quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

MERCEDES-BENZ É A GRANDE VENCEDORA DO PRÊMIO LÓTUS 2020


Com a conquista de um terço dos 24 troféus em disputa, a Mercedes-Benz foi a grande vencedora do Prêmio Lótus 2020, uma das principais premiações de veículos comerciais do Brasil. A Empresa foi destaque em oito categorias entre caminhões, ônibus e comerciais leves, que foram avaliadas no levantamento organizado pela Editora Frota, baseando-se nos dados de emplacamento do Renavam de 2019.

Além de “Marca do Ano em Caminhões” pela quarta vez seguida, a Mercedes-Benz também ficou com o título de “Marca do Ano em Caminhões Leves”, após 13 anos. Com a Linha Sprinter, são três conquistas: “Marca do Ano em Caminhões Semileves”, além de “Minibus do Ano” com a van Sprinter e “Caminhão Semileve do Ano” com a Sprinter 415. No segmento de ônibus são três prêmios: “Marca do Ano em Chassis de Ônibus” e também nas categorias de Urbanos e Rodoviários. Dessa forma, a Mercedes-Benz reafirma sua posição de maior vencedora nesta tradicional premiação.

“O Prêmio Lótus reflete a realidade do mercado, ao destacar as vendas de acordo com os emplacamentos do Renavam. Por isso, os números que nos posicionam na liderança de várias categorias, atestam efetivamente a ampla preferência dos clientes pela Mercedes-Benz. Isso é motivo de orgulho, satisfação e alegria para nossos colaboradores, concessionários e os demais parceiros com quem trabalhamos diariamente, tendo foco central na satisfação dos clientes da marca”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

Com Accelo, Mercedes-Benz é a marca do ano em caminhões leves


Outro grande destaque foi a reconquista pela Mercedes-Benz da liderança no segmento de leves, graças ao excelente desempenho de vendas da linha Accelo. Foram mais de 43% de market share.


“Isso só foi possível porque, desde 2017, trouxemos mais de 15 novidades para o Accelo, como cabine estendida, banco do motorista pneumático, tanque adicional de 150 litros (total de 300 litros, a maior capacidade da categoria) e câmbio automatizado (o primeiro da categoria no Brasil). Assim, o Accelo se consolidou como o melhor caminhão para entregas urbanas dos segmentos de leves e também de médios, como nas aplicações mistas que envolvem curtas distâncias rodoviárias”, diz Leoncini. “Com isso, alcançamos o objetivo de buscar a liderança no segmento de leves em 2019, o que continuaremos a perseguir em 2020”.

Além de vencer em duas categorias de caminhões, a Mercedes-Benz tem outro motivo para comemorar. A marca aumentou seu market share em todos os segmentos, muito acima da média geral do mercado. Isso comprova que a Empresa está seguindo o mantar “As estradas falam. A Mercedes-Benz ouve”. “A liderança nas vendas de caminhões pelo quarto ano, desta vez com mais de 30% de participação de mercado, mostra que estamos no caminho certo e que estamos fazendo a lição de casa”, completa Leoncini.

Sprinter alcança o melhor resultado de vendas da história



A Linha Sprinter somou três troféus à conquista da Mercedes-Benz: “Marca do Ano em Caminhões Semileves”, além de “Minibus do Ano” com a van Sprinter e “Caminhão Semileve do Ano” com a Sprinter 415. Isso reflete o melhor resultado da história no segmento de Large Vans (3,5 a 5 toneladas de PBT). Com 11.460 unidades emplacadas, entre Vans, Furgões e Chassis com Cabina da família Sprinter, a Empresa conquistou 35% de participação de mercado em 2019, volume 38% maior em relação a 2018.

“Esse notável desempenho está refletido nos três troféus do Prêmio Lótus 2020”, diz Jefferson Ferrarez, diretor geral de Vans da Mercedes-Benz do Brasil. “Essa conquista traz muito orgulho para nosso time e também da rede de concessionários. E o mais importante é atestar que os nossos clientes estão muito satisfeitos com a Sprinter. Temos certeza que essa preferência vai aumentar em 2020, porque, com a Nova Sprinter, iremos oferecer ainda mais vantagens para transportadores, autônomos e empreendedores”.

Prêmio reafirma a liderança nas vendas de ônibus no País



As três conquistas do Prêmio Lótus para os chassis de ônibus Mercedes-Benz (marca do ano geral e também em urbanos e rodoviários) confirmam a preferência dos clientes no momento da renovação e ampliação de frota, como aconteceu em várias capitais durante o ano. No ano passado, a Empresa aumentou em 50% as vendas de ônibus no Brasil em relação a 2018, com 11.150 unidades emplacadas. Manteve, como consequência, sua liderança no segmento acima de 8 toneladas de PBT – peso bruto total, com mais de 53% de participação, sendo 76% em urbanos e 54% em rodoviários.

“O grande diferencial da Mercedes-Benz é o foco e a dedicação ao negócio de ônibus”, ressalta Roberto Leoncini. “Além de oferecer uma das mais completas e abrangentes linhas de ônibus urbanos e rodoviários para todas as aplicações, outro grande destaque da Mercedes-Benz é sua Rede de Concessionários, que presta um serviço e um atendimento especializados aos frotistas. Aliás, parte da Rede é dedicada à linha de ônibus, com diretores, vendedores, monitores de serviço e mecânicos exclusivos”.

Mercedes-Benz é uma das maiores ganhadoras do Prêmio Lótus


Com as oito conquistas deste ano, a Mercedes-Benz se consolida como uma das maiores ganhadoras da história do Prêmio Lótus, organizado pela Frota&Cia, uma das revistas mais tradicionais do segmento de veículos comerciais no País, o que confere qualidade e credibilidade a este levantamento anual de emplacamentos. São 169 prêmios conquistados pela Mercedes-Benz em 27 anos, refletindo o êxito da Empresa em buscar a satisfação permanente dos seus clientes.

Mercedes-Benz do Brasil

Leia> Coisas de Agora

AUTOSHOW RECEBE FEIRÃO DE RETOMADOS DO ITAÚ NESTE DOMINGO


O Feirão AutoShow realizado todo domingo no estacionamento do Anhembi recebe no próximo dia 26, o Feirão de Retomados realizado em parceria com o Banco Itaú.O evento é mais uma alternativa de compra de carro com preços abaixo do valor de tabela e também abaixo do valor de mercado. Esta ação realizada em parceria com o Banco Itaú oferece dezenas de ofertas de carros de todas as marcas, com opção de financiamento, garantia de três meses e condições muito especiais.

Os carros foram retomados de clientes que não conseguiram pagar as parcelas de financiamento e não tem pendência, passagem por leilão ou restrição no documento (CRLV) sendo aprovados por perícia cautelar, livres para serem comercializados por preços especiais dentro do tradicional feirão do Anhembi. Esta é mais uma opção de compra dentro do evento que é realizado desde 1972 e reúne, semanalmente, mais de 4.500 veículos comercializados diretamente entre compradores e vendedores.

Como funciona?


Dentro do Feirão AutoShow há um box específico com os veículos identificados com o logotipo do Banco Itaú. O cliente pode escolher o veículo que deseja identificado com a descrição no para-brisa. Na ficha há informações como motorização, ano-modelo, opcionais e preço.

No local, há agentes do Banco aptos a instruir o cliente sobre como contratar o crédito do Banco Itaú ou negociar o preço para pagamento. A simulação e aprovação é feita na hora dentro do evento. Com o financiamento aprovado o cliente assina o contrato dentro do Feirão e retira o veículo no dia combinado para a entrega.

A operação é garantida pelo Feirão AutoShow que tem 47 anos de experiência no varejo em parceria com o Banco Itaú. O Feirão de Retomados acontece neste domingo, 26 de janeiro, das 6h às 13h e o índice de venda dos veículos expostos chega a 90%. Por isso é recomendado que o interessado chegue cedo ao evento para garantir as melhores ofertas. 

A entrada no evento é GRÁTIS pelo portão de pedestres e há estacionamento pago dentro do Feirão Anhembi (entrada pelo portão 38) como opção. O Feirão de Retomados do Banco Itaú acontece no estacionamento do Anhembi: Avenida Olavo Fontoura, 1209. 

Serviço
Feirão de Retomandos Itaú no Feirão AutoShow
26/01, domingo
das 6h às 13h 
Avenida Olavo Fontoura, 1209
Entrada gratuita pelo portão de pedestres, estacionamento no valor de R$ 40 por veículo
Informações no www.autoshow.com.br

IVECO DEFENCE VEHICLES FORNECERÁ 2.900 CAMINHÕES ÀS FORÇAS ARMADAS DA ROMÊNIA

A Iveco Defence Vehicles assinou um acordo com o Ministério da Defesa Nacional da Romênia para o fornecimento de até 2.900 caminhões de alta mobilidade. O primeiro lote, com 942 veículos, será entregue ao longo de quatro anos, a partir de 2020. 



O contrato inclui quatro plataformas logísticas militares da gama de caminhões de alta mobilidade da marca: 4x4, 6x6, 8x8 e 8x8 Prime Mover, que podem resultar em até 16 versões diferentes, entre as quais aproximadamente um terço conta com cabine blindada. 

Ao serem equipados com o Sistema Central de Inflação de Pneus (CTIS), luzes black-out, motores que funcionam com dois tipos de combustíveis, guinchos de reboque e eixos trativos, eles podem oferecer mobilidade excepcional, capacidade de travessia de cursos dágua e transporte aéreo por meio do cargueiro Hércules C-130, a fim de fornecer apoio tático para qualquer operação militar.

Essa importante conquista ratifica a satisfação das Forças Armadas romenas com os dois contratos anteriores para 57 caminhões de alta mobilidade, em 2015, e 173, em 2017, e contribui para fortalecer ainda mais o relacionamento entre o Ministério de Defesa Nacional da Romênia e a Iveco Defence Vehicles, melhorando a posição da empresa como um importante fornecedor de caminhões militares.

A Iveco Defence Vehicles tem origem italiana e mais de 80 anos de tradição no desenvolvimento e fabricação de soluções para as áreas de defesa e proteção civil. Com clientes em mais de 100 países, incluindo os países-membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), a marca comercializa uma gama completa de veículos multifuncionais, blindados e para transporte de cargas e tropas

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

LEXUS ANUNCIA O LANÇAMENTO DO NX 300H 2020


A Lexus anuncia o lançamento da linha 2020 do SUV compacto premium NX 300h, que chega ao mercado brasileiro equipado com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto em todas as versões. Outra novidade é o pacote de segurança ativa Lexus Safety System, composto por itens que garantem mais segurança ao motorista e demais ocupantes do veículo.

As três versões do NX disponíveis no mercado brasileiro são a Dynamic, Luxury e F-Sport, todas com itens de série que elevam o conforto a bordo e aprimoram a experiência de condução dos consumidores que privilegiam design moderno, desempenho superior, equipamentos de alta tecnologia e acabamento refinado.

A versão topo de linha, a F-Sport, agora é equipada com monitor de ponto cego, que avisa o motorista sobre a presença de outros veículos ao redor, além de uma câmera 360º, permitindo que o condutor tenha uma visão geral do tráfego e da área externa a fim de evitar acidentes em situações de manobra.

Desde que foi lançado por aqui com motorização exclusivamente híbrida, em 2018, o NX 300h marcou um novo e importante momento na trajetória da Lexus no Brasil em direção à eletrificação de todo o seu portfólio.

Conectividade


Com o objetivo de aprimorar a experiência de conectividade dos clientes, a Lexus oferece os sistemas Android Auto e Apple CarPlay em todas as versões do novo NX 300h. Com uma interface simples e intuitiva, é possível espelhar os principais aplicativos de um smartphone e utilizá-los no painel do veículo. Entre eles estão Google Maps, Waze, Spotify, Apple Music, WhatsApp, além das funções de ligação e mensagens de texto originais de cada sistema.

LSS - Lexus Safety System


O novo NX 300h será o segundo modelo da marca a contar com o Lexus Safety System. Antes dele, o modelo LS 500h já era equipado com os itens presentes no pacote de segurança. Quatro componentes desse sistema estarão disponíveis para todas as versões:

• Controle de cruzeiro adaptativo (ACC): utiliza lasers, radar, câmeras ou uma combinação desses sistemas para manter uma distância constante e segura em relação ao carro da frente. O sistema ainda diminui ou aumenta automaticamente a velocidade (acima de 40km/h) de acordo com o tráfego.

• Assistente de Manutenção de Faixa (LDA): sistema entra automaticamente em ação e avisa o motorista com sinal sonoro ou vibração no volante para corrigir o curso sempre que ultrapassar as marcações da pista.

• Sistema de Colisão Frontal (Pre-Crash): suporte na prevenção de colisão e danos por meio de alertas sonoros. Se necessário, ativa automaticamente o sistema de frenagem (acima de 20 km/h).

• Farol alto automático (Versão Dynamic) (AHB): acende e apaga os faróis do veículo para evitar o ofuscamento do motorista da frente e da mão contrária, ajudando a garantir visibilidade ideal durante a condução noturna.

• Farol com sistema adaptativo de iluminação (Luxury e F-Sport) (AHS): Adapta os faróis do veículo para evitar o ofuscamento do condutor à frente e na mão contrária, mas mantém o farol alto nos pontos sem iluminação.

Já a configuração F-Sport conta agora, além dos itens acima, mais dois dispositivos inéditos de segurança. São eles:

• Blind Spot Monitor: monitor de ponto cego que identifica veículos que estão fora do campo de visão do motorista e emite alertas por meio de um aviso no retrovisor externo do veículo.

• Rear Cross Traffic Alert: dispositivo que emite aviso sonoro, informando o motorista sobre a presença de tráfego na traseira do veículo.

Configuração e desempenho do NX 300h


O sistema Lexus Hybrid Drive, que equipa a linha NX 300h 2020, combina o prazer de dirigir com um potente motor a gasolina com a economia proporcionada pelo motor elétrico. Dessa forma, o modelo possibilita uma experiência de condução extremamente confortável e silenciosa, além de estabelecer uma combinação implacável de desempenho, eficiência de combustível e redução na emissão de gases poluentes.

O sistema híbrido do NX 300h combina dois motores - um a gasolina de 2.5L de quatro cilindros 16V e um elétrico síncrono de imã permanente que propicia melhor relação peso/potência e maior eficiência. O motor a combustão tem potência de 155 cv a 5.700 rpm e torque de 21,4 kgfm a 4.400 giros. O elétrico gera, isoladamente, 143 cv de potência e torque de 27,53 kgfm. Juntos, os dois motores resultam em potência combinada de 200 cv.

Para aprimorar a experiência de condução, o NX 300h conta com transmissão Hybrid Transaxle em todas as versões. Esse tipo de transmissão proporciona aceleração mais linear, que reduz ou aumenta continuamente as marchas, de acordo com a demanda do motor, sem desperdiçar energia, contribuindo para a eficiência de combustível.

Além disso, o modelo ainda dispõe sistema de tração All-Wheel Drive, que direciona automaticamente a força para duas ou quatro rodas, conforme a necessidade do condutor, melhorando a tração em diferentes tipos de terreno.

Todas as versões contam também com os modos de condução Normal; Eco, para priorizar a economia de combustível; Sport, para uma condução mais esportiva e ágil; e EV, sem consumo de combustível e sem emissão de poluentes. Na versão F-Sport, o modelo acrescenta o modo SPORT +, com configuração que transmite maior sensação de dirigibilidade esportiva.

Somando todos os fatores citados acima, a melhoria atingida no consumo de combustível na cidade é de cerca de 52%, enquanto a redução na emissão de CO2 chega aos 26% (112 g/km), se comparado ao modelo equipado com motor somente a gasolina. Em 2019, o SUV compacto recebeu nota "A" na classificação da categoria de veículos extragrandes no ranking do Programa Brasileiro de Etiquetagem do INMETRO.

Design agressivo e marcante


A Lexus preservou para o modelo híbrido a forte essência do design do NX, que tem se mostrado atraente para os clientes que buscam um estilo agressivo, marcante e sofisticado. Com uma formatação corporal rígida e utilização de aço e alumínio de alta resistência e reforços estruturais, o modelo conta com as peças estrategicamente posicionadas para atingir o nível de leveza desejado.

Desde a linha 2018, os para-choques foram redesenhados para destacar a arquitetura agressiva do modelo, com uma expressão ainda mais ousada de diamante esculpido. Na dianteira, as versões Dynamic e Luxury possuem grade do tipo Spindle e linhas fluidas no capô e nas portas da frente, enquanto na versão F-Sport, a grade preenche amplamente a área frontal do veículo e conta com acabamento de alto brilho em forma de colmeia.

Além disso, toda a linha NX 300h tem rodas de liga leve aro 18''. Na versão Luxury, o acabamento é brilhante com revestimento metálico escuro. Já a F-Sport conta com finalização em dois tons, nas cores preto e prata, para reforçar ainda mais o apelo esportivo.

Por dentro do NX 300h


O interior do NX 300h segue respeitando de forma fiel o compromisso da Lexus com os princípios da hospitalidade Omotenashi, que combina a sensação urbana do veículo com a beleza estrutural e funcional de uma máquina de alta performance. A qualidade artesanal exclusiva da Lexus também é amplamente perceptível por conta do trabalho realizado pelos Takumis, mestres artesãos da marca.

Seguindo os preceitos de luxo da Lexus, os acabamentos internos usam materiais requintados que remetem diretamente ao conceito premium, como detalhes em padrão couro no volante, nos bancos, na manopla de transmissão, no painel e no console central, além de revestimento no painel central e nas portas de padrão madeira para a versão Luxury e metal para a F-Sport. Na versão topo de linha, foram acrescentadas ainda ornamentações exclusivas no painel, costuras e perfurações diferenciadas, bem como bancos em formato esportivo, pedais de alumínio e emblema da versão no volante.

Conforto e conveniência


Entre os principais itens e equipamentos que contribuem para elevar a percepção, o conforto e a conveniência a bordo do NX 300h, destacam-se a tela de LCD para o sistema multimídia exclusivo da Lexus, presente na linha desde o ano passado, com 10.3'' para as versões Luxury e F-Sport e 8'' para a Dynamic. O sistema multimídia é compatível com TV digital (nas versões Luxury e F-Sport), rádio AM/FM, DVD player, CD-R/RW, MP3, WMA, sistema Bluetooth® com microfone e amplificador, além de Android Auto e Apple CarPlay. A câmera de ré com linhas guias foi mantido para a versão Luxury enquanto a F-Sport tem câmera 360°.

As três versões ainda contemplam sistema de ar-condicionado dual zone digital, Smart Entry System e acionamento do motor por meio do Start Button. Nas versões Luxury e F-Sport, o motorista conta ainda com a tecnologia hands free para abertura do porta-malas, que funciona por meio de sensores que detectam o movimento das mãos.

Desde a versão Dynamic, o retrovisor interno é eletrocrômico e os espelhos externos contam com regulagem elétrica, rebatimento automático, sistema de aquecimento e indicadores de direção. As funções antiofuscante e tilt down estão disponíveis nas versões Luxury e F-Sport.

Acessórios


A linha de acessórios genuínos do Lexus NX 300h continua composta por 12 itens, com o objetivo principal de atender às mais diversas necessidades e preferências dos clientes em relação a design, sofisticação, conveniência, funcionalidade e segurança. Desenvolvidos pela engenharia global da Lexus, os itens seguem rígidas regras da marca para atestar alto nível de qualidade, resistência e confiabilidade.

Entre os acessórios que podem ser instalados nas concessionárias da marca e pontos de vendas Lexus estão a capa de chave, aplique cromado da tampa de porta-malas, frisos laterais, estribo lateral, kit de segurança para todas e frisos laterais.

Cores


As cores disponíveis para o NX 300h são: Branco Sônico, Preto Grafite, Cinza Mercúrio, Cinza Titânio, Prata Platinum, Vermelho Coral, Marrom Âmbar e Azul Meteoro. As cores Azul Olímpio e Laranja Lava são exclusivas para a versão F SPORT.

Já as cores internas são preta (Dynamic), bege, preta e caramelo (Luxury) e branca com preto, preta ou granada com preto (na versão F-Sport).

Preços



BMW M135I XDRIVE ESTREIA NO BRASIL


O novo BMW M135i xDrive já está disponível na rede de concessionárias autorizadas da marca no Brasil ao preço sugerido de R$ 269.950. A configuração mais apimentada do hatchback premium chega como opção à versão 118i Sport GP, que estreou no país em novembro do ano passado. 

Externamente a versão esportiva se diferencia pelo pacote M aerodinâmico, que inclui os novos para-choques, spoiler traseiro, retrovisores revestidos e o novo design das rodas de 18 polegadas. Os faróis full-LED adaptativos são separados pela grande no tradicional formato em duplo-rim, que ganhou interior em colmeia na versão esportiva e, pela primeira vez, está unida ao centro nesta nova geração do modelo.

Com seu amplo espaço e excelente ergonomia, a cabine esbanja esportividade e sofisticação, com controles voltados ao motorista e misturando diferentes acabamentos e texturas como aço escovado, couro e Alcântara. Internamente, há diversos elementos que fazem alusão à versão, como bancos dianteiros esportivos, soleiras M Sport, volante M Sport e cintos de segurança M Sport. 

O moderno propulsor BMW TwinPowerTurbo 2.0 de quatro cilindros desenvolve 306 cavalos de potência entre 5.000 rpm e 6.250 rpm (166 cv a mais que a versão 118i Sport GP) e 450Nm de torque entre 1.750 rpm e 4.500 rpm (230Nm de torque a mais que a versão 118i Sport GP) impulsiona o modelo de 0 a 100 km/h em apenas 4,7 segundos (3,8s a menos que a versão 118i Sport GP) e à velocidade máxima de 250 km/h. Conectada a uma transmissão automática esportiva de oito marchas, a unidade foi submetida a uma série de aprimoramentos individuais para melhorar sua eficiência, o que resultou em menores consumo e emissões de partículas. O conjunto dinâmico é otimizado ainda com a suspensão M Sport e freios M Sport, tornando o modelo ainda mais seguro e divertido.

O BMW M135i xDrive tem como principais equipamentos a função start/stop; regeneração de energia de frenagem; airbags frontais, laterais dianteiros e cortinas dianteiros e traseiros; controles de estabilidade e tração; retrovisores externos com declinação e rebatimento; pacote interno de conveniência; ajuste de lombar para motorista e passageiro; ar-condicionado automático digital com controle de 2 zonas; pacote de iluminação  e Comfort Access 2.0, que acende luzes de boas-vindas quando o motorista se aproxima a três metros do veículo portando a chave. À 1,5 metro do veículo, as portas se destrancam e, afastando-se dois metros, o veículo se tranca novamente. Tudo isso além da abertura do porta-malas por meio de aproximação do pé do para-choque traseiro.

Em termos de tecnologia e conectividade, o modelo oferece Head-up Display; sistema de som Surround Harman Kardon com 16 alto-falantes; sistema parking assistant com câmera de Ré e sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, que mede os espaços para estacionar automaticamente através das câmeras e sensores do veículo, que realiza todas as manobras com máxima precisão, economizando tempo e garantindo o conforto do motorista enquanto estaciona. Já o sistema Reversing Assist registra os últimos 50 metros percorridos, podendo, se desejado, "desfazê-los" em marcha ré.

Já o BMW Live Cockpit Professional se refere à duas telas, sendo o display digital de 10,25" e o iDrivede 10,25", além de interfaces disponíveis e requisitos técnicos para opções operacionais controle de voz.  As telas, posicionadas dentro do ângulo de visão de quem estiver ao volante, podem ser configuradas de acordo com as preferências pessoais do usuário inclui, entre outras informações, dados do sistema de navegação e preparação para o Apple Car Play.

O BMW Intelligent Personal Assistant (IPA) é um sistema capaz de executar inúmeras funções no veículo ou explicar o funcionamento de equipamentos sendo ativado através da voz com a frase "Olá BMW", ou qualquer outra frase que for programada. Além disso, o sistema é capaz de aprender os hábitos do motorista e adaptar suas funções, como por exemplo, ligar automaticamente o aquecimento dos bancos em certa temperatura.

Além disso, a conexão com a internet é realizada por meio de um SIM Card que permite ao cliente obter informações sobre condições de trânsito em tempo real, entre outras funcionalidades oferecidas pelo sistema ConnectedDrive. Por meio deste recurso, o usuário é alertado sobre a necessidade de manutenção de componentes (Teleservices); recebe informações sobre pontos de interesse, programações de salas de cinema, recomendações de restaurantes, efetua reservas em hotéis (Concierge); e pode acionar os serviços de emergência em caso de acidente (Chamada de Emergência Inteligente).

O BMW M135i xDrive está disponível em cinco opções de cores externas: a sólida Branco Alpino, e as metálicas Preto Safira, Vermelho Melbourne, Cinza Mineral e Azul Misano. Há ainda cinco opções de revestimento interno: Couro Dakota Preto/Preto; Couro Dakota Mocha/Preto; Couro Dakota Oyster/Preto; Couro Dakota Magma Red/Cinza e Couro Dakota Preto/Azul.

A terceira geração do BMW Série 1


Produzida nas fábricas do BMW Group em Leipzig e Regensburg, na Alemanha, a terceira geração do BMW Série 1 estreou ano passado no país com design completamente renovado, mais leve, eficiente, dinâmico e com novos recursos de conectividade.

O uso inteligente do alumínio no capô e na tampa traseira, aliado ao aço de alta resistência, possibilitou à BMW reduzir em até 30 quilos o peso modelo em comparação ao antecessor. Ao mesmo tempo, aumentou ainda mais a rigidez à torção do chassi. Elementos de reforço, como a coluna em forma de bumerangue na parte traseira do veículo, contribuíram para esse atributo.

O chassi munido de recursos inovadores e integrados aos principais componentes dinâmicos proporcionam ao hatch uma agilidade invejável que pode ser nitidamente notada pelo motorista. O resultado é uma precisão dinâmica sem precedentes e que estabelece novos padrões dentro do segmento premium.

A nova arquitetura, por sua vez, reflete-se nas novas proporções e linhas fluidas e estilizadas. O capô mais curto funde-se com o para-brisa, e a longa linha do teto cai levemente na direção da traseira do carro. Já a ampla traseira e uma linha de ombros atlética, situada sobre os arcos das rodas, ressaltam uma presença poderosa e esportiva. Ao mesmo tempo, a carroceria oferece mais espaço na cabine. 

Com 4,319 metros de comprimento, a nova geração é 5 milímetros mais curta que seu antecessor. Em termos de largura, agora com 1,799 m, o novo modelo cresceu 34 mm, enquanto a altura, de 1,434 m, aumentou 13 mm. A distância entre-eixos de 2,670 m, por sua vez, é 20 mm mais curta que a da geração anterior.

A versão 118i Sport GP iniciou as suas vendas no Brasil em novembro de 2019, equipada com o mesmo motor de três cilindros pertencente à família BMW EfficientDynamics e usado no esportivo híbrido BMW i8. Conectado a uma transmissão automática de sete marchas e dupla embreagem, o motor de 1.499 cm³, movido à gasolina, entrega 140 cavalos de potência, entre 4.600 e 6.500 rpm, e 220Nm de torque, de 1.480 rpm a 4.200 rpm. O BMW 118i acelera de 0 a 100 km/h em 8,5 s e atinge 211 km/h.

BMW do Brasil
Máquina Cohn & Wolfe

Leia> Coisas de Agora 

CONVERSA DE PISTA.
Por Wagner Gonzalez *

MESMO EM CRISE CBA DESPERTA INTERESSE



Candidatos já se articulam para eleição no final do ano


O ano mal começou e os bastidores do automobilismo brasileiro vivem uma movimentação com foco, difuso e diluído, na eleição que definirá o futuro presidente da principal entidade que governa o esporte no País. Tal atenção é voltada para o comando da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), cargo que até o final do ano estará em poder do pernambucano Waldner Bernardo de Oliveira. Mais conhecido como Dadai, ele é afilhado político do conterrâneo Cleyton Pinteiro, que ficou conhecido por ter liderado a CBA por dois mandatos e não ter deixado qualquer marca de melhora ou conquista.

Pinteiro chegou ao cargo através de uma manobra que ainda gera discussões entre dois grupos de federações que se destacam no cenário do esporte. De um lado estão as entidades onde o automobilismo tem maior força – caso de Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo – e de outro a maior parte das representações das regiões Norte e Nordeste. Até 2009 cada entidade reconhecida pela CBA tinha um peso equivalente ao número de categorias que eram praticadas com regularidade na sua jurisdição. Para ilustrar: aquelas que promoviam competições de automobilismo no asfalto, na terra, kart e rally, por exemplo, teriam peso quatro, enquanto outra que promovesse apenas velocidade na terra, teria peso um.

Uma assembleia geral extraordinária poucos meses antes do final do segundo mandato do paulista Paulo Scaglione, que sucedeu o goiano Reginaldo Bufaiçal em 2001, mudou essa regra e equiparou todas as "faus", como as federações são conhecidas no jargão do esporte. Pelo bem ou pelo mal, apenas uma chapa foi inscrita e Pinteiro foi eleito por unanimidade, herdou um amplo portfólio de campeonatos mas não conseguiu impedir que esse patrimônio definhasse significativamente e se transformasse em um bolo onde a cereja foi a perda do autódromo do Rio. Logo após assumir o cargo Pinteiro chegou a declarar que se acorrentaria ao portão do circuito de Jacarepaguá para impedir a destruição da praça desportiva que deu lugar ao Parque Olímpico. A história consolida a bravata.

O antecessor Scaglione tinha conseguido do governo carioca um acordo pelo qual a pista que sediou dez GPS do Brasil de F-1 somente seria desativada após a construção de um novo traçado. Outra conquista do paulista, uma área em Taubaté situada às margens da via Dutra cedida em comodato para construção de um sonhado e justificável segundo autódromo paulista, foi devolvida formalmente sem que houvesse empenho para capitalizar a oportunidade. Não custa lembrar que o Vale do Paraíba, onde Taubaté é a segunda maior cidade, é uma região altamente industrializada e tem fábricas de automóveis que poderiam utilizar extensivamente o empreendimento e gerar os fundos necessários para a manutenção básica da pista.

Quando Dadai sucedeu Pinteiro no comando da CBA esperava-se a reversão desse quadro sombrio, esperança materializada em parte: o Campeonato Brasileiro de Kart ganhou um bom espaço na TV e o de Velocidade na Terra fincou raízes que podem se transformar em uma bela árvore, especialmente se o Estado de Santa Catarina – onde a especialidade é extremamente popular – abraçar a categoria. Tal como ocorreu no período do seu padrinho, as fábricas de automóveis ainda não voltaram a enxergar o esporte como uma ferramenta eficiente de marketing e geração de empregos e tecnologia. Mais: formalizou-se a remuneração ao presidente e aos diretores, vários deles sem dar expediente em tempo integral. Há indicações que o diretor financeiro Sérgio Murilo Dias da Silva teria residência em Portugal. Por tudo isso há um clima de cobrança dos automobilistas por mudanças e soluções, algo necessário e que merece atenção e reflexão para evitar cair na mão de exaltados e oportunistas.

Alguns contratos mal administrados envolvendo a CBA podem causar a perda da sede própria da entidade, o andar inteiro de um prédio na rua da Glória, no bairro carioca do mesmo nome. Na parte prática a entidade atravessa há algum tempo uma tempestade no relacionamento entre seus comissários técnicos e desportivos e algumas categorias, particularmente a Stock Car, e é cobrada a dar maior apoio às categorias de base. Neste último item, o trabalho da Comissão Nacional de Kart pode ser considerado a exceção à regra.

As dificuldades para recolocar o automobilismo brasileiro no patamar vivido em épocas mais profícuas da economia são inúmeras e não há solução mágica. Seja quem for o próximo presidente ele terá pela frente desafios que até mesmo apoiadores a um ou outro candidato não têm a dimensão real de tal cenário: por vezes sequer entendem o mecanismo eleitoral do automobilismo, pouco ou nada diferente do que rege a maioria dos esportes no País.

A intenção de concorrer ao pleito do final do ano decorre do comentário generalizado de que Dadai não tentará a reeleição e que lançaria Giovanni Guerra, goiano radicado no Maranhão e representante brasileiro na Comissão Internacional de Kart. Consultado pela coluna, Guerra nega tanto qualquer pretensão a se candidatar quanto acreditar que Waldner Bernardo tentará um segundo mandato. Se isto realmente acontecer é bem possível que ele volte a enfrentar Milton Sperafico no pleito do final do ano. O paranaense tentou a presidência na última eleição e foi derrotado quando, comenta-se, alguns apoiadores teriam mudado de lado na última hora. Sperafico se diz candidato a candidato e que afirma que continua "fazendo contatos com federações para tomar uma decisão no momento apropriado".

Uma terceira frente nessa corrida surgiu nos últimos dias: o ex-piloto Paulo Gomes, que cuidou do departamento de marketing nos oito anos de mandato de Cleyton Pinteiro já lançou sua candidatura e afirma possuir o apoio de três federações ao seu projeto. Pinteiro, por seu lado, ocupa com sua peculiar forma discreta a vice-presidência da Confederação Sul-Americana de Automobilismo (Codasur) e há quem aposte que ele estaria trabalhando para retornar ao posto que ocupou entre 2009 e 2017.


* Wagner Gonzalez é jornalista especializado em automobilismo de competição, acompanhou mais de 350 grandes prêmios de F-1 em quase duas décadas vivendo na Europa. Lá, trabalhou para a BBC World Service, O Estado de S. Paulo, Sport Nippon, Telefe TV, Zero Hora, além de ter atuado na Comissão de Imprensa da FIA. Atualmente é diretor de redação do site Motores ClássicosTwitter: @motclassicosFale com o Wagner Gonzalez: wagner@beepress.com.br.

Leia> Coisas de Agora

VENDAS DO VW DELIVERY EXPRESS CRESCEM 167% EM 2019


Presença constante na paisagem urbana, o caminhão Delivery Express – ou simplesmente DLX – mostrou toda a sua força em 2019, alcançando um crescimento de 167% em relação ao ano anterior. O DLX integra o segmento dos comerciais leves com 3 a 3,5 toneladas de Peso Bruto Total, que teve incremento de 22% no mesmo período. Apresentado na Fenatran 2017, o Delivery Express foi oficialmente colocado à venda em maio de 2018. Naquele ano, o comercial leve registrou 1.300 emplacamentos. Já em 2019, o número saltou para 3.497 unidades. Os dados são da Fenabrave – a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores.

Com o resultado, a participação de mercado do caminhão que todos podem dirigir – já que a condução do DLX exige apenas a carteira B – passou de 11% para 24.4%.

“Em seu primeiro ‘ano cheio’ no mercado, o DLX demonstrou que veio para conquistar a liderança, com aceitação imediata dos nossos clientes. Estamos orgulhosos dos resultados de 2019 e sabemos que podemos ir ainda além, uma vez que nosso produto possui atributos que o tornam a melhor opção para os mais diversos tipos de negócio”, afirma Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

DLX

Ágil nas retomadas e confortável no anda e para das cidades, o Delivery Express é o caminhão que entrega padrão de automóvel para a operação no dia a dia, podendo trafegar em áreas onde a circulação é restrita a veículos maiores. O rodado simples na traseira traz o benefício da cobrança de pedágio no valor de carro.

O conforto é de automóvel, mas o trem de força faz frente aos principais concorrentes: tem motor Cummins ISF de 2,8 litros com tecnologia EGR, dispensando o Arla 32. Entrega 150 cv e um torque máximo de 360 Nm numa ampla faixa de rotações, com o melhor conteúdo da categoria. Inova também em segurança, com airbag para o motorista e os dois passageiros associado a cintos com pré-tensionadores.

Para agilizar sua entrada em operação, o Delivery Express pode sair com implemento de fábrica. O cliente pode escolher entre carga seca ou baú, com todas as garantias desses equipamentos preservadas por seu fabricante, a Randon. Além disso, os caminhões passam a dispor da instalação da câmera de ré pelo parceiro exclusivo da marca, o BMB. Os implementos tiveram um projeto cuidadosamente desenvolvido pela Randon para os caminhões VW.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

CHEVROLET ANUNCIA IMPORTAÇÃO DO SEGUNDO LOTE DO BOLT EV

Primeiro carro 100% elétrico da Chevrolet começa a chegar às concessionárias da marca em fevereiro com nova geração de baterias para maior autonomia



Após comercializar todas as 50 unidades de pré-venda do Bolt EV logo no lançamento, a Chevrolet informa que já está sendo produzido o segundo lote do seu modelo 100% elétrico. Os carros começam a chegar às 26 concessionárias credenciadas da marca a partir de fevereiro.

O Bolt EV é um crossover que se destaca pelo design inteligente, por ser divertido de guiar e pelo alto nível de equipamentos. Além disso, é um veículo zero emissão, que o posiciona tecnologicamente à frente de híbridos e de automóveis puramente a combustão.

"O Bolt EV reúne características que simbolizam a visão de futuro que temos do automóvel, e nos surpreendeu tamanho interesse inicial de consumidores pelo produto. Em comum, são pessoas conectadas à inovação, mobilidade e sustentabilidade", diz Hermann Mahnke, diretor de Marketing da GM América do Sul.

A versão única do Bolt EV trazida para o mercado brasileiro é a mais sofisticada, Premier, já equipada com as baterias de nova geração, que garantem autonomia média de até 416 quilômetros, de acordo com o ciclo norte-americano EPA.

O Bolt EV está sendo ofertado inicialmente em 12 cidades, selecionadas com base em estudos de mercado. São elas: São Paulo, Campinas, São José dos Campos (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Florianópolis, Joinville (SC), Recife (PE) e Vitória (ES).

A Chevrolet vai disponibilizar, além da demonstração e do programa de test drive do produto, completa estrutura de serviços e manutenção. Com isso, a marca líder geral de vendas se estabelece no segmento de elétricos com a mais abrangente rede credenciada do país.

A estratégia comercial do Bolt EV foi traçada com base na experiência adquirida pela empresa com a venda do modelo em outros mercados globais.

A empresa acredita que, no futuro, os automóveis serão elétricos por uma série de razões. A começar pelas leis ambientais, cada vez mais rígidas, passando pelo fato de os elétricos possuírem completa compatibilidade com as próximas gerações de tecnologias de conectividade e de condução autônoma, por exemplo.

O maior conhecimento dos benefícios da tecnologia por parte dos consumidores, a expansão da infraestrutura de recarga e o aumento da autonomia com a evolução das baterias são catalisadores que ajudarão a popularizar os carros elétricos.

O Bolt EV

O novo crossover da Chevrolet oferece o alto torque característico dos motores elétricos. Arrancadas de 0 a 100 km/h podem ser feitas em aproximadamente 7 segundos. Isto porque o conjunto propulsor entrega 203 cv de potência e 36,7 kgfm de torque em qualquer faixa de rotação. Retomadas também são igualmente vigorosas, elevando a segurança em ultrapassagens.

Segurança, aliás, é um dos pilares do Bolt EV. São 10 airbags, assistente de permanência na faixa, alerta de ponto cego, aviso de tráfego traseiro cruzado, alerta de colisão frontal e sistema de frenagem automática com detecção de pedestres para mitigar acidentes.

Outro equipamento interessante são as câmeras de alta definição para visão 360 graus que auxiliam manobras de estacionamento e ficam localizadas nas extremidades do veículo, melhorando a visibilidade. O veículo conta com uma tecnologia que transforma o espelho retrovisor central numa tela que projeta imagens da parte traseira em maior ângulo e sem obstruções.

O comando remoto na chave presencial para interromper a recarga e destravar o plug de recarga é outro diferencial.

Principais tecnologias disponíveis no veículo

- Modo de direção "One Pedal" com sistema regenerativo dos freios
- Espelho retrovisor central por câmera
- Assistente de estacionamento com visão 360 graus
- Painel digital customizável com tela de 8 polegadas
- MyLink com tela de 10,2 polegadas compatível com Apple CarPlay e Android Auto
- Sistema de som de alta definição Bose
- Faróis com tecnologia HID e luzes de condução diurna em LED
- Lanternas traseiras em LED
- Sensor crepuscular
- Pneus autovedantes com rodas aro 17
- Assoalho plano com fechamento aerodinâmico
- Sistema de recarga de smartphone por indução magnética (sem fio)
- 10 airbags
- Assistente de permanência na faixa
- Alerta de ponto cego com sensor de aproximação repentina
- Aviso de tráfego traseiro cruzado­­
- Alerta de colisão frontal com detecção de pedestres
- Frenagem automática em baixa velocidade para mitigar acidentes
- Bancos de couro e volante com aquecimento
- Sistema de partida do motor por controle remoto
- Freio de estacionamento elétrico com acionamento por botão

O Bolt tem 4.165 mm de comprimento, 1.765 mm de largura e 1.595 mm de altura. O entre-eixos é de 2.600 mm, enquanto o peso de 1,6 tonelada, distribuído de forma quase simétrica entre os eixos. Soma-se isso ao baixo centro de gravidade, o que contribui para uma excelente dirigibilidade e estabilidade do veículo.

Como as baterias ficam localizadas sob o assoalho plano e o motor elétrico é bastante compacto, o espaço interno é surpreendente, inclusive o do compartimento de bagagens. Sua capacidade vai de 478 a 1.603 litros (com os bancos traseiros rebatidos), medidas semelhantes ao do Chevrolet Equinox.

Maior autonomia e menor custo por quilômetro rodado

De acordo com o ciclo norte-americano EPA, o Bolt EV percorre, em média, 416 km a cada recarga completa da bateria – a distância pode variar conforme a forma de condução e a maior utilização do sistema regenerativo que aproveita a energia dissipada em frenagens e desacelerações para ampliar sua autonomia e garantir tranquilidade ao usuário em viagens mais longas.

Divertido de dirigir, o Bolt EV pode ser conduzido no modo One Pedal (um pedal). Assim, basta aliviar a pressão do pedal do acelerador para que o veículo reduza instantaneamente a velocidade e inicie a frenagem de forma otimizada a fim de aproveitar a energia dissipada do sistema para incrementar a autonomia.

O Bolt EV estreia no Brasil equipado com uma última geração de baterias (10% mais eficiente devido a nova composição de seus elementos químicos), com 66 kWh de capacidade, configuração recém-lançada nos Estados Unidos, onde o produto é produzido.

A energia elétrica, além de mais limpa, gera economia para o motorista do Bolt EV. Hoje, o custo estimado por quilômetro rodado do elétrico da Chevrolet é até quatro vezes inferior ao de um modelo flex do mesmo porte – e inferior ao de híbridos também.

Solução complementar de recarga

Além do carregador portátil que acompanha o veículo, as concessionárias Chevrolet credenciadas para comercializar o Bolt EV estarão aptas a oferecer o aparelho de recarga rápida para ser instalado na garagem do cliente.

"A Chevrolet recomenda a todos os clientes a instalação do equipamento complementar de recarga, que amplifica a experiência do cliente com este tipo de veículo. Este equipamento permite sair de casa pela manhã todos os dias com autonomia total das baterias sem precisar mais passar por um posto de combustível", diz Rodrigo Fioco, diretor de Marketing de Produto da Chevrolet.

Quatro vezes mais eficiente que a recarga numa tomada 220V convencional, o aparelho de recarga rápida fornece uma quantidade de energia por hora suficiente para que o veículo rode aproximadamente 40 km, média que um motorista comum percorre por dia. Neste caso, a recarga completa das baterias leva aproximadamente dez horas.

O Bolt já vem preparado para a recarga em eletropostos de alta voltagem, onde bastam 30 minutos de recarga para o carro rodar mais cerca de 160 km. O Bolt EV conta com garantia de três anos para o veículo e de oito anos para as baterias de íon-lítio.

O plano de revisão segue o padrão global da marca para carros elétricos, que tem uma manutenção bem mais simplificada do que os modelos a combustão tradicionais que necessitam de troca de óleo, velas, correia e diversos filtros, por exemplo.

Até os 240.000 km (ou 5 anos), os principais serviços de revisão do Bolt EV se concentram nas trocas de itens de desgaste decorrentes do uso do veículo, como o filtro ar-condicionado e as pastilhas dos freios.

O novo crossover da Chevrolet estreia em cinco opções de cores: Branco Summit, Vermelho Glory, Prata Switchblade, Preto Ouro Negro e Cinza Graphite.

General Motors América do Sul

Leia> Coisas de Agora

NOVO PEUGEOT 208 GANHA DOIS TROFÉUS ARGUS 2020

Na cerimônia de entrega dos Troféus Argus 2020, realizada no Molitor de Paris, o novo Peugeot 208 ganhou o prêmio "Carro Argus 2020", na categoria mais importante da condecoração. O modelo também foi eleito "Carro urbano do ano".



O novo Peugeot 208 levou o troféu "Carro Argus 2020", arrebatando o primeiro lugar, à frente do Tesla Model 3 e do Kia XCeed, que completaram o pódio. Depois da vitória do SUV Peugeot 3008 em 2018, e do Peugeot 508 em 2019, esta é a terceira vez em quatro anos que a marca conquista a honraria. Laurent Blanchet, diretor de Produto, recebeu o prêmio ao lado de Gilles Vidal, diretor de Design, e de Eric Dejou, o designer do novo Peugeot 208.

A categoria "Carro Argus 2020" é um dos títulos mais importantes do Troféu Argus. Para esse prêmio especial, a Argus reuniu um júri composto por 11 jornalistas dos principais veículos da imprensa francesa. Os sete candidatos ao título de "Carro Argus 2020" receberam sua pontuação dos membros do júri. Cada jurado pôde atribuir uma nota que variava de 1 a 7 para cada modelo. O Peugeot 208 venceu com 56 pontos, na frente do Tesla Model 3 e do Kia XCeed.

"A conquista desse troféu comprova que o novo Peugeot 208 tem um forte poder de sedução. Apenas três meses depois do lançamento, o modelo já conta com uma aprovação incrível. Graças à sua plataforma multienergias, o cliente tem a possibilidade de escolher o tipo de propulsão e isso contribui para o sucesso do veículo. O modelo está perfeitamente alinhado com a estratégia de reforçar a atuação da marca Peugeot e esse prêmio nos deixa especialmente orgulhosos", conclui o diretor de Produto da Peugeot, Laurent Blanchet.

Além disso, o novo Peugeot 208 também recebeu o troféu na categoria "Carro Urbano do Ano", ficando à frente do Renault Clio e do Opel Corsa. O prêmio recebido por Thierry Lonziano, diretor de Marketing e Comunicação da Peugeot, foi atribuído pelos 18 membros do júri dos Troféus Argus. Ele é composto por jornalistas, especialistas em cotação de veículos e do sistema de referências técnicas do Grupo Argus. Os jurados ficaram encantados com o design do novo Peugeot 208, com o acabamento impecável do interior e com a plataforma multienergias, que permite ter uma versão 100% elétrica do veículo.