terça-feira, 26 de maio de 2020

PHILIPP SCHIEMER É O NOVO CEO DA MERCEDES-AMG


A Daimler anunciou nesta terça-feira (26), que Philipp Schiemer (foto), presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO América Latina, foi nomeado a CEO da Mercedes-AMG, subsidiária de alto desempenho do Grupo Daimler. Além disso, foi anunciado também que Jochen Hermann, atual chefe de desenvolvimento de e-driver na Daimler AG, assumirá como diretor técnico da AMG.

“Com Philipp Schiemer e Jochen Hermann, teremos dois executivos muito experientes liderando a AMG. Eles poderão levar o desenvolvimento da empresa adiante, garantindo que a eletrificação tenha um papel fundamental no portfólio futuro de produtos da nossa marca", afirma Ola Källenius, presidente do Conselho de Administração da Daimler AG e da Mercedes-Benz AG.

Desde 2013 à frente da AMG, Tobias Moers deve deixar a empresa para se tornar o novo CEO da Aston Martin Lagonda Ltd., no Reino Unido. Moers assumirá a sua nova posição em 1º de agosto de 2020.

“Tobias Moers liderou a marca AMG para o caminho do sucesso e gostaríamos de agradecê-lo por todas as suas realizações no Grupo Daimler. Sua partida é uma mistura de emoções. Por um lado, estamos perdendo um grande executivo, mas, ao mesmo tempo, sabemos que sua experiência será de grande valor para a Aston Martin, uma empresa com a qual temos uma parceria de longa data e bem-sucedida”, conclui Källenius. Em 2019, a Mercedes-AMG alcançou altos valores de vendas unitárias com mais de 132.000 automóveis comercializados. No ano de 2015, seu volume anual de vendas era de aproximadamente 70.000 unidades.

Philipp Schiemer atua no Grupo Daimler desde 1987, tendo passado por vários cargos de gerência na Alemanha e no Brasil, incluindo chefe de gerenciamento de produtos para a classe A e chefe de marketing da Mercedes Benz Cars. Desde 2013, ele atua como CEO da Mercedes-Benz do Brasil Ltda.

Jochen Hermann está no Grupo desde 1997, onde trabalhou nas áreas de sistemas de assistência ao motorista e sistemas de direção. O executivo também foi chefe de desenvolvimento geral de veículos na AMG e de desenvolvimento de acionamento eletrônico na Daimler AG, onde atuou em sistemas de acionamento elétrico e pesquisa de baterias. Schiemer e Hermann assumirão suas novas posições em 1º de agosto de 2020.

Mercedes-Benz do Brasil

Leia> Coisas de Agora

FOTON AMPLIA REDE DE CONCESSIONÁRIAS NO BRASIL AGREGANDO EX-DISTRIBUIDORES FORD CAMINHÕES


A Foton ampliou sua rede de concessionárias agregando diversas revendas que atendiam a marca Ford Caminhões no Brasil. A transição acontece com o apoio da Abrafor – Associação Brasileira dos Distribuidores Ford Caminhões - que está auxiliando nas negociações com os grupos econômicos.

Os novos contratos vêm sendo negociados desde o início de 2020 e até agora a Foton já recebeu 26 cartas de intenções. Estas cartas já resultaram em 15 contratos e em 29 novos pontos de vendas Foton pelo Brasil. Algumas localidades que eram atendidas pela Rede Ford, agora passam a ser atendidas como Foton, nas principais capitais dos estados brasileiros. Com isso a cobertura está mais abrangente, com 45 concessionárias e planos de chegar a 60 no total até o início de 2021.

Para Ricardo Mendonça de Barros, diretor de desenvolvimento da rede Foton do Brasil, os revendedores Ford conhecem bem o mercado e sabem que há um extraordinário potencial para os produtos Foton no País, para toda a linha, já que a montadora chinesa possui um portfólio de produtos de última geração e muito abrangente. “Além disso, trata-se de uma rede madura, capitalizada, extremamente focada no pós-venda e na satisfação total dos clientes, que sabe trabalhar muito bem os produtos dos segmentos leves, médios, semipesados e pesados. Com certeza, isso fará com que a participação da Foton cresça no mercado”, prevê.

Eustáquio Sirolli, Diretor de Desenvolvimento de Produtos da Foton do Brasil, destaca que a linha Foton tem similaridade com o portfólio Ford, o que contribui com a migração. “Os veículos Foton possuem motores Cummins, usuais nos veículos da Ford, além de transmissões ZF, de conhecimento e uso abrangente no mercado nacional”. De acordo com Sirolli, “os equipamentos de diagnóstico já disponíveis na rede servem a ambas as marcas, facilitando as análises e seus reparos ou manutenções e resultando em muita sinergia na área de serviços”.

Para Paulo Matias, presidente executivo e Renato Angeloni Costa, presidente do conselho - ambos da ABRAFOR, trata-se de uma rede extremamente profissional, com foco exclusivamente voltado para o segmento de caminhões e principalmente na satisfação dos clientes e no pós-venda.  “Justamente o que faz com que o cliente adquira confiança na marca, no produto e na concessionária, resultando em novas vendas e fidelização”, afirmou Paulo Matias.

Além disso, há que se destacar que essa rede era responsável pelas vendas de 24% da indústria de caminhões do País com chassi rígido nos segmentos de semileves, leves, médios, pesados e semipesados, tendo ocupado a terceira posição no ranking das indústrias de caminhões. Foi líder também no mercado nos leves por mais de 10 anos, e liderou por muitos anos as vendas nos segmentos de bebidas, coleta de lixo, construção civil, eletricitário, entre outros.

Aumento das vendas


Com as novas parcerias em andamento, as perspectivas se tornam ainda mais promissoras para os produtos da marca Foton no Brasil. Mendonça de Barros prevê grande crescimento nas vendas da Foton neste ano em comparação com o ano passado, considerando indicativos como recuperação econômica, ampliação da rede com maior capilaridade e especialização no negócio com veículos comerciais.

“Além de darmos um salto nas vendas, com uma rede mais robusta, vamos acelerar também no desenvolvimento de novos produtos, que serão escolhidos juntamente com a rede, com o intuito de trabalharmos cada vez mais em sinergia”, finaliza.

FOTON


A Foton Caminhões, presente no Brasil desde 2010, é responsável pela produção, importação e distribuição dos caminhões da marca Foton no País. Além disso, responde pelo fornecimento das autopeças e por todos os serviços de pós-venda, incluindo as revisões e manutenções.

Na China, a Foton Motor Group, fundada em 1996, no distrito de Changping, Pequim, possui joint-ventures firmadas com companhias importantes, como a Cummins, ZF e a Daimler, sendo apontada como uma das maiores e mais valiosas companhias chinesas.

Atualmente a Foton vende cerca de 600 mil veículos por ano globalmente, 90% deste volume de veículos comerciais, com exportações para mais de 100 países e um volume que passa das 60 mil unidades. No mundo a empresa conta com 40 mil colaboradores, duas mil concessionárias e, no ano passado, o faturamento foi de US$ 7,5 bilhões. A filial brasileira é a quinta unidade industrial da Foton fora da China. A marca já conta com fábricas na Tailândia, Vietnã, Quênia e Argélia em construção.

Foton do Brasil
MM Editorial

Leia> Coisas de Agora

MARCOPOLO INAUGURA ESPAÇO DO CLIENTE


Buscando melhorar ainda mais a experiência de seus clientes quando em visitas à fábrica, a Marcopolo inaugurou nesta semana o Espaço do Cliente. Localizada na unidade Ana Rech, a estrutura recém-construída conta com uma área de 600 m² e comporta até três veículos. Conta com salas de reunião preparadas para videoconferências, showroom de poltronas e revestimentos e está equipada com todos os recursos necessários para os processos de configuração e entrega de seus modelos. Outro ponto de muita atenção no projeto do novo espaço é a iluminação. Para a realização das inspeções de entrega, um sistema de última geração foi instalado com o objetivo de garantir ótimas condições técnicas.

Segundo Rodrigo Pikussa, diretor do Negócio Ônibus da Marcopolo, o Espaço do Cliente eleva os níveis de atendimento e foi concebido para proporcionar aos clientes da marca um melhor atendimento na negociação e entrega de produtos dando a oportunidade de ver, tocar, experimentar componentes e revestimentos. “Esta é mais uma iniciativa que reforça os nossos valores de Satisfação dos Clientes e Fazer Acontecer com Excelência. Como encarroçadora de presença global, líder na América Latina e relevante participação em outros mercados, como o continente africano, queremos que a jornada de nosso cliente seja positiva e marcante do fechamento do pedido até a entrega do produto, mantendo-se também a proximidade de relacionamento após a entrega”, avalia o executivo reforçando que a empresa  está retomando as entregas tanto para clientes de mercado interno e externo, observando as diretrizes dos órgãos de saúde e governamentais com relação às medidas de prevenção ao Novo Coronavírus.

A primeira entrega realizada no Espaço do Cliente foi a de um modelo Paradiso New G7 1800 DD de 43 lugares para a Transportes Spazzini, de Erechim/RS. “A estrutura disponibilizada pela Marcopolo para entrega de seus produtos realmente demonstra a valorização de seus produtos, permitindo a visualização de itens importantes e facilitando a configuração interna do veículo”, comenta Moacir Spazzini, diretor da empresa que tem 31 anos de atuação e há 12 é cliente Marcopolo.

COBLI LANÇA NOVO BLOQUEADOR VEICULAR COM MENOR TEMPO DE RESPOSTA, GARANTINDO MAIS SEGURANÇA NO TRÂNSITO


Empresa referência em inovação e eficiência no setor de rastreamento e mobilidade, a Cobli agora lança um novo produto para mercado. Com o objetivo de cobrir todos os passos do processo logístico de empresas, a startup desenvolveu bloqueador veicular, com tempo de resposta aproximadamente quatro minutos e que, diferentemente do restante do mercado, é controlado pelo próprio gestor da frota, sem intermediários.

O sistema prima pela eficiência: a partir do momento em que o gestor vê necessidade no bloqueio do veículo – via monitoramento inteligente promovido pela própria Cobli –, ele efetua o procedimento.Se o dispositivo estiver com a recepção de sinal normalizada, em até cinco segundos ele começa a cortar o funcionamento do veículo.  O processo acontece aos poucos até a parada total do automóvel. A vantagem desse processo em relação a outros bloqueadores do mercado está na segurança garantida ao motorista, ao automóvel e ao próprio trânsito em torno.

Atualmente alguns outros dispositivos realizarem bruscamente esse bloqueio, o tempo de resposta pode chegar a até 40 minutos. Além disso, a eficiência dessa solicitação é baixa: normalmente, o gestor deve se comunicar com uma central, para que esta entenda a situação a situação e efetue o bloqueio. No caso do bloqueador da Cobli, ele é instalado na parte de elétrica do veículo, acoplado ao dispositivo  que já apura todas as métricas fornecidas pela empresa.

“O bloqueador desenvolvido pela Cobli se destaca por alavancar a nossa maior cobertura de sinal e alta frequência de pulso. Isso possibilita que o usuário bloqueie veículos em um território geográfico abrangente, utilizando a cobertura de múltiplas operadoras. Além disso, a frequência de atualização do nosso dispositivo permite ações muito mais rápidas. Como tudo na Cobli, o bloqueio é muito simples de fazer e desfazer, podendo ser realizado diretamente pelo site. Mas indicamos que apenas o profissional responsável pela frota seja treinado e tenha autoridade para isso”, afirma Rodrigo Mourad, diretor-executivo e cofundador da Cobli.

Com o novo produto, a Cobli pretende expandir ainda mais seus negócios entre transportadoras e outras empresas da cadeia logística preocupadas com a segurança de seus motoristas, cargas e veículos, fornecendo a segurança do bloqueador e a eficiência do rastreamento.

Empresa de IoT (internet das coisas) e soluções tecnológicas para logística e mobilidade, a Cobli foi fundada em 2017 e, desde então, opera na gestão de frotas por meio de uma plataforma inédita no mercado brasileiro, capaz de facilitar a vida de empresas de todos os portes em transportar tudo o que é possível em todos os Estados do País, estando presente em mais de 100 cidades do território nacional. Primeira empresa da América Latina a vencer a “Harvard Business School – New Venture Competition” e cada vez mais reconhecida como a principal plataforma tecnológica de logística e mobilidade que leva as empresas a um próximo nível nestes setores.

VOLKSWAGEN CAMINHÕES E ÔNIBUS ENTREGA 126 CAMINHÕES NO PARAGUAI


A VW Caminhões e Ônibus entregou 126 caminhões para a distribuição de bebidas no Paraguai. A negociação é a maior já realizada pela empresa para um único cliente naquele país e envolve, em sua maioria, os modelos Delivery 13.180. Os veículos já estão em operação e foram adquiridos pela Fadel, uma das maiores operadoras no segmento, com forte atuação também no Brasil. Foi aqui, afinal, que a robustez dos caminhões VW foi comprovada, motivando a aquisição de veículos da marca também no país vizinho.

Além da alta confiabilidade dos modelos, a compra envolve atendimento sob medida da Diesa, importadora oficial da VW Caminhões e Ônibus no Paraguai, incluindo contrato especial de manutenção.

“Os clientes deste segmento são bastante exigentes em relação a metas relacionadas à sustentabilidade e TCO, ou custo total de operação, na tradução. Por isso, sermos referência nessas entregas é um compromisso em todos os mercados da VW Caminhões e Ônibus”, comenta Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da VW Caminhões e Ônibus.

Em 2019 a empresa vendeu mais de 1.500 modelos especificamente destinados à distribuição de bebidas em toda a América Latina. As negociações envolveram todo o portfólio, desde o VW Delivery, Constellation até o extrapesado MAN TGX. A posição de destaque no segmento remonta à aposta sob medida da fabricante, que foi a primeira a desenvolver veículos vocacionais para a distribuição de bebidas, fato que a mantém sempre à frente. Além de veículos sob medida, a fabricante inova no pós-vendas, com contratos de manutenção específicos para a aplicação, aliados para proporcionar o melhor TCO.

Caminhões favoritos do mercado


Na família Delivery, o destaque da distribuição de bebidas é o 13.180: com robustez e flexibilidade sob medida, tem peso bruto total (PBT) de 13,2 toneladas, ideal para o transporte de 6 paletes, tendo sido projetado de acordo com a legislação de circulação de Veículo Urbano de Carga (VUC) nas cidades onde há restrição de tráfego.

Seu motor Cummins ISF, de 3,8 litros e tecnologia SCR, foi desenhado com robustez sob medida e entrega torque máximo de 600 Nm e 175 cv de potência. No trem de força, o Delivery 13.180 conta ainda com a transmissão manual com seis velocidades. Sua configuração permite um melhor escalonamento, mais economia de combustível e conforto para o condutor.

Diferenciais sob medida


Os caminhões foram “construídos em cima da balança”, procurando otimizar ao máximo sua carga útil, além de proporcionar maior economia de combustível e menor desgaste de componentes. Com rastro e padrão em todos os furos, o chassi tem como ponto alto a flexibilidade. Mantém a originalidade, facilita e torna mais rápido qualquer encarroçamento.

A estrutura da cabine é mais um destaque de toda a nova família Delivery. Além de ser referência como a mais espaçosa do mercado na categoria de leves, o habitáculo conta com o reforço dos aços de alta resistência, que a tornam mais segura e resistente, atendendo aos mais severos requisitos de segurança europeus (norma ECE R29).Modelo com maior capacidade de carga da nova família, o Delivery também carrega os atributos que já consagram os demais veículos da linha.

Volkswagen Caminhões e Ônibus

Leia> Coisas de Agora

segunda-feira, 25 de maio de 2020

MARCOPOLO REGISTRA CRESCIMENTO DE VENDAS NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2020


Impacto da pandemia da Covid-19 foi pequeno no desempenho do início do ano


A receita líquida consolidada da Marcopolo alcançou R﹩ 919,4 milhões no primeiro trimestre de 2020, com elevação de 2,3% em relação aos R﹩ 898,6 milhões do mesmo período de 2019. O destaque foi a elevação dos negócios provenientes do mercado brasileiro, que cresceram 14,2%, com R﹩ 469,6 milhões, e representaram 51,1% do total. A produção da fabricante foi de 3.441 unidades, 2,7% menor que as 3.535 unidades fabricadas no mesmo período do ano passado, e o lucro líquido alcançou R﹩ 10,7 milhões, 60,3% menor do que os R﹩ 27 milhões do primeiro trimestre de 2019.

Segundo José Antonio Valiati, diretor financeiro e de Relações com Investidores da Marcopolo, os resultados alcançados no trimestre ainda retratam um cenário de quase normalidade da demanda e do ritmo de crescimento da indústria brasileira de ônibus, que vinha em trajetória de elevação. "No trimestre, os impactos provocados pela pandemia de Covid-19 se referem à interrupção das atividades na controlada Marcopolo China, que registrou retração de 82,2% na produção e a variação cambial causada pela desvalorização de moedas locais em relação ao dólar. A queda de produção e entregas no Brasil aconteceu somente no final do mês de março, quando a empresa adotou as férias coletivas em todas as unidades no País", explica.

Para este segundo trimestre, a direção da Marcopolo prevê um período de menor demanda, tanto dos clientes brasileiros, como dos estrangeiros, mas com base no ritmo atual de pedidos e de produção, e com a adoção e utilização eficiente das alavancas internas e governamentais para redução de custos, a empresa acredita atravessar esse momento de dificuldade global com segurança e consistência.

"Iniciamos a crise com uma boa carteira de pedidos e houve poucos cancelamentos. Desde o fim das férias coletivas, mantemos aproximadamente 50% da mão de obra em atividade nas unidades nacionais e, apesar de em volumes menores, continuamos recebendo novos pedidos diariamente, tanto para o mercado interno, como, em especial, para o mercado externo, compondo uma carteira que, mantido o ritmo atual de produção no Brasil, teremos estabilidade até o final de julho", destaca Valiati.

Em relação aos resultados do primeiro trimestre deste ano, os segmentos de melhor desempenho foram os de rodoviários e urbanos, que alcançaram crescimento de mais de 50% em relação ao mesmo período de 2019, tanto em receita como em produção. No de rodoviários, a elevação se deu em recuperação à menor demanda do início de 2019, afetado negativamente pela entrada em vigor de regra que obrigou a instalação de elevadores em todos os modelos desse segmento comercializados no Brasil. O segmento de urbanos manteve sua trajetória de recuperação de volumes no mercado interno, ajudado pelas entregas ao programa federal Caminho da Escola.

As exportações apresentaram retração de 19,4% na receita líquida em relação ao primeiro trimestre de 2019, sinalizando dificuldades nos principais mercados da fabricante, com volumes menores sendo vendidos para Chile, Peru e Argentina. Com restrições de locomoção, relacionadas à prevenção à Covid-19, equivalentes ou mais severas do que as que vêm sendo aplicadas no Brasil, a empresa não prevê uma rápida recuperação de volumes nos mercados da América do Sul. Entre as operações controladas e coligadas no exterior, houve queda de 11,5% nos volumes de produção, com 501 unidades fabricadas contra 566 no mesmo período de 2019.

Investimento em soluções seguras para o transporte coletivo


Ciente de sua missão e como protagonista em soluções sustentáveis de mobilidade, a Marcopolo vem desenvolvendo, em conjunto com clientes e parceiros, opções focadas na prevenção da Covid-19. Os sistemas de transporte coletivo não podem parar e a empresa segue engajada para viabilizar viagens cada vez mais confortáveis e seguras.

Neste sentido, a Marcopolo Next, divisão da Marcopolo focada em inovação, apresentou, em abril, diferentes soluções para proporcionar mais segurança e tranquilidade para quem precisa utilizar o transporte coletivo, como o FIP Onboard® para desinfecção do interior do ônibus, e o kit de proteção, sistema de divisórias que funciona como barreira de proteção para motoristas, cobradores e passageiros.

A iniciativa coloca a Marcopolo ao lado das empresas operadoras de transporte e busca formas de auxiliar os clientes a seguir com suas operações, além de proteger a sociedade da pandemia de Covid-19 e de outros agentes biológicos nocivos à saúde e a segurança dos passageiros e motoristas.

Combate à pandemia de Covid-19


Desde os primeiros sinais da Covid-19 na China, a Marcopolo se antecipou e passou a trabalhar na mitigação dos riscos associados à doença, buscando preventivamente a proteção da saúde de seus colaboradores. Nesse período, a companhia adotou férias coletivas, feriados estendidos, flexibilização, suspensão ou redução da jornada de trabalho em todas as operações, nos mais diversos formatos. A distribuição de máscaras, disponibilização de álcool em gel, instalação de pias adicionais, viabilização de maior espaçamento nas linhas de produção e nos serviços de transporte dos colaboradores, veiculação de palestras e compartilhamento de cartilhas informativas, também estão entre as medidas preventivas promovidas pela Marcopolo.

Paralelamente, a Marcopolo trabalha em medidas de contenção de custos e preservação do caixa, reduzindo ao máximo as despesas não obrigatórias, fazendo uso dos instrumentos de redução de custos com folha de pagamento, restringindo investimentos, cancelando novas etapas do programa de distribuição de proventos, renegociando prazos de pagamento, redobrando a atenção nas contas a receber e na cobrança, incluindo o Banco Moneo e unidades faturadas dentro do programa Caminho da Escola. Os estoques de produtos prontos e de matéria-prima também estão sendo adequados à nova realidade de mercado.

O baixo endividamento, a posição saudável de caixa e a estrutura enxuta de custo fixo da companhia a auxiliam a realizar os ajustes necessários. A Marcopolo tem atuado diariamente em ações focadas na superação do atual cenário, fazendo uso das ferramentas disponíveis para a manutenção dos seus resultados em níveis saudáveis, considerando a rápida queda de demanda. O momento pede o equilíbrio entre objetividade e parcimônia.

Foto: Vinicius Pauletti

Marcopolo
Secco Consultoria de Comunicação

Leia> Coisas de Agora

FIAT CHRYSLER REALIZA DOAÇÃO PARA PROJETOS DE ASSISTÊNCIA A PESSOAS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE

Empenhada em ampliar seu plano de apoio ao combate do Covid-19 no país, a Fiat Chrysler Automóveis realiza, em Recife, mais uma etapa das doações a projetos que visam dar assistência a moradores de rua que se encontram em situação de vulnerabilidade nesse período de isolamento social. Em parceria com a ONG AVSI Brasil, a empresa iniciou a distribuição de alimentos e kits de higiene.

Serão entregues uma tonelada de alimentos, além de 5.250 litros de água mineral e 1.600 kits de higiene compostos por sabonete, pasta e escova de dentes e shampoo. A doação será feita para a Prefeitura do Recife, para a Associação Católica dos Samaritanos e para Congregação das Irmãs de Nossa Senhora da Glória.

“Estamos trabalhando em cooperação estreita e altamente positiva com todas as esferas governamentais e parceiros, tendo como prioridade contribuir de forma efetiva nas áreas onde há maior necessidade. O momento pede união de esforços, e a Jeep faz questão de se fazer presente e atuante” Fernão Silveira, diretor de Comunicação Corporativa e Sustentabilidade da FCA para América Latina.

Também nesse sentido, a AVSI Brasil tem contribuído para realizar ações emergenciais nos territórios onde está presente. Segundo a gerente geral da AVSI em Pernambuco, Ana Bianchi, que acompanhou as doações no estado “Nosso objetivo é chegarmos juntos às pessoas que mais necessitam, seja pensando ações emergenciais, quanto redesenhando alguns projetos para atendimentos e formações online”, finalizou Ana.

Para Rafael Albuquerque Araújo, presidente da ONG Samaritanos, é primordial a cooperação de todos, visto que a oferta de alimentos e água para a população em situação de vulnerabilidade. A instituição hoje é responsável pela distribuição diária de 2.500 refeições em Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes. “A continuidade desta ação tem sido um desafio, mas tem sido possível com a ajuda desta rede de solidariedade que está se unindo neste momento de dificuldade para chegar a estas pessoas que mais precisam. Foi muito bom contar hoje com a responsabilidade social da Jeep para a continuidade da ação”.

Combate ao Covid-19


O hospital de campanha de Goiana é mais uma ação muito importante dentro do abrangente programa de ações implementado pela FCA para auxiliar no combate à pandemia, que inclui a produção e doação de equipamentos primordiais de segurança para profissionais da área da saúde, comodato de veículos para apoio logístico às autoridades estaduais e municipais, reparo de ventiladores pulmonares e outras iniciativas.

O programa da FCA é baseado em três frentes principais


- Contribuições para a instalação de dois hospitais de campanha, em Betim (MG) e Goiana, totalizando uma oferta de até 300 leitos adicionais nos dois municípios onde a FCA mantém plantas automotivas no Brasil, além de doações para auxiliar o hospital de campanha do Expominas, em Belo Horizonte;

- Doações e comodato de materiais, equipamentos diversos e veículos para autoridades da área de saúde em Minas Gerais e em Pernambuco, além de doações para auxiliar comunidades em situação de extrema vulnerabilidade;

- Uso da expertise e recursos da companhia para a produção e ampliação de oferta de itens hospitalares essenciais, como equipamentos de proteção individual para os profissionais da saúde e ventiladores pulmonares.

Fiat Chrysler Automóveis

Leia> Coisas de Agora

TRANSPORTADORA DE BARBADOS REVITALIZA SUA FROTA COM MOTORES ELETRÔNICOS E TRANSMISSÕES ALLISON

A Transport Board, empresa pública de Barbados, no Caribe, optou por renovar 30 ônibus urbanos da sua frota, substituindo os motores antigos e as transmissões automáticas Allison por modelos mais recentes.



Uma colaboração entre a Mercedes-Benz do Brasil e a Allison Transmission fornecerá um trem de força totalmente atualizado para 30 ônibus Mercedes-Benz OH 1420 da frota da Transport Board, empresa de transporte público de Barbados, país do Caribe. Os modelos estão recebendo novos motores eletrônicos MB Euro 3 em substituição aos antigos, com bomba de injeção controlada mecanicamente, e novas transmissões Allison totalmente automáticas modelo T270R™ que substituirão as antigas, também Allison, MT643R™.

Esse é um processo de renovação que poderá ter continuidade gerando novos negócios para ambas as empresas, já que aproximadamente 60% da frota de 250 ônibus da ilha está inoperante por problemas de ‘idade’ e manutenção. Os chassis Mercedes-Benz OH 1420, que não estão mais em produção, foram exportados para Barbados sempre em combinação com as transmissões automáticas Allison. Os bons serviços prestados pelos veículos até o presente momento levaram a Transport Board a repotenciar os chassis existentes com motores eletrônicos, e com transmissões automáticas Allison mais modernas e eficientes.

“Essa revitalização dos ônibus é um procedimento relativamente usual nas ilhas do Caribe”, diz Evaldo Oliveira, diretor de Operações da Allison Transmission para a América do Sul. “A dificuldade operacional e financeira para a substituição dos veículos leva os serviços de transportes urbanos, como os da Transport Board, a atualizar o trem de força dos veículos para prolongar a vida útil dos modelos existentes no País. O custo é significativamente mais baixo que a compra de novos ônibus e o transporte passageiros volta a ser eficiente”.


A Allison T270R foi desenvolvida exclusivamente para o uso em ônibus e foi projetada para oferecer confiabilidade e durabilidade no transporte público, além de proporcionar baixos custos de manutenção. Ela se utiliza de um competente conversor de torque para multiplicar suavemente o torque do motor e transmitir maior potência para as rodas motrizes em qualquer situação de tráfego. O retardador integrado também diminui o uso dos freios, reduzindo o desgaste das lonas e minimizando ainda mais os custos com reparações.

A Allison Transmission (NYSE:ALSN) é o maior fabricante mundial de transmissões automáticas para veículos comerciais médios e pesados. As transmissões Allison são usadas nas mais variadas aplicações incluindo caminhões coletores de resíduos, construção, bombeiros, distribuição, ônibus, motorhomes, militares e energia. Fundada em 1915, a Allison tem sede em Indianápolis, Indiana, EUA. Com presença no mercado de mais de 80 países, a Allison possui escritórios regionais na Holanda, China e Brasil e fábricas nos Estados Unidos, Hungria e Índia. A Allison também tem aproximadamente 1.400 distribuidores independentes e revendedores em todo o mundo. 

Press Consultoria

Leia> Coisas de Agora

sexta-feira, 22 de maio de 2020

VW CAMINHÕES E ÔNIBUS APOIA SOLVÍ NA DOAÇÃO DE CESTAS BÁSICAS


A VW Caminhões e Ônibus acaba de anunciar a doação de cem cestas básicas para a #LivedoBem, uma iniciativa do Instituto Solví para arrecadação de alimentos e produtos de higiene a comunidades carentes neste período de pandemia. Por meio de lives de cerca de quinze minutos nas redes sociais, o Instituto Solví e seus parceiros promovem doações, com participação de convidados especiais como artistas e atletas que doam seus cachês para também ajudar nesse momento em que a união de todos é fundamental.

Desde o início da pandemia, a VW Caminhões e Ônibus tem empreendido uma série de ações de auxílio nesse momento difícil. Além da produção de mais de dois mil protetores faciais para doação, feitos na fábrica de Resende (RJ), a empresa também doou 500 pares de luvas às prefeituras na região do Sul Fluminense.

Em parceria com a Ecopistas, promoveu a doação de vales-alimentação para caminhoneiros em São Paulo e, junto de sua rede de mais de 140 casas estrategicamente localizadas em todo o Brasil, promove a doação de máscaras e a oferta de refeições, locais para higiene pessoal e dormitórios.

“São ações bastante distribuídas com o objetivo de auxiliar a sociedade, compreendendo os profissionais da saúde, comunidades carentes e os nossos clientes, que estão na linha de frente, garantindo que nada falte nesse momento em que, mais do que nunca, caminhoneiros e motoristas de ônibus não podem parar”, comenta Marco Saltini, diretor de Relações Governamentais e Institucionais da VW Caminhões e Ônibus.

Volkswagen Caminhões e Ônibus

Leia> Coisas de Agora

RENAULT EXPERIENCE REVELA A EQUIPE CAMPEÃ DA EDIÇÃO 2019-2020 DA CATEGORIA TWIZY CONTEST

Na última quarta-feira (20), ocorreu a final da categoria Twizy Contest do programa Renault Experience. A campeã foi a equipe Farm Twizy, da Universidade Feevale que desenvolveu uma solução de mobilidade agrícola para agilizar a gestão rural no campo para pequenos agricultores utilizando o Renault Twizy


A equipe é formada pelos alunos Vinicius Wilbert (Design), Gustavo Siebel e Niklaus Lauxen (Engenharia Eletrônica), Elienai Josias Dutra (Engenharia Mecânica) e Paulo Cesar Junior (Engenharia de Produção).

“Só tenho a agradecer por toda experiência que o Programa Renault Experience nos proporcionou. Chegamos até a jornada através do time vencedor do ano passado, a Orni Twiy, que divulgou o programa dentro da Feevale e a partir disso montamos uma equipe engajada e com muita vontade de empreender. Refinamos a nossa ideia e o apoio dos mentores de dentro da Renault e da Haze mudaram nossa maneira de ver os processos de um projeto, mudaram a nossa vida, aprendemos muito sobre coisas que a gente não tinha conhecimento e isso não tem preço”, afirma Niklaus Lauxen, integrante da equipe Farm Twizy.

O tema desta edição do desafio foi: “Como tornar a vida das pessoas melhores nas cidades ou no campo com um veículo elétrico?”. Os participantes precisavam desenvolver uma startup que solucionasse este problema utilizando a POM (Plataform Open Mind) plataforma automotiva de código aberto para o Twizy. Também chegaram até a final as equipes Direito na Rua, da Faculdade Armando Alvares Penteado (Faap), e a Telegnosys da Universidade Tecnológica Federal (Utfpr) de Pato Branco.

“Estou muito feliz com o resultado desta edição. As equipes trouxeram projetos de alto nível. O Twizy Contest é uma grande inciativa que permite a troca de conhecimentos entre o mercado e o ambiente acadêmico, contribuindo para o desenvolvimento de projetos e tecnologias”, afirma Antonio Fleischmann, vice-presidente de Engenharia da Renault para a América Latina.

O programa teve início em novembro de 2019 e recebeu a inscrição de 460 estudantes divididos em 183 equipes. A edição contou com participantes de 132 instituições de ensino em 16 estados e 54 cidades, além de envolver estudantes de 42 cursos diferentes. A primeira avaliação selecionou dez projetos, dos quais foram selecionados os três projetos finalistas. Entre fevereiro e maio, as equipes receberam mentorias para incrementar os projetos. Os finalistas apresentaram esta semana, para uma banca avaliadora, a evolução de cada um dos negócios.

A equipe Farm Twizy agora passará por um processo de aceleração do projeto e terá a oportunidade de apresentar a solução que desenvolveram para a equipe de engenharia da Renault na França e competir com projetos de outros países durante um evento on-line programado para dezembro de 2020, adaptado para este formato em decorrência do coronavírus. Na edição de 2019 da competição, realizada no Technocentre em Paris, a campeã foi a equipe brasileira OrniTwizy, também formada por alunos da universidade Feevale, de Novo Hamburgo no Rio Grande do Sul. O projeto traz uma solução de mobilidade para portadores de dificuldades motoras utilizando o Renault Twizy.

Outros projetos finalistas


Os outros dois projetos finalistas da edição 2019-2020 do Renault Experience foram

Direito na Rua – Faculdade Armando Alvares Penteado (Faap)
Solução: levar acesso a informações públicas para comunidades vulneráveis utilizando o Twizy, que consegue trafegar por ruas mais estreitas e locais inacessíveis para grandes veículos.  
Alunos: Ana Teodoro, Bianca Miyahara, Taiana Fontes Vitti (Direito) e Bryan Miyahara (Engenharia Mecânica).

Telegnosys – Universidade Tecnológica do Paraná (Utfpr) - Pato Branco             
Solução: diagnóstico preditivo por meio de inteligência artificial, prevendo a falha de algum componente mecânico ou eletrônico utilizando os dados no barramento de comunicação do veículo.
Alunos: Diogo Freitas (Engenharia de Software), Henrique Costa (Engenheiro Industrial) e Jônatas Lemos (Engenheiro Mecânico).

Renault Experience


O Renault Experience é um projeto que tem como objetivo estimular o empreendedorismo e a inovação entre universitários de todo o país na busca por soluções que facilitem o dia a dia da sociedade. Desde 2018, além da categoria Soluções de Mobilidade, foram criadas duas novas:  Negócios Sociais e Desafio Twizy.

A categoria Desafio Twizy tem como base a POM – sigla para Plataform Open Mind, apresentada pela marca na edição 2017 do Consumer Electronic Show (CES), em Las Vegas. Trata-se de uma plataforma automotiva de código aberto para o Twizy, permitindo o uso livre dos dados do compacto elétrico para o desenvolvimento de soluções de mobilidade.

Fundado em setembro de 2010, o Instituto Renault já impactou mais de 740 mil pessoas, atuando nos eixos de inclusão e mobilidade sustentável.  Criado há nove anos, o Instituto Renault tem como objetivo promover ações voltadas à sustentabilidade socioambiental, atuando em dois eixos: Mobilidade Sustentável e Inclusão.

No eixo Inclusão, além do Renault Experience a Renault apoia a Associação Borda Viva, para promoção do desenvolvimento social, da segurança alimentar para crianças e do empoderamento feminino por meio do empreendedorismo e da geração de renda.

No eixo Mobilidade Sustentável, destaque para o Programa “O Trânsito e Eu”, de educação para segurança no trânsito, presente de forma permanente em oito municípios do país: Curitiba, São José dos Pinhais, Maringá e Arapongas, no Paraná; Pelotas (RS); além das cidades paulistas de São Bernardo do Campo, Santa Bárbara d’Oeste e São Paulo, capital. O programa também desenvolve ações itinerantes em parques, shoppings e eventos. Cerca de 230 mil crianças já foram impactadas pela iniciativa. No mesmo eixo, a Renault já comercializou cerca de 300 veículos 100% elétricos no Brasil a empresas que possuem projetos relacionados à mobilidade zero emissão.

Renault do Brasil

Leia> Coisas de Agora

BRIDGESTONE APRESENTA 10 CURIOSIDADES SOBRE PNEUS


A Bridgestone, maior fabricante de pneus do mundo, compartilha dez curiosidades sobre a produção e funcionalidade dos pneumáticos.


1. Por que são feitos de borracha?
Esta matéria prima, proveniente das árvores seringueiras, suporta o desgaste do dia a dia, ao mesmo tempo em que oferece um alto nível de aderência, mesmo quando o piso se encontra molhado, 
Desde 2015, a Bridgestone também utiliza matéria prima alternativa para desenvolver pneus a base de guaiúle, um arbusto que cresce nas regiões áridas do México e no sul dos Estados Unidos. 

2. Por que são pretos?
Durante a fabricação, é utilizado um composto especial chamado negro de fumo que, além de contribuir para a resistência da borracha ao desgaste, é responsável pela coloração preta do pneu, como conhecemos hoje. Vale lembrar que os pneumáticos já foram brancos - a cor natural da borracha.

3. Por que apresentam diferentes desenhos na banda de rodagem?
Os sulcos ou ranhuras que a banda de rodagem apresenta são um importante fator para garantir o excelente desempenho do pneu. Eles são desenhados para melhorar a tração, prevenir derrapes e drenar a água durante a condução em superfícies molhadas.

4. Do que são feitos?
No processo da fabricação do pneu, é utilizado principalmente: 
Óleo: atua como complemento para juntar a mistura dos compostos.
Aço: Forma parte da construção dos talões, que ajudam a promover estabilidade e rigidez à banda de rodagem, assim como prevenir furos e danos.
Antioxidante: Protege o pneu do envelhecimento por ozônio, calor ou flexão excessiva.
Enxofre: Ajuda a unir as moléculas de borracha durante o processo de vulcanização, contribuindo para a durabilidade do pneu
Borracha natural: Proporciona ao pneu ótima resistência aos rasgos e baixa geração de calor.
Borracha sintética: Garante melhor tração e boa resistência ao desgaste. Algumas também apresentam baixa geração de calor. 
Negro de fumo: Aumenta a resistência ao desgaste da borracha e protege o pneu dos raios ultravioleta.
Poliéster e rayon: Proporcionam elasticidade para suportar cargas pesadas e trazer conforto na condução, por sua alta resistência ao contato. 
Sílica: Melhora o desempenho sobre superfícies molhadas, diminui a resistência ao rolamento e, em consequência, contribui para a eficiência no consumo de combustível

5. Como ler as especificações?
A medida do pneu é composta de uma série de números que indicam sua largura em milímetros, seguido da altura, o tipo de construção do pneu, seja radial ou diagonal, e o diâmetro do aro, em polegadas. Por exemplo 195/60R15 representa um pneu de 195 milímetros de largura, 60 de altura, construção Radial (R) e 15 polegadas de diâmetro de aro.  

6. Qual o tamanho da área que toca o piso?
O pneu é a única parte do veículo que toca o solo. No caso de carros de passeio e SUVs, essa área é de cerca de um palmo.

7. Qual a relação do pneu com consumo de combustível?
Utilizar pneus apropriados, em bom estado e com a pressão correta de calibragem, reduz a resistência ao rolamento durante a condução, o que se traduz em um uma economia de energia e, portanto, de combustível. Em caso de má uso, o consumo de combustível aumenta, o tempo de vida útil do pneu é reduzido e a probabilidade de desgastes irregulares é mais alta.

8. Quando a Bridgestone fabricou o seu primeiro pneu?
Foi desenvolvido em 9 de abril de 1930 pela divisão de pneus da empresa japonesa de meias Tabi. Isso ocorreu quase um ano antes do fundador Shojiro Ishibashi separar a divisão para criar a Bridgestone Tire Co. Ltd, em 1 de março de 1931.

9. Quanto mede o maior pneu do mundo?
O maior pneu do mundo, fabricado pela Bridgestone no Japão, tem 4.02 metros de altura, 1.47 metros de largura e pesa 5.75 toneladas. 

10. Qual o futuro dos pneus? 
A Bridgestone investe continuamente em inovação, desenvolvendo soluções para a mobilidade em diversas áreas. Um exemplo é o pneu que será utilizado pela Agência de Exploração Aeroespacial Japonesa (JAXA)  em sua missão à Lua, ou os pneus de tecnologia sem ar, que evitaram o temido pneu furado.   
Com mais de 90 anos de experiência, a Bridgestone tem um forte compromisso com a inovação e a sociedade, buscando uma mobilidade mais simples, acessível e segura para todos.

quinta-feira, 21 de maio de 2020

MERCEDES-BENZ LANÇA PRIMEIRO SHOWROOM VIRTUAL PARA VENDAS DE VEÍCULOS COMERCIAIS NO BRASIL


A partir de 23 de maio, estará disponível para clientes de todo Brasil o primeiro Showroom Virtual para vendas de todos os modelos de caminhões, desde leves até extrapesados, ônibus urbanos e rodoviários e Linha Sprinter da Mercedes-Benz . O lançamento oficial ocorrerá no dia 23 de maio, sábado, às 10h, durante live nas redes sociais da Mercedes-Benz Caminhões.

“Mais uma vez, damos um passo à frente em nosso segmento e lançamos o Showroom Virtual Star Online, projeto que leva os clientes para dentro de concessionários de todo o País, de forma rápida e online, assim ele pode nos visitar pelo computador, laptop ou celular a qualquer hora ou dia”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Na tela, o cliente terá tudo o que precisa: vendas de caminhões, ônibus e Linha Sprinter, comercialização de veículos usados da SelecTrucks, ofertas de peças e serviços, além de negócios do Banco e Consórcio da própria marca. Tudo muito prático, simples e rápido, para facilitar o seu dia a dia”.

Roberto Leoncini destaca que essa alternativa traz inúmeras vantagens aos transportadores e empresários, principalmente durante o isolamento social recomendado pelas autoridades de saúde durante a crise do Coronavírus. 

“Estamos lançando essa novidade nesse difícil momento do País com o objetivo de atender às demandas crescentes de clientes por negócios via internet. Contudo, essa ferramenta já vinha sendo pensada, veio para ficar e também é fruto do avanço da Mercedes-Benz no campo da inovação, tecnologia digital e Internet das Coisas dentro do conceito concessionários e clientes 4.0, assim como já ocorre com nossos produtos, serviços e fábricas que também já são digitais”.

A Mercedes-Benz conhece muito bem o potencial das ferramentas digitais e passa a oferecer mais vantagens aos clientes, que ganham a alternativa virtual de negócios, mas que continuam contando com seu concessionário como sempre, podendo visitá-lo pessoalmente, tanto o showroom físico, quanto a oficina e o balcão de peças, conforme sua preferência ou necessidade. Essa novidade reafirma o compromisso da Empresa com a experiência do cliente com a marca, visando sua satisfação durante toda a jornada de compra e uso de seus veículos.

“O Showroom Virtual Star Online irá facilitar muito a vida dos clientes da Linha Sprinter, que também de qualquer lugar e hora poderão conferir as ofertas do nosso amplo portfólio de vans de passageiros, de furgões e chassis com cabina para distribuição urbana e transporte de cargas”, diz Jefferson Ferrarez, diretor geral de Vans da Mercedes-Benz. 

“Essa nova ferramenta de vendas nos ajuda a estar cada vez mais ao lado de transportadores, autônomos e empreendedores, oferecendo, de forma online, soluções para cada demanda do segmento de veículos comerciais leves, que é bastante diversificado”.

Showroom Virtual Star Online oferece um ambiente seguro e prático



O objetivo do Showroom Virtual Star Online é estabelecer um canal de venda digital entre os clientes e os concessionários da marca. Para total segurança, o ambiente da nova plataforma tem acesso via login e senha, iniciando com um pré-cadastro para validação dos dados.

O próprio sistema direciona o cliente para as revendas da região mais próxima dele, onde é atendido pela equipe que já conhece e tem relacionamento. Os novos clientes também estarão à vontade para fazer negócios, mesmo que ainda não conheçam os vendedores Mercedes-Benz.

Nesse novo canal de vendas, o visitante encontra ofertas locais de veículos novos e seminovos, assim como as de peças e serviços. As ofertas com veículos seminovos da SelecTrucks são nacionais, ampliando as opções de escolha e de negócios para os clientes. O mesmo ocorre com algumas ações de peças e serviços e serviços financeiros de alcance nacional.

A plataforma de venda do Showroom Virtual foi desenvolvida em parceria com a startup MobiAuto. A Mercedes-Benz definiu os padrões da ferramenta e o catálogo de produtos, se responsabilizando também pela administração dos cadastros para direcionamento aos concessionários da região do cliente.

Já o concessionário administra os veículos apresentados na loja virtual e todo o relacionamento online com o cliente que utilizar esse canal de comunicação.

“Em conjunto com a MobiAuto, desenvolvemos o nosso Showroom Virtual praticamente em menos de um mês”, informa Leoncini. “Esse é mais um case que demonstra a nossa aproximação com o ecossistema de startups, que estão nos trazendo muitas soluções inovadoras e de rápida aplicação. Eu tenho convicção de que esse é um caminho natural, sem volta, porque traz muitas vantagens, inovação e facilidade para todos os envolvidos, especialmente os nossos clientes”.

Segundo o executivo, “é importante ressaltar que todas as tecnologias nos diferenciam no mercado, mas não podemos esquecer que por trás disso tudo estão as pessoas, tanto os profissionais da fábrica, quanto da nossa rede. Presencialmente e, agora virtualmente, os concessionários seguem trabalhando para assegurar a satisfação dos clientes. Nosso propósito é trabalhar ‘Para todos que movem o mundo’, especialmente nesse momento difícil para o nosso País”.

A startup MobiAuto é uma plataforma de tecnologia do setor automotivo que visa promover maior eficiência e praticidade na relação de compra e venda de veículos no Brasil. Com base em inovação, utiliza a tecnologia para encurtar distâncias entre concessionários e clientes.

CHICO LANDI - MUITO ALÉM DE RODAS E MOTORES


Conheça uma das histórias de Chico Landi, primeiro piloto brasileiro de Grand Prix, no famoso Circuito da Gávea, no episódio desta semana de Muito Além de Rodas e Motores.

Acesse o podcast: http://soundcloud.com/user-645576547/trampolim-do-diabo.


quarta-feira, 20 de maio de 2020

FCA ENTREGA HOSPITAL DE CAMPANHA EM PERNAMBUCO


A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) entregou nesta quarta-feira (20) ao Governo de Pernambuco um hospital de campanha totalmente equipado para o atendimento de casos da Covid-19. Montado no prédio da Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE) construído pela própria FCA no município, o hospital conta com 100 leitos, dos quais três de estabilização em sala vermelha, para casos mais graves, e outros 97 em enfermaria. A operação da unidade, que ficará sob a responsabilidade do Governo do Estado, teve início hoje.

Além dos 100 leitos, o hospital também dispõe de dez consultórios, sala de triagem, postos de enfermagem, área administrativa e centro de material e esterilização. A FCA também doou equipamentos para viabilizar o funcionamento da unidade, como raio-X, três ventiladores pulmonares – todos recuperados por funcionários do Polo Jeep que atuam numa força-tarefa nacional de manutenção desses aparelhos - e materiais médicos diversos. A FCA também doou uma Fiat Ducato adaptada como ambulância para apoio à movimentação de pacientes.

“É primordial atuarmos de maneira solidária pelo bem da comunidade nesse momento tão desafiador”, ressalta Antonio Sergio Mello, Diretor de Relações Institucionais da FCA para América Latina. “A viabilização do hospital de campanha de Goiana é um marco importantíssimo no amplo e abrangente programa de apoio no combate à Covid-19 que a FCA vem implementando ao longo desta crise.”

O hospital de campanha, que ocupa um edifício construído pela própria FCA com 3.874 metros quadrados de área, funcionará durante a pandemia como unidade fechada, ou seja, apenas recebendo pacientes transferidos de outras unidades de saúde do Governo, de acordo com a indicação da central de regulação de leitos da Secretaria Estadual de Saúde. Após a superação da pandemia, o hospital continuará a serviço da população de toda a Zona da Mata Norte, sob operação do Governo, funcionando como uma UPAE.

A construção da unidade de saúde integrou as ações de contrapartida ao financiamento do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) por ocasião da instalação do Polo Automotivo Jeep no Estado. “Desde o início, encontramos um ambiente acolhedor, produtivo e altamente colaborativo em Pernambuco, nas esferas estadual e municipal. Para nós, da FCA, contribuir ativamente para o desenvolvimento e bem-estar das comunidades da Zona da Mata Norte é fundamental, além de extremamente recompensador”, conclui Mello.

Combate ao Covid-19


O hospital de campanha de Goiana é mais uma ação muito importante dentro do abrangente programa de ações implementado pela FCA para auxiliar no combate à pandemia, que inclui a produção e doação de equipamentos primordiais de segurança para profissionais da área da saúde, comodato de veículos para apoio logístico às autoridades estaduais e municipais, reparo de ventiladores pulmonares e outras iniciativas.

O programa da FCA é baseado em três frentes principais:

- Contribuições para a instalação de dois hospitais de campanha, em Betim (MG) e Goiana, totalizando uma oferta de até 300 leitos adicionais nos dois municípios onde a FCA mantém plantas automotivas no Brasil, além de doações para auxiliar o hospital de campanha do Expominas, em Belo Horizonte;

- Doações e comodato de materiais, equipamentos diversos e veículos para autoridades da área de saúde em Minas Gerais e em Pernambuco, além de doações para auxiliar comunidades em situação de extrema vulnerabilidade;

- Uso da expertise e recursos da companhia para a produção e ampliação de oferta de itens hospitalares essenciais, como equipamentos de proteção individual para os profissionais da saúde e ventiladores pulmonares.

Fiat Chrysler Automóveis

Leia> Coisas de Agora