sábado, 25 de maio de 2019

LUCAS DI GRASSI VENCE ETAPA DA FÓRMULA E EM BERLIM


O piloto brasileiro Lucas di Grassi venceu a etapa da Fórmula E em Berlim, Alemanha, país sede da equipe Audi Sport ABT Schaeffler. É o segundo triunfo consecutivo em casa, após a vitória no ano passado pelo companheiro Daniel Abt. Com a conquista, Lucas di Grassi é agora o segundo colocado no campeonato, com 96 pontos, apenas 6 atrás do líder.

A equipe Audi Sport ABT Schaeffler se isola também na segunda colocação no ranking dos construtores, restando apenas três etapas para o fim do campeonato: Berna, Suíça, em 22 de junho e depois duas provas seguidas em Nova Iorque, Estados Unidos, em 13 e 14 de julho.

Di Grassi demonstrou toda força do Audi e-tron FE05 em Berlim. Mesmo com o fato de ter feito a qualificação em um grupo desfavorável, ele conseguiu largar em terceiro. "Daquele momento em diante, eu sabia que poderíamos vencer hoje", disse o piloto, que precisou de apenas cinco voltas para assumir a liderança da prova. Depois, manteve um bom ritmo e controlou bem a prova até o fim, além de ter assegurado um ponto extra pela volta mais rápida da etapa.

"Foi uma corrida muito estratégica hoje", avalia di Grassi. "Foi sobre gerenciar energia e mostramos que nosso carro é muito eficiente. Vencer na casa da Audi em frente a um público tão entusiasmado é simplesmente fantástico. Estamos de volta na briga pelo título e vamos festejar muito esta noite".


O chefe da equipe, Allan McNish, revelou estar "muito feliz pela Audi ganhar novamente em Berlim. Depois dos treinos livres de ontem, não sabíamos exatamente nossas condições e nem como a estratégia de economizar pneus seriam efetivas. Lucas logo assumiu a liderança no grid e depois abriu caminho. Daniel travou uma luta dura pela sexta posição, o que nos fez ganhar pontos valiosos para a equipe"

"Foi uma corrida fantástica para nós, disse o head da Audi Motorsport, Dieter Gass. "Nova vitória em casa para a Audi em Berlim. Depois da vitória de Daniel no ano passado, dessa vez foi o Lucas quem ganhou. Ele pilotou uma corrida fantástica e não cometeu nenhum erro. O sexto lugar do Daniel também nos ajuda na luta pelo título por equipes. Todo o time trabalhou duro para este sucesso. Obrigado para todos os envolvidos nesta vitória. Vencer em solo doméstico em frente a uma tremenda audiência com tantos fãs e funcionários é particularmente especial. Agora seguimos fortes para a próxima etapa em Berna".

Audi do Brasil
Departamento de Comunicação
Index Conectada

Leia> Coisas de Agora

sexta-feira, 24 de maio de 2019

PEDIDOS DE ÔNIBUS ELÉTRICOS BYD CRESCEM NA ESPANHA


A EMT Madrid, principal operadora de transporte público da Espanha, fez um pedido de 15 ônibus 100% elétricos BYD de 12 metros - a primeira vez que a EMT Madrid encomenda ônibus elétricos da BYD


A EMT Madrid possui hoje 2.100 ônibus em circulação. Com o início das operações previsto para o início de 2020, os veículos BYD substituirão parte da frota, aumentando o seu percentual de ônibus elétricos, que servirão rotas por toda a cidade.

O contrato é o mais recente de uma série de grandes pedidos de ônibus elétricos da Espanha para a BYD. A cidade de Badajoz, no sudoeste do país, acaba de receber o 50.000º ônibus elétrico fabricado pela BYD - parte de um pedido de 15 veículos, entregues na semana passada. Badalona, a nordeste de Barcelona, receberá em breve oito BYD ônibus elétricos.

A cidade portuguesa de Coimbra também está se preparando para receber uma entrega de oito ônibus BYD na próxima semana, com a BYD ampliando sua carteira de clientes em toda a península ibérica.

Isbrand Ho, Diretor Administrativo da BYD Europe, declarou: “Estou muito satisfeito por Madri e EMT terem escolhido os ônibus elétricos livres de emissões da BYD. Os benefícios das operações limpas serão vistos pela EMT e, principalmente, pelo povo de Madri. Estou confiante de que continuaremos nosso crescimento nas cidades espanholas, prosseguindo com nossa missão de melhorar a qualidade do ar em todo o mundo. 

CARROS ELÉTRICOS
NISSAN APOIA TREINAMENTO DE BOMBEIROS PARA SALVAMENTO EM ACIDENTES DE TRÂNSITO

Nissan LEAF foi usado em oficina prática no maior evento de treinamento de salvamento veicular da América Latina, em Chapecó - Santa Catarina


Mais de 170 bombeiros de todo o Brasil participaram de dois dias de treinamento

Nos próximos meses, chega ao Brasil o Nissan LEAF, carro 100% elétrico mais vendido do mundo. Mas a Nissan quer ir além de disponibilizar o modelo para os consumidores. A empresa vem promovendo ações e parcerias para desenvolver o ciclo completo do veículo elétrico no país e, por isso, apoiou o primeiro treinamento de bombeiros para salvamento em acidentes de trânsito com carros elétricos.

O assunto foi tema de uma das 12 oficinas do maior treinamento de resgate veicular da América Latina, o Holmatro Rescue Experience, que aconteceu em Chapecó, Santa Catarina, e reuniu mais de 170 bombeiros de todo o país. Com isso, a Nissan contribui para inserir os bombeiros brasileiros nesta nova realidade do setor automotivo mundial.

A oficina de carros elétricos contou com treinamento teórico, ministrado por um especialista da Nissan, e também prático, com a utilização de modelos Nissan LEAF na simulação dos resgates. Assim, representantes de equipes de bombeiros de 17 estados do Brasil puderam aprender as principais características de um veículo elétrico, os pontos de avaliação deles no momento de um resgate, os procedimentos para desligamento do sistema de energia e como proceder nas intervenções. Para ser ainda mais realista, a simulação incluiu o corte da carroceria dos carros para acesso aos ocupantes.

Os carros elétricos são veículos modernos e, no caso do Nissan LEAF, com os mais avançados recursos de segurança veicular. Isso é uma garantia de proteção aos ocupantes, mas estes carros têm algumas características e arquitetura diferenciada de carroceria, por isso é importante que os bombeiros se familiarizem com esta novidade, já que temos certeza de que os automóveis elétricos vão ser presença cada vez mais comum nas ruas e estradas do Brasil, afirma Flávio Presezniak, gerente de projetos especiais da Nissan do Brasil.

Ciclo de vida completo do carro elétrico


Preparando-se para a comercialização oficial no Brasil do modelo 100% elétrico mais vendido do mundo, o Nissan LEAF – atualmente, em pré-venda –, a Nissan busca incentivar as pesquisas e desenvolver o ciclo de vida completo do carro elétrico no país. Tanto que vem desenvolvendo parcerias locais com universidades e instituições para o estudo e criação de tecnologias e infraestrutura com foco na mobilidade elétrica, como é o caso do acordo assinado recentemente com a Unicamp.

No ano passado, por exemplo, a empresa e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) assinaram um Memorando de Entendimento com o objetivo de estudar soluções para o futuro das baterias usadas de veículos elétricos. Durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro do ano passado, a Nissan e a UFSC demonstraram na prática uma das possibilidades de uso das baterias de segunda vida do Nissan LEAF. Os conjuntos foram utilizados no fornecimento de energia para a iluminação de uma área do estande da marca japonesa. Também no salão, a empresa firmou uma parceria com a Enel X para promover conjuntamente atividades para o desenvolvimento de soluções de mobilidade elétrica no país.

Já em fevereiro de 2019, teve início a parceria com o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI) e o Instituto de Tecnologia Aplicada e Inovação (ITAI), cujo foco é o desenvolvimento nacional de carregadores bidirecionais para veículos elétricos. Esses carregadores criam um novo ecossistema fazendo com que os carros funcionem como uma solução para compartilhamento de energia com a casa do consumidor, edifícios comerciais e a rede. Os pesquisadores estão utilizando o Nissan LEAF para estudar também o impacto desses carregamentos na rede elétrica brasileira. O carro 100% elétrico mais vendido no mundo é o modelo ideal para a pesquisa e desenvolvimento dessas novas tecnologias, por ser capaz de devolver energia para a rede por meio do sistema Vehicle-to-Grid (V2G), que o torna uma espécie de "bateria sobre rodas".

No mês passado, foi a vez da Nissan assinar com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) um contrato para pesquisar o uso do biocombustível como uma opção para a mobilidade elétrica. Com isso, a Nissan busca avaliar e viabilizar diferentes formas de alimentação para os veículos elétricos visando atender às preferências regionais de matriz energética em todo o mundo. No caso do bioetanol, por exemplo, a empresa desenvolve pesquisas desde 2016 para usá-lo em conjunto com soluções de eletrificação. Na época, a empresa apresentou mundialmente no Brasil o primeiro protótipo e começou a estudar um veículo movido por uma Célula de Combustível de Óxido Sólido (SOFC), que funciona com energia elétrica gerada por meio da reação eletroquímica do etanol.

Apesar da utilização do etanol, não se trata de um conjunto híbrido, já que não há combustão. O álcool entra no sistema apenas para produzir, por meio de uma reação química, o hidrogênio. O elemento químico, por sua vez, será responsável por abastecer a célula de combustível, que gera a eletricidade. A combinação dessa com outras duas tecnologias, o motor e as baterias elétricas que têm como base o conjunto tecnológico do Nissan LEAF, garante ao Nissan SOFC uma autonomia superior a 600 km.

DAF CAMINHÕES ANUNCIA NOVA CONCESSIONÁRIA EM LUÍS EDUARDO MAGALHÃES (BA)

O Grupo Du Gregorio anuncia sua segunda concessionária DAF Caminhões, localizada em Luís Eduardo Magalhães, cidade do interior do estado da Bahia. Ao todo, o valor investido será de R$ 2,5 milhões para a criação de infraestrutura da nova unidade, que já está em operação e ocupa um terreno de 4.630 m², sendo 3.200 m² de área construída.



“A nova concessionária faz parte dos planos de expansão da Rede DAF, visando ampliar nossa participação no Nordeste do País, um mercado de extrema relevância para a empresa e que apresenta grande demanda por caminhões pesados. Junto com o Grupo Du Gregorio, vamos oferecer aos clientes da região produtos, atendimento e serviços de qualidade, aliando nossas expertises nesse segmento”, afirma Adcley Souza, Diretor de Desenvolvimento de Concessionárias da DAF Caminhões.

A nova unidade abriga um amplo showroom e boxes de serviço, espaço este que já está em ampliação para abrir mais sete boxes para atendimento DAF e multimarcas, com linhas de peças originais e TRP, para o mercado de reposição. Os clientes terão à disposição uma equipe treinada e altamente capacitada pela DAF Academy.

“Nossa parceria com a DAF Caminhões é um sucesso, pois unimos nosso ótimo relacionamento com os clientes aos excelentes produtos da marca. Por isso, esperamos ampliar ainda mais nossos negócios com esta segunda concessionária DAF”, destaca Arquimedes Picolotto, Diretor da Du Gregorio.

Atualmente, a DAF Caminhões conta com 33 pontos de atendimento, entre concessionárias e postos de serviço autorizado, em todo o território nacional. Até 2023, a marca pretende dobrar o número de concessionárias no País.

O Grupo Du Gregório foi criado em 1982 na cidade de Xanxerê (SC), atuando desde o princípio com transporte rodoviário. Atualmente, está presente nos estados de Goiás, Tocantins, Maranhão, Piauí e Bahia, e soma 37 anos de experiência. Os negócios da empresa expandiram com os anos e englobam: venda e manutenção de implementos rodoviários, venda de implementos seminovos, de consórcio, de pneus rodoviários e para linha agrícola, além de atuar com logística. Sua primeira concessionária DAF Caminhões, em Paraíso do Tocantins, foi inaugurada em 2018.

quinta-feira, 23 de maio de 2019

RIO DE JANEIRO RECEBE PRIMEIRO CAMINHÃO 100% ELÉTRICO PARA COLETA DE LIXO ORGÂNICO

Mais silencioso e com emissão zero de carbono, veículo fabricado pela BYD será responsável pelo transporte de resíduos do Cadeg. Clean Ambiental escolheu o mercado municipal para começar coleta sustentável na cidade.



O Rio de Janeiro recebe seu primeiro caminhão 100% elétrico que será responsável pela coleta, compactação e transporte de resíduos do Mercado Municipal do Rio de Janeiro (Cadeg). A entrega do veículo, fabricado pela BYD, foi realizada nesta quinta-feira, dia 23 de maio, para a empresa Clean Ambiental. A Clean Ambiental pretende, no longo prazo, substituir toda sua frota por veículos elétricos.

O modelo adquirido pela Clean Ambiental foi o BYD eT8A, que é alimentado por uma bateria de fosfato de ferro-lítio, reciclável e com vida útil de até 30 anos. O veículo 100% elétrico não emite CO2 na atmosfera e ainda é bem mais silencioso que um caminhão movido a diesel. A manutenção simples e o desempenho do motor também são pontos fortes, se comparados aos veículos tradicionais. O caminhão tem peso bruto total (PBT) de 21 toneladas na versão 4x2 e autonomia estimada de oito horas de operação por recarga (cerca de 200 quilômetros).

“O eT8a é o caminhão de lixo mais silencioso e confortável do mercado, garantindo o bem-estar e a satisfação da população. Diferente dos caminhões movidos a diesel, sua transmissão está diretamente ligada ao motor, sem embreagem. Para facilitar as partidas nas mais íngremes rampas, possui torque máximo de 1.500 Nm a partir de zero rpm, o maior da categoria, uma revolução em relação aos convencionais, que possuem menos torque e somente a rotações bem mais elevadas”, explica Carlos Roma, diretor de vendas da BYD do Brasil.


O caminhão sustentável fará diariamente o transporte dos resíduos orgânicos do Cadeg para a usina do Caju, num percurso de 3 quilômetros, com emissão zero de gases de carbono. A estimativa é que um só caminhão deixe de emitir 14 toneladas de CO2/mês/veículo. Para efeitos de comparação, a combustão de 1 litro de diesel produz aproximadamente 4 quilos de CO2, e o consumo de um caminhão é de aproximadamente 10 l/h, sendo que veículos do tipo trabalham aproximadamente 360 h/mês. Sob todos os aspectos, o início da operação do veículo elétrico sinaliza para um futuro com menos emissão de CO2, maior responsável pelo efeito estufa.

“Ficamos durante um período fazendo a operação com um caminhão-teste. Estamos muito satisfeitos. Apesar de o veículo possuir um preço acima da média do mercado, o caminhão se torna econômico quando utilizado em larga escala. Por isso está nos nossos planos adquirir, no médio prazo, ainda este ano, 10 veículos da BYD e, no longo prazo, substituir toda a nossa frota, que hoje é de 60 caminhões”, revelou Eduardo Días Almeida, presidente da Clean Ambiental.

“O uso consciente dos recursos naturais é uma bandeira permanente do Cadeg, que hoje já conta com o maior telhado de energia solar do estado. Ter o primeiro caminhão movido à eletricidade é parte desse movimento que queremos dar visibilidade, uma operação cada vez mais limpa, renovável e consciente para a sociedade. Além de não emitir CO2 na atmosfera, esse veículo elétrico será carregado por meio da energia de nossas placas fotovoltaicas, com capacidade de gerar cerca de 1,8 MW, energia suficiente para abastecer cerca de mil residências. Esse é o primeiro passo de muitos que ainda virão visando à diminuição dos impactos do aquecimento global”, explica Marcelo Penna, diretor-presidente do Cadeg.

VANTAGENS E DIFERENCIAIS DO CAMINHÃO BYD ET8A


Emissão zero: Bateria de Fosfato de Ferro Lítio não contém metais pesados e o eletrólito é atóxico, com nenhuma emissão de poluentes da produção ao uso final;
Eficiência energética incomparável (significativa economia em custo de combustível);
Menor Custo Total de Propriedade (TCO): Custo de manutenção reduzido por conter menos partes móveis, resultando num custo total de operação (combustível e manutenção) menor ao longo da vida útil do veículo.
Transmissão automatizada de quatro marchas: reduz a fadiga e o stress do condutor devido à ausência do pedal de embreagem e alavanca de câmbio;
Segurança: com a transmissão automatizada, o motorista pode manter as duas mãos ao volante e atenção total na operação do veículo;
Caminhão de coleta de resíduos mais silencioso do mercado;
Maior disponibilidade do caminhão;
Frenagem regenerativa.

BYD - “Pioneira em soluções de energia limpa”

Gigante global da energia limpa, a BYD é a maior fabricante global de baterias de lítio-ferro e de veículos elétricos e plug-in (de 2015 a 2018). A empresa está presente nos seis continentes, com veículos operando em mais de 300 cidades de 50 países. Superando 240 mil funcionários distribuídos em 30 fábricas ao redor do globo (sendo 20 mil engenheiros pesquisadores que já desenvolveram acima de 24 mil patentes), a BYD é ainda a segunda maior fornecedora de componentes para celulares, tablets e laptops no mundo de outras marcas globais. A companhia foi considerada uma das 15 empresas que estão mudando o mundo para melhor, “Change The World” da Revista Fortune, e, em 2016, ganhou o prêmio Zero Emission Eco system da ONU, entre outros prêmios internacionais. 

No Brasil, a BYD abriu sua primeira fábrica em 2015 para produção de ônibus elétricos e comercialização de veículos e empilhadeiras em Campinas, interior de São Paulo. Em abril de 2017, inaugurou sua segunda planta para produção de módulos fotovoltaicos, consolidando-se como uma das líderes desse importante mercado no Brasil. Em fevereiro de 2019, a BYD Brasil assinou seu primeiro projeto de SkyRail (monotrilho) no país, numa Parceria Público Privada (PPP) de R$ 1,5 bilhão na cidade de Salvador. A BYD Brasil já emprega mais de 250 funcionários nas cidades de Campinas e São Paulo.

Clean Ambiental

Nascida e criada no Rio de Janeiro, a Clean Ambiental teve seu início em 2003. Na época, tudo que tinham era um veículo e dois amigos com muita determinação. Mais de uma década depois, é justamente essa coragem e essa obstinação que move cada um de seus funcionários.

Como sonhado desde o princípio, a empresa cresceu e atualmente é uma das líderes no mercado de coleta e transporte de resíduos no Rio de Janeiro. Além disso, conta com uma frota de 60 veículos, totalmente prontos para prestar um serviço da melhor qualidade.

MEANDROS DA SEGURANÇA.
Por Fernando Calmon*


Os brasileiros dão mais importância a alguns recursos de conectividade do que motoristas de alguns outros países, conforme pesquisa comparativa feita pela operadora Telefônica, na Europa. Um exemplo: 30% dos brasileiros estão interessados em acessar as mídias sociais em automóveis, contra apenas 9% no Reino Unido. No entanto, conectividade está intimamente ligada à segurança e esse dois temas levaram a AEA (Associação Brasileira de Engenharia Automotiva) a organizar um seminário semana passada em São Paulo (SP).

Quando se trata do conceito mais amplo de Sistemas Avançados de Assistência ao Motorista (ADAS, na sigla em inglês) o viés de segurança se impõe. De acordo com a Bright Consulting, há diferentes taxas de aplicação dos sistemas ADAS. Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC, em inglês) e câmera de ré estão em 40% e 35%, respectivamente, dos veículos vendidos no Brasil e em 100% dos comercializados nos EUA.

No máximo 2% dos carros novos emplacados aqui vêm com detector de fadiga, assistente de manutenção de faixa e frenagem autônoma de emergência (AEB, em inglês). Na Europa a taxa de aplicação já supera 50% e os três itens estarão em 100%, obrigatoriamente, em 2021. As regulamentações no Brasil estão avançando e os cronogramas de adoção são mais lentos, basicamente pelo custo elevado das diferentes tecnologias e a necessidades de adaptações às condições de uso bastante severas no Brasil.

Entre os dispositivos citados o AEB reúne maior potencial de aumento da segurança viária por diminuir atropelamentos (ou a sua severidade) e até 40% das colisões em baixa e média velocidades (contra carros estacionados, em movimento ou parados, além de obstáculos fixos). Todos são fruto de distração, imprudência, negligência e algumas vezes de inabilidade ao volante.

Nos debates chamou-se atenção para o desenvolvimento de protocolos que levem em conta como os motoristas interagem com os sistemas de assistência e percebem as limitações. Os níveis de autonomia veicular variam de 1 a 5 em função da interatividade. Carros autônomos continuam a avançar, porém o prazo de sua chegada ao mercado ainda suscita dúvidas. Mesmo o nível 4, que dispensa qualquer atenção ao volante e aos pedais (eliminados no nível 5), ainda será muito caro para automóveis particulares. Esperam-se, primeiramente, aplicações comerciais, em frotas de uso intensivo e roteiros específicos.

A STÄRKX Automotive lembrou um ponto importante que, se esquecido, traz sérios problemas. Todos os sensores ADAS aplicados em espelhos retrovisores, para-brisas, grades, para-choques e outros componentes menos visíveis precisam ser recalibrados após uma colisão, substituição ou simples remoção para manutenção.

Também se deve considerar que carros elétricos estão suscetíveis a problemas de segurança específicos, quando enfrentam alagamentos ou sofrem colisões mais severas. Nesse casos, melhor se afastar imediatamente e procurar socorro especializado. Por esses motivos companhias no exterior estão cobrando muito caro pelo preço do seguro.

ALTA RODA

MINISTRO da Economia, Paulo Guedes, acenou para uma gradual redução das tarifas de importação. Uma curva progressiva: 1 ponto percentual (pp), no primeiro ano; 2 pp, no segundo; 3 pp, no terceiro; 4 pp, no quarto. No caso de automóveis significaria o imposto de importação cair dos atuais 35% para 25% ao longo de quatro anos, pela interpretação da coluna. 25% é tarifa máxima imposta pelos EUA à China, por exemplo. Resta saber se a indústria teria condições para exportar sem os impostos hoje incidentes.

RENAULT Kwid Outsider segue a fórmula aventureira, porém trilha o caminho de chamar atenção sem exageros. Preço de R$ 43.990 dentro do razoável. Há uma mudança mecânica estendida a todos os Kwids: freio dianteiro a disco ventilado, novo servofreio e pistões de pinça maiores. Sensação de toque e progressividade no pedal ficou melhor.

VERSÃO intermediária Comfortline do VW T-Cross – motor turboflex de 1 litro e câmbio automático 6-marchas – tem boa desenvoltura em cidade e nem tanto em estrada. O modelo de entrada, com câmbio manual, surpreende pela agilidade em qualquer situação. Espaço interno, ergonomia e comportamento dinâmico superam a média dos concorrentes.

NISSAN inaugurou na semana passada um Estúdio de Design, em São Paulo (SP), para aproveitar talentos locais no desenvolvimento de séries especiais e colaborar em projetos no exterior que podem chegar ao Brasil e em outros mercados. Líder da equipe é o americano de origem vietnamita John Sahs e conta, inicialmente, com seis especialistas brasileiros. 

FERRAMENTA inovadora desenvolvida pelo consórcio digital www.carroparatodos.com.br, em parceria com o Grupo Disal, ajuda a planejar um possível lance vencedor por meio de simulações estatísticas e um algoritmo específico. Todo o processo é feito online e permite ao interessado uma flexibilidade na entrega do veículo, sem depender apenas da sorte.

* Fernando Calmon - fernando@calmon.jor.br - é jornalista especializado desde 1967. Engenheiro, palestrante e consultor em assuntos técnicos e de mercado nas áreas automobilística e de comunicação. Sua coluna Alta Roda começou em 1999. É publicada em O Brasil Sobre Rodas, WebMotors, Gazeta Mercantil e também em uma rede nacional de 52 jornais, sites e revistas. 
É, ainda, correspondente para a América do Sul do site Just-auto (Inglaterra).
Siga: www.twitter.com/fernandocalmon  - www.facebook.com/fernando.calmon2.

NEOBUS MARCA PRESENÇA NA FENATRAL 2019


A NEOBUS, marca que oferece os veículos mais competitivos e com melhor relação custo-benefício, apresenta na Fenatral 2019, XX Encontro Nacional do Transporte Alternativo, Complementar e Serviços Básicos, modelos de ônibus desenvolvidos para colaborar com os operadores de transporte coletivo urbano de todo o Brasil para um serviço cada vez mais eficiente e com elevado padrão de qualidade. A empresa expõe dois modelos: Thunder + e New MEGA 15t, no Padrão SPTrans.

O New MEGA 15 toneladas apresentado no evento tem chassi Volkswagen 15.190 OD e o projeto foca nas necessidades e características exigidas pela SPTrans. O veículo tem 9.750mm de comprimento, elevador, duas portas e capacidade para 25 passageiros sentados mais um espaço reservado para portadores de necessidades especiais. Possui poltronas estofadas com encosto alto, sistema de ar-condicionado de teto, vidros colados, tomadas USB em todas as poltronas, display interno para controle de velocidade e catraca sem posto de cobrador. Além disso, conta com sensor de estacionamento traseiro, preparação para internet sem fio e preparação para sistema de monitoramento, com quatro câmeras de vídeo. O modelo também possui disponibilidade para encarroçamento em chassi Mercedes-Benz, Iveco e Volvo.

O Thunder+ apresentado no evento tem chassi VW 9.160 OD e configuração também no Padrão SPTrans, capacidade para 24 passageiros sentados mais um espaço reservado para portadores de necessidades especiais, com poltronas de encosto alto. Tem comprimento de 8.830 mm e é equipado com elevador, vidros colados, tomadas USB para todas as poltronas, controlador interno de velocidade, sensor de estacionamento traseiro, preparação para internet sem fio, preparação para sistema de monitoramento, com quatro câmeras de vídeo, sistema de ar-condicionado e dois itinerários eletrônicos (frontal e traseiro), para fácil visualização do destino pelos passageiros. O modelo também possui disponibilidade para encarroçamento em chassi Mercedes e Agrale.

O NEOBUS Thunder+ se destaca pela robustez e versatilidade e tem como principais características o maior espaço interno no salão de passageiros e a eficiência na operação. O modelo possui piso plano sem caixas de roda no salão, iluminação interna e externa em LED e faróis com máscara cromada.

A edição 2019 da Fenatral acontece até o dia 25 de maio, em Brasília, Distrito Federal. Fundada em 19 de abril de 2007, a Fenatral é uma sociedade civil de direito privado, sem fins lucrativos, federação nacional criada e organizada por permissionários, concessionários e trabalhadores autônomos do transporte alternativo, opcional, suplementar e complementar. Tem como meta promover o transporte alternativo de qualidade por meio da organização e união em nível nacional de todas as entidades envolvidas com transporte urbano, cooperativas, trabalhadores autônomos, associações e sindicato.

NEOBUS
Secco Consultoria de Comunicação

Leia> Coisas de Agora

BOMBA INTELIGENTE É SOLUÇÃO PARA CONTROLE DO ABASTECIMENTO DE FROTAS

Líder mundial em soluções de abastecimento, a Gilbarco Veeder-Root apresenta mais uma inovação para gestão de combustível em postos próprios dos mais diversos tipos de empreendimentos.



A nova bomba industrial, modelo Prime Fleet conta com recursos inteligentes que resultam em eficiência e economia para todos os negócios que necessitam de um posto de abastecimento home based.

Seu sistema de controle embarcado proporciona gestão total dos abastecimentos por meio de identificação da frota, redução drástica na infraestrutura necessária, ilha de abastecimento “limpa” e livre movimentação operacional. Mais ainda, pode garantir que somente veículos autorizados sejam abastecidos.

A bomba permite diversos módulos de autorização de abastecimento, de acordo com o grau de segurança exigido: identificação manual via teclado de automação, coleta automática da placa do veículo e coleta automática do odômetro. Os dois últimos recursos possibilitam a troca de dados com o veículo totalmente sem cabos.

Além das funções de automação, a bomba Prime Fleet conta com todos os benefícios das bombas industriais da linha Prime. Sua estrutura de alumínio anodizado com acabamento de pintura eletrostática a pó assegura a durabilidade do equipamento, mesmo em ambientes severos. Seus teclados são de alta resistência para predeterminação e configuração, simplificando o acesso para manutenção e operação do equipamento.

Amplamente utilizadas na indústria da mineração, usinas, agricultura e transporte, as soluções industriais de abastecimento da Gilbarco Veeder-Root estão presentes em milhares de postos em todo o mundo, com resultados comprovados.

Prime Fleet está disponível em diversas vazões e configurações para adaptar-se à necessidade de cada tipo de empreendimento. A versões simples, dupla e dual oferecem vazões de 50 a 140 LPM e a versão simples oferece, também, vazões de 200 a 400 LPM. 

Gilbarco Veeder-Root – Produtos testados pelo tempo e aprovados para o futuro. Desde 1865, a Gilbarco Veeder-Root é líder global em equipamentos, tecnologia e soluções integradas para abastecimento de combustíveis e lojas de conveniência. Seus sistemas são projetados para trabalhar de forma integrada proporcionando economia de recursos e maior eficiência. Seja no exterior, no interior, no subsolo ou na nuvem, a Gilbarco tem a solução de abastecimento mais adequada para cada tipo de negócio.

VOLARE APRESENTA NOVIDADES NA FENATRAL 2019


A Volare, montadora líder brasileira no desenvolvimento e produção de veículos leves para o transporte de passageiros, participa da Fenatral 2019, XX Encontro Nacional de Transporte Complementar e Alternativo, que acontece em Brasília até o próximo sábado, 25 de maio. A empresa apresenta como novidade um modelo mais robusto do Fly 10, no padrão SPTrans, para o transporte no segmento urbano.

O evento é de grande importância para a Volare pelo fato de a marca ter a mais completa e diversificada linha de produtos, desenvolvida sob medida para atender as necessidades dos operadores do transporte complementar e alternativo no Brasil.

O novo modelo do Volare Fly 10 exposto tem 8.900mm de comprimento, é equipado com motorização Cummins ISF 3.8, de 162 cv de potência, sistemas de freio eletropneumático e de ar-condicionado, instalado no teto.

Com linhas modernas e atraentes, o modelo é ideal para o serviço de transporte urbano, pois proporciona ainda mais o conforto e a segurança para os usuários e eficiência e baixo custo operacional para os operadores.

VOLARE
Secco Consultoria de Comunicação

Leia> Coisas de Agora

VW CONSTELLATION 32.360 6X4: PASSAPORTE CARIMBADO EM MAIS PAÍSES DA AMÉRICA LATINA

Já vendido no Brasil, modelo também está disponível para os clientes em países como Colômbia, Peru, Equador e, mais recentemente, Chile.

A grande novidade do segmento de traçados tem nome e aptidão de sobra para o trabalho: é o Constellation 32.360 6x4 que chega com transmissão automatizada V-Tronic e eixo traseiro com redução no cubo. Não à toa, o modelo já conquistou o Brasil e está disponível para ser exportado do centro de desenvolvimento e produção da VW Caminhões e Ônibus de Resende (RJ) para diversos países da América Latina como Colômbia, Peru, Equador e, mais recentemente, Chile.

Ideal para operações extremas nos segmentos de terraplanagem, mineração, florestal, dentre outras, é equipado com motor Cummins ISL 360, com potência de 360 cv e torque de 1.600 Nm. A transmissão automatizada é ZF de 16 velocidades.

Os freios a tambor contam com a segurança dos sistemas ABS (que evita que a roda bloqueie quando o pedal de freio é pisado fortemente e entre em derrapagem), EBD funciona em conjunto com o sistema ABS e tem a função de distribuir a força de frenagem entre as rodas do veículo, e ATC (evita que as rodas patinem), além do EasyStart que auxilia na partida em rampa e do Modo Manobra, que auxilia em manobras em locais estreitos e confinados.

O reposicionamento da câmara de freio para a parte superior do eixo é algo que vale a pena ressaltar, pois amplia a durabilidade, evita danos e aumenta o área livre na área inferior do caminhão. Os eixos traseiros estão equipados com bloqueio transversal e longitudinal para superar os mais difíceis terrenos.

O veículo foi projetado para rodar nas mais difíceis condições de terreno. Cada detalhe foi desenvolvido para atender a pedidos de clientes que demandam a robustez e confiabilidade dos caminhões Volkswagen em seus mercados.

Além disso, o Constellation 32.360 6x4 conta com pneus de uso misto, para trabalho pesado e bloqueio longitudinal (entre eixos) e transversal (das rodas) que permite gerar mais aderência (dos pneus) em terrenos fora de estrada, não pavimentados. Com isto, é fornecida maior estabilidade e segurança, independentemente do lugar onde se trabalhe.

E como sempre, a Volkswagen oferece uma cabine moderna e de altos níveis de conforto, que fornece bem-estar aos motoristas. Assim, com um amplo e espaçoso habitáculo, esta cabine oferece banco do motorista com suspensão pneumática, coluna de direção com ajuste múltiplo, ar-condicionado, além de um painel com tela digital que fornece informações da operação, entre outros.

Aposta para crescer no Chile


A Porsche Chile, representante da VW Caminhões e Ônibus naquele país, acaba de apresentar o 32.360 6x4 àquele mercado. E é com esta nova estreia que a marca continua ampliando sua já robusta gama e entrega um veículo que se destaca da concorrência graças às mais altas vantagens em aplicações off-road, alta tecnologia, conforto e, obviamente, todo o respaldo da Divisão de Caminhões e Ônibus da Porsche Chile.

“Apresentamos uma grande oferta de caminhões que nos permitem responder corretamente às exigências de importantes setores como o da construção e mineração. Com o Constellation 26.280, 31.330 e, agora com nosso 32.360, disponibilizamos produtos que, temos certeza, não só serão um aporte real à economia, mas que também nos permitirão continuar a crescer acima das taxas de mercado. De fato, até agora acumulamos um crescimento de 15,7% e nos mantemos fortes no caminho para nos posicionarmos entre os líderes de vendas”, afirmou Julio Torres, gerente da marca Volkswagen Caminhões e Ônibus na Porsche Chile.

Volkswagen Caminhões e Ônibus
Comunicação Corporativa

Leia> Coisas de Agora

quarta-feira, 22 de maio de 2019

CEO DE IMPLEMENTADORA É ELEITO INDUSTRIAL DO ANO PELO CIESP

Em premiação que contou com a presença do presidente do sistema FIESP/CIESP, Paulo Skaf, o CEO da 4TRUCK, Osmar Oliveira, foi eleito Industrial do Ano, nesta terça-feira (21), em Guarulhos.


Osmar Oliveira e Paulo Skaf

O evento, que reuniu mais de 200 pessoas na sede do SENAI da cidade, aconteceu dentro da atividade em comemoração ao Dia da Indústria, "Diálogo pelo Brasil". A premiação é realizada anualmente pela regional do CIESP.

O empresário da implementadora rodoviária de Guarulhos teve nesta terça ainda a premiação outorgada oficialmente pela Câmara Municipal, em ato solene durante a sessão ordinária.

"Estou muito feliz e orgulhoso. Abrir e manter uma empresa no Brasil não é fácil. Porém, com muito trabalho e dedicação é possível. Por isso, recebo esse prêmio também como uma oportunidade de falar em nome dos empresários sobre as dificuldades que enfrentamos diariamente. Gostaríamos que o Poder Público andasse mais lado a lado com o empresariado. Queremos e podemos construir uma economia cada vez melhor", afirmou Osmar Oliveira.

Além do empresário da 4TRUCK, outros dois empreendedores foram indicados à premiação: Alcides Braga, da TRUCKVAN, e Pascoal Iannoni, da Flexform.

O prêmio Industrial do Ano, idealizado em 1999 pelo Núcleo de Jovens Empreendedores do CIESP Guarulhos, homenageia a classe industrial da cidade e região por meio do industrial que se destaca frente à gestão da respectiva empresa, levando em consideração ainda aquele que se destacou na sociedade por exercer importante papel social com ações em prol da coletividade do município.

Fundada em 2012, a 4TRUCK é fornecedora de implementos rodoviários para o transporte de cargas (baús e carrocerias), e de unidades móveis para toda linha de caminhões e vans sobre chassi. Em apenas sete anos tornou-se uma das principais fabricantes de implementos do Brasil e hoje também é referência em soluções sobre rodas para prover mobilidade em negócios diversos. 

AUDI CONECTA EM REDE SEUS VEÍCULOS COM SEMÁFOROS NA EUROPA


A partir de julho a Audi vai integrar em rede novos modelos com os semáforos em Ingolstadt, na Alemanha, com a tecnologia Audi Traffic Light Information. Outras cidades europeias farão parte do projeto depois de 2020. Com a nova tecnologia, os veículos poderão capturar uma “onda verde” na cidade: os motoristas de Audi verão no painel qual velocidade é necessária para chegar ao próximo semáforo no verde. Se isto não for possível dentro do limite de velocidade permitido, aparecerá uma contagem para a próxima fase verde. Assim, dirigir nas cidades será mais relaxante e eficiente. Nos EUA, os clientes da Audi já vêm usando este serviço desde o final de 2016. A Audi é a primeira montadora no mundo a conectar em rede seus modelos com os semáforos nas cidades.

“O para e anda nas cidades é muito irritante. Ficamos felizes quando encontramos uma ‘onda verde’, mas infelizmente isso ocorre muito raramente. Com a função Audi Traffic Light Information, os motoristas têm maior controle. Eles dirigem com mais eficiência e mais relaxados, porque sabem se um semáforo a 250 metros à frente estará verde”, comenta Andre Hainzlmaier, responsável pela área de desenvolvimento de aplicativos, serviços conectados e cidades inteligentes da Audi. “Futuramente, dados anônimos de nossos veículos podem ajudar a mudar os semáforos nas cidades para melhorar as fases e o fluxo do tráfego”.

Nos EUA, os clientes da Audi já vêm usando a função “Tempo Até o Verde” há dois anos: se o motorista atingir um semáforo vermelho, uma contagem no Audi virtual cockpit ou head-up display conta os segundos até o próximo semáforo verde. Agora este serviço está disponível em mais de 5.000 cruzamentos nos EUA, por exemplo, em cidades que incluem Denver, Houston, Las Vegas, Los Angeles, Portland e Washington (capital). Só na capital cerca de 1.000 cruzamentos estão conectados à função Audi Traffic Light Information.

Desde fevereiro de 2019 a Audi oferece outra função na América do Norte. A finalidade é permitir especialmente a condução na “onda verde”. “Green Light Optimized Speed Advisory” (GLOSA) (Aviso de Velocidade Otimizada para o Semáforo Verde) mostra ao motorista a velocidade ideal para chegar ao próximo semáforo verde.

Tanto o “Tempo Até o Verde” como o GLOSA serão ativados para início de funcionamento em Ingolstadt em modelos Audi selecionados. Eles incluem todos os modelos e-tron da Audi e o A4, A6, A7, A8, Q3, Q7 e Q8 que serão produzidos a partir da metade de julho. O pré-requisito é o pacote “Audi connect Navigation & Infotainment” e o opcional “reconhecimento da sinalização do tráfego baseado em câmera”.

“Os desafios para a introdução em série do serviço são muito maiores na Europa do que, por exemplo, nos EUA, onde o sistema de semáforos urbanos foi planejado para uma grande área e uniformemente. Como contraste, na Europa a infraestrutura de tráfego foi desenvolvida mais localmente e descentralizada – com grande variedade de tecnologia”, explica Hainzlmaier. “Com que rapidez outras cidades estarão conectadas a esta tecnologia depende, acima de tudo, se os padrões de dados e interfaces forem estabelecidos e as cidades digitalizarem seus semáforos.”

Neste projeto, a Audi está trabalhando com Traffic Technology Services (TTS) (Serviços de Tecnologia do Tráfego). O TTS prepara os dados brutos dos centros de gestão de tráfego de cidade e os transmite aos servidores da Audi. A partir daqui, a informação atinge o veículo por uma conexão rápida de internet.

A Audi está trabalhando para oferecer a Audi Traffic Light Information em outras cidades da Alemanha, Europa, Canadá e EUA nos próximos anos. Na grande cidade oriental da China, Wuxi, Audi e parceiros estão testando redes entre os veículos e os sistemas de semáforos no contexto de um projeto em desenvolvimento.

No futuro, os clientes da Audi poderão se beneficiar de funções adicionais, por exemplo, quando as “ondas verdes” forem incorporadas ao planejamento do roteiro ideal. Também se pode conceber que os modelos e-tron da Audi, ao cruzar por um semáforo vermelho, usarão cada vez mais a energia de frenagem para carregar as baterias. Acoplado ao controle de cruzeiro adaptativo preditivo, os veículos podem até frear automaticamente em semáforos vermelhos.

Em longo prazo, o tráfego urbano será beneficiado. Quando os veículos enviarem dados anônimos à cidade, os semáforos poderão ser operados com mais flexibilidade. Todos os motoristas conhecem a seguinte situação: à noite você espera em um semáforo vermelho – enquanto nenhum outro veículo é visto nas proximidades. Semáforos em rede poderão reagir de acordo com a demanda. Motoristas de outros veículos da concorrência também aproveitarão esse trabalho de desenvolvimento encabeçado pela Audi com a Audi Traffic Light Information – uma boa novidade para as cidades, que dependem dos dados anônimos de grandes frotas para obter a gestão mais eficiente do tráfego.

Futuramente, tecnologias V2I (veículo para infraestrutura) como a Audi Traffic Light Information facilitarão a condução automatizada. “Uma cidade é um dos ambientes mais complexos para os veículos autônomos. Apesar disso, o veículo deve poder administrar a situação, mesmo na chuva e neve. A troca de dados com a infraestrutura de tráfego pode ser altamente relevante nesta situação, diz Hainzlmaier.

Audi do Brasil
Departamento de Comunicação. 
Index Conectada.

Leia> Coisas de Agora.

JURID DO BRASIL ELEITA UMA DAS MELHORES FABRICANTES DE PASTILHAS DE FREIO

A Jurid do Brasil, tradicional fabricante de pastilhas, sapatas, fluidos e lubrificantes para o sistema de freio do País, foi escolhida pelas empresas associadas ao Sindirepa como uma das três melhores fabricantes de pastilhas de freio do mercado brasileiro de 2018.



O processo de eleição conta com um júri formado por renomadas personalidades do setor automotivo do Brasil e elegerá as empresas com o prêmio Sindirepa - Os Melhores do Ano, em seu décimo ano de realização. Dividido em 18 categorias, o prêmio elegerá 54 empresas especializadas nos mais diferentes segmentos de produção automotiva.

O gerente-geral da Jurid do Brasil, Luciano Costa, informou que a classificação da Jurid do Brasil é consequência do programa instituído no ano passado, voltado para a qualidade dos produtos, estratégias de distribuição, disponibilidade nas lojas e qualidade dos serviços nas oficinas, além de sistema de produção centrado em eficiência e preservação ambiental. Os objetivos do programa foram racionalizar o processo de produção, promover estrutura mais eficiente para atender as necessidades do mercado e reforçar o estoque de componentes para pronto atendimento aos consumidores.

Segundo Luciano Costa, por ter sido baseada em resultados de pesquisa do Cinau (Central de Inteligência Automotiva), o Prêmio do Sindirepa valoriza as empresas finalistas reconhecendo a qualidade dos produtos e dos serviços, contribuindo para elevar o segmento brasileiro de reposição como um dos mais avançados do mundo.

A revelação da classificação final será feita no dia 28 de maio, no Teatro Sesi, edifício da Fiesp, em São Paulo.

Jurid do Brasil
Secco Consultoria de Comunicação

Leia> Coisas de Agora

CAVALO MECÂNICO VOLKSWAGEN GANHA MAIS EQUIPAMENTOS


O cavalo mecânico VW Constellation 25.360 tem novidades para o mercado brasileiro. Agora o modelo normal de produção passará a ter uma configuração técnica mais equipada, contando com itens como: cabine leito com teto alto, transmissão automatizada V-Tronic de 16 marchas e pacote de acabamento PRIME, que incluirá a versão com transmissão manual ofertada como Tailor Made.

Entre as novidades, o veículo contará com para-choque na cor do veículo, farol auxiliar, espelho retrovisor principal com regulagem elétrica e auxiliar com regulagem manual nos lados direito e esquerdo, travamento das portas e levantamento dos vidros também elétricos, além de rádio CD-Player Bluetooth com entrada USB e auxiliar.

“A nova versão normal de produção do VW Constellation 25.360 veio para aumentar a competitividade da marca no mercado e atratividade do modelo. Proporcionando aos clientes  uma opção original de fábrica que atende ainda mais suas exigências”, diz Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da Volkswagen Caminhões e Ônibus.


Tecnologia sob medida


Indicado para composições de semirreboques com três eixos (PBTC até 53 toneladas), o VW Constellation 25.360 está equipado com motor Cummins ISL de 8,9 litros, 360 cv e 1.600 Nm, com tecnologia SCR (Redução Catalítica Seletiva). Apresenta ainda freio de cabeçote para reduzir a necessidade de utilizar o freio de serviço, proporcionando maior segurança na operação.

Recém-chegado também ao mercado argentino, o modelo atende diversas aplicações, com destaque para carga seca, furgão baú, furgão frigorífico, sider e tanque, entre outras, oferecendo maior produtividade para o transporte rodoviário.

Volkswagen Caminhões e Ônibus
Comunicação Corporativa

Leia> Coisas de Agora

NOVOS FORMATOS DE LÂMPADAS PARA FARÓIS EM LED PHILIPS COMPLETAM PORTFOLIO DA LINHA AUTOMOTIVA


Já disponíveis nas principais lojas de autopeças, os novos formatos de lâmpadas para faróis em LED Philips H1 e HB3/HB4 desembarcam no País e completam o portfolio da linha automotiva no mercado de reposição, antes já suportados com os modelos H4 e H7. Com a gama completa, a empresa amplia suas aplicações de veículos que podem receber a tecnologia inovadora, capaz de trazer diversos benefícios para o motorista, passageiros e todos que convivem no trânsito.

“Há mais de 100 anos, contribuímos com o desenvolvimento da indústria, elevando a qualidade e o desempenho da iluminação automotiva. E os novos formatos para faróis ampliam essa missão, atender ao consumidor, levando mais segurança, mais visibilidade com um produto altamente durável devido a toda tecnologia empregada”, diz Juliana Gubel, gerente de Marketing da Lumileds para América Latina.

A linha de lâmpadas em LED Philips entrega o máximo de luminosidade: 160% mais se comparada com as lâmpadas convencionais. A luz branca, com temperatura de cor de 6.200 K (o modelo HB3/HB4 conta com 6.000 K), proporciona ao veículo uma aparência moderna e visual futurista, mais branca até que os faróis de xênon.

E aderir à linha LED Philips significa proporcionar durabilidade ao sistema de iluminação do veículo, sem a necessidade da troca constante da lâmpada. A tecnologia LED traz chips de material semicondutor sólido de alta tecnologia no lugar do filamento das lâmpadas halógenas e, por isso, não sofre rupturas. Altamente resistente à vibração e choque, à água e poeira, a durabilidade do LED Philips, de até 8 anos com baixíssimo consumo de energia, é assegurada com a inovação e os avanços dos processos de desenvolvimento da Lumileds.

A tecnologia Philips SafeBeam, disponível nos produtos da marca, garante projeção de luz nos pontos estratégicos, respeitando a linha de corte em harmonia com o conjunto ótico do veículo para não ofuscar a visão de quem trafega no sentido contrário e permitir com que o motorista enxergue melhor. A linha de corte da projeção de luz é determinada por normas internacionais e pela Resolução 227 do Contran.

A durabilidade das lâmpadas LED Philips ainda é assegurada por meio do sistema inovador para dissipação de calor. Denominado AirFlux, a tecnologia exclusiva foi desenvolvida para reduzir a temperatura na região da base da lâmpada e evitar a perda de lúmens e durabilidade causada pelo superaquecimento. Vale acrescentar que o AirFlux está disponível em toda a linha da marca exceto no formato H1 que, por ser mais compacto, traz o sistema AirCool para o resfriamento da sua base.

Para substituição das lâmpadas halógenas pela tecnologia LED Philips não é necessária qualquer modificação no veículo e/ou adaptação elétrica. E, ao contrário de outras tecnologias como o xênon por exemplo, o LED é permitido em substituição às halógenas convencionais, bastando ao motorista fazer a adequação no documento do veículo.

Entre os pontos que são checados no processo de adequação no documento do carro está a projeção de luz dos faróis nos pontos estratégicos. Ao contrário do LED de outras marcas, a linha da Philips atende aos requisitos técnicos, respeitando a linha de corte em harmonia com o conjunto ótico do veículo. A lâmpada LED Philips, vendida no mercado brasileiro, foi submetida a testes em laboratório credenciado pelo Inmetro e aprovada nos faróis dos carros mais populares do Brasil.

A gama LED Philips para faróis entrega ao usuário a segurança da projeção da luz que não ofusca a visão de outros condutores, além de mais estilo, melhor visibilidade e alta durabilidade. Além do amplo portfolio em LED para faróis alto e baixo, a empresa oferece o LED FOG Philips para faróis de neblina e uma ampla gama de lâmpadas de sinalização em LED.

A Lumileds é líder global em soluções de iluminação. A empresa desenvolve, fabrica e   distribui LEDs inovadores e produtos de iluminação automotiva que ajudam os clientes a   ganhar e manter uma vantagem competitiva