítidos sobre a saúde pública.

Constellation Compactor Robust 17.260


Os caminhões Constellation Compactor Robust 17.260 trazem uma lista de itens para incrementar a robustez e a produtividade na coleta de resíduos. A nova opção de para-choque de plástico curto, com mesmo ângulo de ataque do para-choque metálico, traz durabilidade para enfrentar as condições de rodagem mais difíceis. Por dentro, mais facilidades para as equipes de coleta: os bancos para três ocupantes com encosto de cabeça agora são revestidos com novo acabamento em corino e trazem mais conforto aos ocupantes. Todo o interior da cabine traz novas tonalidades e materiais, que reduzem a sujidade e facilitam a limpeza diária.

Com 256 cv de potência e torque de 900 Nm, os modelos têm motor MAN D08, com tecnologia EGR, que dispensa o abastecimento com Arla 32, proporcionando um melhor aproveitamento do espaço no chassi, sem interferir na implementação das carrocerias.

Localix


Com mais de 20 anos de experiência, a Localix é uma organização especializada em limpeza urbana e presta seus serviços ambientais para parceiros públicos e privados. Com a missão de proporcionar qualidade de vida por meio de soluções ambientais, a Localix recolhe mais de 70 mil toneladas de resíduos todos os meses e atualmente emprega mais de 2.600 funcionários. A organização impacta diretamente a vida de 4 milhões de pessoas todos os dias com a prestação de serviços de limpeza urbana, oferecendo cidades mais limpas e agradáveis para todos.

A empresa possui sede em Contagem e filiais em Belo Horizonte (MG), Lagoa Santa (MG) e Conselheiro Lafaiete (MG), além de Vila Velha (ES), Guarapari (ES) e Rio de Janeiro.

Volkswagen Caminhões e Ônibus

Leia> Coisas de Agora

A EVOLUÇÃO DO PROCESSO DA GESTÃO DE COMBUSTÍVEIS

Webinar da Gilbarco Veeder-Root vai explicar como gerar economia de até 10% através do controle eficiente do processo de abastecimento de frotas.


Tecnologia que proporciona informações em tempo real e análise de dados para avaliação da performance são os principais meios para o desempenho positivo de qualquer negócio.

Ao longo das últimas décadas, particularmente, a gestão de postos de combustíveis vem passando por uma verdadeira revolução impulsionada pela chegada de ferramentas tecnológicas que permitem o controle da operação de ponta a ponta - desde o controle do estoque, nos tanques, até o abastecimento.

Isso inclui postos comerciais e industriais. Novos processos que proporcionam controle acurado pelos gestores através de informações transparentes e em tempo real que geram economia de até 10%, refletida na melhora do resultado do negócio.

No webinar que será realizado no dia 19 de agosto, às 17 horas, Leandro Nunes, gerente de marketing estratégico América Latina para as soluções de frota, e Paulo Alvim, supervisor comercial para o Brasil no segmento industrial da Gilbarco Veeder-Root, vão conversar sobre como essa revolução está impactando particularmente o segmento de abastecimento para frotas e as novas tecnologias disponíveis. Na pauta estão temas como: as etapas do controle de abastecimento, nível de amadurecimento do processo de gestão e gestão eficiente de KPI.

O webinar é aberto a todos os interessados e as inscrições podem ser feitas pelo link https://bit.ly/2XKVBWm.

Serviço
Webinar: A evolução do processo de gestão de combustíveis
Como gerar economia através do controle eficiente do processo de abastecimento
Data: Dia 19/08
Horário: 17h as 18h
Inscrições: https://bit.ly/2XKVBWm.

A Gilbarco Veeder-Root - Produtos testados pelo tempo e aprovados para o futuro. Desde 1865, a Gilbarco Veeder-Root é líder global em equipamentos, tecnologia e soluções integradas para abastecimento de combustíveis e lojas de conveniência. Seus sistemas são projetados para trabalhar de forma integrada proporcionando economia de recursos e maior eficiência. Seja no exterior, no interior, no subsolo ou na nuvem, a Gilbarco tem a solução de abastecimento mais adequada para cada tipo de negócio. Saiba mais no www.gilbarco.com.br.

quinta-feira, 13 de agosto de 2020

BRUTOS DA IVECO PRONTOS PARA A ETAPA DE GOIÂNIA (GO) DA COPA TRUCK 2020


O Autódromo Internacional Ayrton Senna, na capital goiana, recebe nos dias 15 e 16 de agosto a segunda e a terceira etapa da Copa Truck 2020, maior competição de caminhões da América Latina, com portões fechados por conta da pandemia de Covid-19. Lá estarão os pesados da IVECO com 1.200 cv de potência, por meio do motor Cursor 13, da FPT Industrial, comandados por quatro pilotos: Felipe Giaffone (#4), Djalma Pivetta (#21) e Valmir Benavides 'Hisgue' (#2), da equipe Usual Racing, e Luiz Lopes (#99), da equipe Lucar. 

Para Thiago Carlucci, diretor de Marketing da IVECO para a América do Sul, a montadora utiliza as pistas como um 'laboratório' para testes e desenvolvimento de novas tecnologias para sua linha comercial. "Nossos extrapesados que competem na Copa Truck nos dão a possibilidade de aprimorarmos ainda mais modelos como o Hi-Road e o Hi-Way, que fazem parte do portfólio da marca no segmento de pesados", afirma Carlucci.

A montadora tem em seu DNA o esporte a motor. Na Europa, o S-Way Racing participa do Campeonato Europeu de Corridas de Caminhões da FIA, e no Rally Dakar modelos como o Powerstar e o Trakker enfrentam grandes desafios em circuitos off-road.

A organização da Copa Truck 2020 adotará o Protocolo de Conduta Covid-19 apresentado pela categoria para os órgãos públicos, aplicado em Cascavel (PR) durante a primeira prova do ano. O canal SporTV 2 transmitirá as duas etapas ao vivo, no sábado às 16h15 e no domingo às 14h. 

Programação

Sexta-feira, 14 de agosto
16h10: Treino Livre 1

Sábado, 15 de agosto
08h25: Treino Livre 2
10h00: Treino Livre 3
12h30: Classificação
13h05: Top Qualifying
16h23: Corrida 1
16h50:  Corrida 2 

Domingo, 16 de agosto
09h00: Classificação
13h00: Desfile Virtual
14h08: Corrida 3
14h35: Corrida 4

Foto: Duda Bairros/+Brasil 

IVECO
CNH Industrial
Rede Comunicação de Resultado

Leia> Coisas de Agora

COPA TRUCK CHEGA À GOIÂNIA PARA MAIS UMA ETAPA


A YPF Brasil, empresa de energia e lubrificantes automotivos, estará presente nas pistas do Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (Go), para a próxima etapa da Copa Truck. A piloto Debora Rodrigues leva a marca no campeonato, em mais uma disputa pelo pódio, nos próximos dias 15 e 16 de agosto.

O campeonato retornou no fim de junho, após a flexibilização das medidas de isolamento social como forma de conter o novo coronavírus. Em solo goiano, Debora Rodrigues disputará as primeiras colocações no campeonato de veículos pesados.

“Estamos felizes que mais um campeonato tenha sido retomado. Atualmente, a Debora está entre os cinco primeiros colocados na competição, então, estamos confiantes para esta etapa”, comenta a gerente de Marketing e Comunicações da marca, Giovanna Grassi.

Nesta sexta-feira (14), serão realizados os treinos livres. No sábado (15), os treinos serão classificatórios já para a primeira corrida, marcada para o mesmo dia no Autódromo Internacional Ayrton Senna. As disputas pelo pódio serão realizadas às 16h20 e 16h50.

No domingo (16), a segunda corrida da Copa Truck tem início às 14h05 -  a segunda largada está marcada para as 14h35. Por medidas de segurança, a etapa realizada em Goiânia não será aberta ao público. O caminhão de Débora Rodrigues é o número 7 e, tanto no sábado como no domingo, o canal 2 da SporTV transmite a competição, ao vivo.

A YPF é a empresa líder em exploração e produção de hidrocarbonetos na Argentina. É a maior empresa do país e lidera o mercado de lubrificantes com 40% de market share. É também a 3ª maior petrolífera das Américas e soma mais de 1500 postos de combustíveis. Sua planta de lubrificantes, em La Plata, é uma das mais modernas da América, com excelência em qualidade e as certificações ISO 9001, 14001 e TS 16496. Atuando no Brasil desde 1998, a YPF tem de sede e fábrica em Diadema-SP e distribuidores nos principais centros consumidores do país. Saiba mais no www.ypf.com.br.

Gestão de Assessoria de Imprensa e Conteúdo

Leia> Coisas de Agora

FASP ANUNCIA AS PRÓXIMAS DATAS DO CAMPEONATO PAULISTA DE AUTOMOBILISMO

Campeonato Paulista de Automobilismo prossegue dia 13 de setembro. Foto: FASP/Eder Martins.

Uma série de reuniões realizadas nos últimos dias entre representantes da Federação de Automobilismo de São Paulo (FASP) e a Administração do Autódromo de Interlagos possibilitaram definir as datas das próximas etapas do Campeonato Paulista de Automobilismo, que continua no fim de semana do dia 13 de setembro. 

Após uma longa pausa motivada pela disseminação do Covid-19, o torneio regional paulista – um dos mais expressivos do País -, reiniciou na semana passada com força total e 10 categorias participando de uma programação oficial que se estendeu de sexta-feira a domingo. 

Um amplo esquema de controle sanitário vigorou durante os três dias e a quinta-feira de treinos livres, como explica o presidente de FASP, José Aloizio Cardozo Bastos: "Durante esses quatro dias o Laboratório Médico Dr. Maricondi realizou 887 testes imunocromatográficos, sendo que desse total 11 acusaram resultado positivo para os índices IgM e IgC, motivo pelo qual esses indivíduos não puderam permanecer nas dependências do Autódromo de Interlagos. Além deles, tivemos pilotos e participantes de outras cidades e estados que trouxeram certificados qualificados e foram aceitos."

Por exigências das autoridades sanitárias, essa verificação para possível contaminação do Covid-19  será realizada novamente nas próximas etapas e sob as mesmas condições. Todo o processo de testagem dura cerca de 15 minutos e o resultado é assinado pelo Dr. Wagner Maricondi, cuja assinatura e registro no Conselho Regional de Medicina constam do laudo entregue aos indivíduos testados.

Próximas etapas do Campeonato Paulista de Automobilismo de 2020
13/9    – Terceira etapa, Interlagos
25/10 – Quarta etapa, Interlagos
29/11 – Quinta etapa, Interlagos
13/12  – Sexta etapa Interlagos (a confirmar)

beepress

Leia> Coisas de Agora   

NOVO PANAMERA CONQUISTA RECORDE DE VOLTA EM NÜRBURGRING NORDSCHLEIFE


A Porsche comprovou o potencial de desempenho do novo Panamera antes mesmo de sua apresentação mundial: ao volante de um carro de produção disfarçado sob uma leve camuflagem, o piloto de testes Lars Kern (32 anos) completou uma volta completa no legendário Laço Norte da pista de Nürburgring, percorrendo uma distância de 20,832 quilômetros, em exatamente 7m29s81. No ranking oficial da Nürburgring GmbH, esse tempo, certificado por um notário público, figura agora como o novo recorde para a categoria "carros executivos".

"Os aperfeiçoamentos feitos no chassi e no trem de força do novo Panamera foram perceptíveis ao longo de toda essa volta no circuito, que é reconhecido como a pista de corridas mais exigente do mundo", declarou Kern. "No trecho de Hatzenbach e também nas seções de Bergwerk e Kesselchen, em particular, o novo acerto do sistema eletromecânico de estabilização foi constantemente eficiente, proporcionando ao Panamera uma incrível estabilidade, apesar da superfície ondulada da pista. Na área conhecida como Schwedenkreuz, o carro foi beneficiado pela dinâmica lateral aperfeiçoada e a aderência elevada dos novos pneus esportivos da Michelin. Consegui alcançar velocidades nas curvas que anteriormente não acreditava serem possíveis com o Panamera."

Aperfeiçoamento ainda maior no conforto e esportividade


"O Panamera sempre foi simultaneamente um sedã de luxo exclusivo e um verdadeiro carro esportivo. No novo modelo, isso foi aperfeiçoado ainda mais", afirma Thomas Friemuth, vice-presidente da Linha de Produtos Panamera. " Juntamente com a maior potência do motor, forma feitas melhorias nas áreas da estabilidade nas curvas, controle da carroceria e precisão da direção. Esses aperfeiçoamentos beneficiam tanto o conforto no uso diário como o desempenho. E esta volta recorde é uma prova impressionante disso."

Sob uma temperatura externa de 22 graus Celsius e com a temperatura da pista em 34 graus Celsius, Lars Kern abriu a volta às 13h49m de 24 de julho de 2020, cruzando a linha de chegada 7m29s81 mais tarde. O Panamera que quebrou o recorde estava equipado com um banco especial para corridas e uma gaiola de proteção para o piloto. O notário público confirmou o status de carro de produção do sedã de quatro portas ainda camuflado, que terá sua apresentação mundial realizada no final de agosto. Os pneus Michelin Pilot Sport Cup 2, desenvolvidos especialmente para o novo Panamera e usados na volta recorde, estarão disponíveis opcionalmente após o lançamento ao mercado.

Cerca de 13 segundos mais rápido que o modelo anterior



A volta recorde demonstra o amplo aperfeiçoamento da segunda geração do Panamera. Em 2016, Lars Kern já havia completado o circuito na região de Eifel num tempo de 7m38s46, guiando um Panamera Turbo com potência de 550 cv. Esse tempo foi atingido ao longo da distância então utilizada para tentativas de recordes, de 20,6 quilômetros, ou seja, sem a seção de aproximadamente 200 metros de extensão localizada junto à arquibancada número 13 (T13). De acordo com as novas regulamentações da Nürburgring GmbH, o tempo de volta agora é medido para toda a extensão do Nordschleife, 20,832 km. Comparando: Lars Kern e o novo Panamera já haviam passado pela marca dos 20,6 km aos 7m25s04. Portanto, a combinação do carro e piloto que quebrou o recorde foi aproximadamente 13 segundos mais rápida do que quatro anos atrás.

Porsche Brasil

Leia> Coisas de Agora

BMW GROUP: MAIS DE SETE MILHÕES DE VEÍCULOS TOTALMENTE ELÉTRICOS OU HÍBRIDOS PLUG-IN ATÉ 2030


Com um plano traçado sobre sustentabilidade para os próximos 10 anos, o BMW Group reforça seu compromisso com os objetivos do Acordo de Paris (sobre mudanças climáticas), com foco principal na expansão da mobilidade elétrica. As metas de sustentabilidade do BMW Group visam colocar mais de sete milhões de veículos com sistemas de propulsão eletrificados nas estradas em todo o mundo até 2030. Dois terços deles versões 100% elétricas. Como resultado da expansão massiva da mobilidade elétrica, as emissões produzidas pelos veículos do BMW Group por quilômetro rodado serão reduzidas em cerca de 40% até o ano de 2030. 

Hoje, as marcas BMW e MINI com sistemas de acionamento totalmente elétricos e híbridos Plug-in representam aproximadamente 13,3% de todos os novos registros na Europa*. Este número é 50% maior que a participação média de todas as marcas, que gira em torno de 8%. A empresa espera que esse número suba para 25% em 2021, mais de 30% em 2025 e para 50% em 2030. 

Os veículos BMW e MINI eletrificados atualmente são oferecidos em 74 mercados em todo o mundo, onde mais de 500 mil unidades eletrificadas foram vendidas até o final de 2019. Até o fim de 2021, esse número provavelmente aumentará para mais de um milhão. Apesar das restrições relacionadas à pandemia, mais veículos eletrificados do BMW Group foram vendidos durante o primeiro semestre de 2020 do que no período correspondente do ano anterior.  No Brasil, o número de veículos BMW e MINI eletrificados já é maior em 2020 do que o registrado no ano anterior. Mais de 400 unidades foram emplacadas no país entre janeiro e julho contra 300 em todo o ano de 2019.  O BMW Group também investe em infraestrutura e possui aproximadamente 200 pontos de recarga em todo o território nacional, além de ter a única rede inteligente de pontos de recarga em atuação no país, localizada em São Paulo.  

Poder de escolha: abordagem eficaz para a sustentabilidade global 


A atual ofensiva de mercado está abrindo caminho para esse objetivo, com a empresa seguindo a abordagem do "poder de escolha" para atender às necessidades dos clientes e aos requisitos legais nos mercados automotivos globais. O BMW X3 é o primeiro modelo disponível em opções com motores a combustão de diferentes combustíveis altamente eficientes, incluindo versões com tecnologia híbrida moderada de 48 volts, com sistema de acionamento híbrido Plug-in ou sistema 100% elétrico. 

No futuro, outros modelos de série, com sistemas de acionamento eletrificados e convencionais, serão construídos em uma única linha de produção. Por exemplo, a próxima geração de sedãs de luxo do BMW Série 7, que será oferecida como uma versão puramente elétrica. Além disso, as séries de grande volume BMW Série 5 e BMW X1 serão lançadas no mercado, não apenas com motores convencionais de combustão interna e sistemas híbridos plug-in, mas também com unidades de tração totalmente elétricas. 

A eletrificação é parte integrante do futuro como exemplificado no acrônimo D-ACES (Design, Autônomo, Conectado, Eletrificado e Serviços / Compartilhado) definido pelo BMW Group em sua estratégia NUMBER ONE> NEXT. Hoje, o BMW Group já oferece a mais ampla seleção de veículos correspondentes em todo o mundo. 

O melhor dos dois mundos: modelos híbridos plug-in da BMW e MINI 



Graças à interação coordenada de forma inteligente entre os dois sistemas de direção, os modelos híbridos Plug-in BMW e MINI combinam o melhor de dois mundos. Eles facilitam a direção puramente elétrica no tráfego urbano e ao se deslocar entre a casa e o local de trabalho, bem como em deslocamentos mais longos como numa viagem, por exemplo. A autonomia elétrica é aumentada por intermédio de um sistema de regeneração intensiva durante as fases de desaceleração. Além disso, o gerenciamento inteligente de energia oferece a possibilidade de economizar bateria especificamente para uma condução local sem emissões em áreas urbanas. O pré-condicionamento do interior é padrão e garante um conforto otimizado em qualquer estação graças ao aquecimento e ao ar condicionado auxiliares. 

Para o futuro, o BMW Group está desenvolvendo um ciclo de material reutilizável sustentável para células de bateria. As principais commodities (cobalto e lítio) são originadas exclusivamente de fornecedores que atendem a padrões rigorosos de sustentabilidade ecológica e social. Eles são obtidos pelo BMW Group e repassados para os produtores de células de bateria. O motor elétrico da última geração do BMW eDrive é produzido sem matérias-primas das chamadas 'terras raras'. Além disso, a eletricidade de fontes renováveis é usada exclusivamente para a produção de todos os componentes da tecnologia BMW eDrive de última geração. Como resultado, cerca de 10 milhões de toneladas de emissões de CO2 serão evitadas nos próximos dez anos. 

No geral, a partir deste ano, todos os locais de produção do BMW Group em todo o mundo serão abastecidos com eletricidade 100% verde. A empresa também aumentará substancialmente a proporção de materiais secundários usados em seus novos veículos. No futuro, a continuação do uso e reciclagem de baterias de alta tensão se tornará ainda mais relevante. Depois de ser usado em veículos com sistemas de propulsão eletrificados, pode servir como unidade de armazenamento estacionárias para energia eólica e solar, o que é atualmente o caso nas instalações da fábrica da BMW em Leipzig. Uma reciclagem eficiente de matérias-primas não ocorre até depois disso. 

Embora uma cota de reciclagem de 50% seja exigida atualmente em toda a Europa, o BMW Group e a Duesenfeld (especialista alemã em reciclagem) desenvolveram em conjunto um processo no qual estima-se uma cota de reciclagem superior a 95%. 

* Fonte: IHS Markit New Registrations Relatório de julho de 2020.

BMW Group Brasil
Máquina Cohn & Wolfe

Leia> Coisas de Agora